segunda-feira, 30 de maio de 2011

CLIMA TENSO EM BRASÍLIA AJUDARÁ A PAUTA AMBIENTAL?

Temer diz que atritos com Palocci 'ficaram no passado' mas teve conversa com a Presidenta Dilma sobre Código Florestal  que vai para o Senado e sobre morte de dois ambientalistas amazônicos

Em reunião para discutir votação do Código Florestal no Senado e os conflitos agrários na região da Amazônia, o presidente em exercício Michel Temer afirmou que os atritos com o ministro Antonio Palocci (Casa Civil) "ficaram no passado". Temer, que está no exercício da Presidência em função da viagem de Dilma Rousseff ao Uruguai, falou aos ministros que a coordenação do governo está fluindo normalmente e que discussões de trabalho não deixam sequelas.

Ele evitou a imprensa após a reunião, que acabou há pouco na sede da Vice-Presidência. Na semana passada, Temer e Palocci tiveram uma discussão por telefone. A razão foram as disputas entre PT e PMDB, exacerbadas durante a negociação e votação do Código Florestal na Câmara. Na tentativa de garantir o apoio do PMDB, que acabou não ocorrendo, Palocci telefonou ao vice e transmitiu ameaça da presidente Dilma, de que demitiria todos os ministros da sigla. Palocci é coordenador político do Governo e pivô de uma crise, depois que a mídia publicou que o seu patrimônio multiplicou por 20 em quatro anos e que sua empresa faturou R$ 20 milhões em 2010, ano eleitoral.
A Presidenta Dilma irá reunir a bancada do PMDB no Senado na quarta-feira. Hoje pela manhã, Temer encontrou rapidamente Dilma Rousseff na Base Aérea, antes de ela embarcar para Montevidéu. A presidente pediu ao vice que reunisse ministros, o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e a Polícia Federal para tomar ações urgentes em relação aos conflitos agrários que levaram à morte de sindicalistas na região amazônica e que tivesse também uma atenção especial na questão do Código Florestal no Senado nesta semana.

Fontes: UOL
             http://folhaverdenews.blogspot.com/

Um comentário:

  1. Excluir comentário Com certeza, não tem como Palocci colocar a culpa no meio ambiente a esta altura do campeonato e o Vice-Presidente sem dúvida não terá como não atender ao pedido a Presidente da República, quanto aos conflitos agrários ou mortes de ambientalistas e em relação à votação ou discussões no Senado nesta semana sobre o Código Florestal: de repente, em meio a esta tensão, poderá haver um ganho nesta pauta ambiental. Por enquanto é uma expectativa ou uma possibilidade entre outras. ..

    ResponderExcluir

Translation

translation