quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Corinthians estréia camisa histórica com um sentido ecológico

Novos uniformes remontam o passado mas tem lance de futuro: são de material reciclado

Corinthians apresenta uniforme ecológico para 2011 nesta noite, estreando na Libertadores da América (pré-Libertadores, fase classificatória, mata-mata contra Tolima, da Colômbia no Pacaembu SP 22h): o Timão apresentou no CT Joaquim Grava, camisas, calções, meiões, abrigos, bonés, uniforme completo para a temporada 2011. Dentinho, Jucilei e Julio Cesar serviram de modelos para as novas vestimentas do clube, que tem um tom de história, resgatam um dos primeiros e o mais tradicional design do SCCP.
São duas versões que chegarão às lojas: uma idêntica à que os atletas vestem (R$ 239,90) e uma réplica (R$ 189,90). A estreia do uniforme será contra o Deportes Tolima, nesta quarta-feira, às 22h, na estreia da Libertadores. A principal curiosidade é a preocupação com o meio-ambiente. A camiseta alvinegra foi desenvolvida com 96% de poliéster reciclado e 4% de algodão orgânico. Para a produção de cada camisa são utilizadas oito garrafas pet. Uma das equipes mais populares do Brasil e do mundo agora na onda da produção sustentável. Bom para renovar o conteúdo do esporte, que precisa integrar mais a ecologia da vida.

O primeiro uniforme é branco, com gola pólo preta – uma homenagem a um modelo utilizado nos primeiros anos de fundação do Timão. Já a camisa 2 tem listras em forma de raio brancas e gola naquele antigo formato "V". Já o uniforme do goleiro é cinza, com detalhes em preto nas mangas.
Por ser confeccionada pela Nike, a nova camisa do Corinthians é semelhante a de outros clubes patrocinados pela marca, como Barcelona, Inter de Milão, Juventus, Arsenal e Manchester United. No entanto, esses clubes só vestirão o modelo a partir de agosto. Porém, o principal sentido de vanguarda é mesmo o processo de reciclagem e de material orgânico, é o futebol outra vez avança a nova cultura verde e exatamente no Timão, que não é muito chegado nesta cor, por razões de rivalidade com outro clube da capital paulista. De toda forma, um gol para o Corinthians e outro para a ecologia, dois a zero...

Novos uniformes históricos e com um tom "verde"...

Ronaldo pronto prá esta estréia após doar 80 toneladas a desabrigados do Rio
Alvinegro apoiando o verde

Na temporada de 2010, este mesmo clube também inovou ao lançar um projeto ecológico de plantio de mudas nativas em locais onde eram muitas necessárias, como beiradas de rios e córregos, áreas carentes de vegetação, o que não falta em especial na Grande São Paulo e em todo o país afinal. A cada gol do Timão era plantadas mil mudas, o esquema fora feito com o ex-capitão Willian de Oliveira, zagueiro que abandonou o futebol e foi viver com toda a sua família na Austrália, voltando a estudar numa faculdade, para praticar o inglês e se preparar para uma nova profissão. O que se pergunta é se o esquema ecológico de apoio ambiental a cada gol do Timão será retomado agora em 2011, na Libertadores, no Paulistão e no Campeonato Brasileiro. O novo capitão do time ora é Ronaldo, ora Roberto Carlos, o zagueirão Willian deixa saudade pela sua liderança e também pelo plantio para recompor matas ciliares, que era executado por um dos patrocinadores do clube. Se o esquema for retomado, aí então, 3 a 0... E a natureza agradece a luta alvinegra pelo verde da vida.
Fontes: AE
              Band
              http://folhaverdenews.blogspot.com/

Um comentário:

  1. O esporte mais popular do país da bola está assim sendo veículo de divulgação para a causa ecológica, algo de muito valor para semear a nova cultura da vida. Por este tipo de caminho o futebol pode vir a fazer parte da ecologia, endereço natural de todo esporte. Porém, ultimamente, a realidade de violência e de corrupção no mundo da bola e em especial dos dirigentes ou cartolas, não tem sido nada exemplar...A boa vontade dos atletas e a nova geração de dirigentes pode ajudar a criação do futuro no Brasil.

    ResponderExcluir

Translation

translation