segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

OS NÚMEROS ATUAIS DA TRAGÉDIA NAS SERRAS DO RIO

5 cidades  642 mortes  6050 desabrigados 7780 desalojados

O número de mortos em consequência das chuvas em cinco municípios da região serrana do Rio de Janeiro chegou a 642, segundo balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil. Equipes e moradores ainda buscam vítimas.
As mortes ocorreram em Nova Friburgo (287), Teresópolis (271), Petrópolis (56), Sumidouro (19) e São José do Vale do Rio Preto (2). Inicialmente, a Prefeitura de São José do Vale do Rio Preto havia informado que quatro pessoas haviam morrido na cidade, mas a informação foi corrigida no sábado.
Um novo deslizamento em Petrópolis provocou a morte de três pessoas na madrugada de ontem. Elas ficaram soterradas na localidade do Brejal, uma área rural que está ilhada desde terça-feira (11), quando temporais devastaram a região serrana. Até a noite deste domingo, os três corpos localizados não haviam sido identificados. À tarde, bombeiros em helicópteros tentaram resgatar as pessoas que estão no local, mas não conseguiram pousar na área por causa do risco de deslizamentos. Cerca de 70 pessoas ainda permanecem isoladas na cidade. Em várias regiões do país, também por aqui (veja matéria nesta página do Folha Verde News) há um mutirão de solidariedade, apoiando as vítimas da tragédia ambiental, a maior que já aconteceu no Brasil.

Fontes: UOL
             http://folhaverdenews.blogspot.com/

Tragédia ainda continua fazendo vítimas

Condições da região exigem gestão ambiental

Um comentário:

  1. Enquanto não houver uma gestão ambiental, ações governamentais sustentáveis, implantando estruturas especiais na região, a zona serrana do Rio cada vez mais será foco de tragédias.

    ResponderExcluir

Translation

translation