quinta-feira, 23 de junho de 2011

Meninos da Vila ganham a Copa Libertadores de 2011 como guerreiros

Geração Neymar se consagra com a vitória sobre o Peñarol e o título da Libertadores

Menino vira guerreiro e faz o primeiro gol do título continental do Santos
De repente, os Meninos da Vila cresceram, Neymar por exemplo, que começou a jogar pelo Santos FC aos 11 anos, atinge a maioridade com  um bom futebol dentro de campo e muito marketing fora dele, Ganso é mais discreto e joga muito, Danilo carrega o piano e tem flashes de craque como no segundo gol santista na vitória por 2 X 1 diante do Peñarol do Uruguai, no Pacaembu, em São Paulo. Leo vale pela maior experiência, Arouca é um outro grande destaque mas a defesa Santos continua sempre cometendo vacilos e é o ponto mais fraco da equipe. Agora, ela vai encarar no final do ano o supercampeão Barcelona (de Messi e companhia) no torneio do Mundial interclubes e se não superar as suas deficiências de marcação não conseguirá vencer este que será o maior desafio da Geração Neymar. São jogadores bons de bola mas o time tem defeitos e Muricy Ramalho precisa enxergar em tempo. Os meninos viraram Guerreiros da Vila, tudo bem, mas foi muito negativo para o futebol brasileiro e sulamericano a briga entre jogadores e torcedores do time de Santos e de Montevidéu. Os uruguaios não souberam perder e os santistas ainda precisam evoluir e saber  vencer os seus limites para se consagrarem como atletas. Isso também vale para Neymar, para se consagrar como atleta, precisa provar que cresceu também como ser humano. (Padinha)

Agora, todos esperam o desafio Messi x Neymar, Barcelona x  Santos pelo Mundial de clubes



Fontes: folha.com
             http://folhaverdenews.blogspot.com

2 comentários:

  1. Sem forçar a barra, aqui, três ângulos diferentes neste comentário:

    - A vitória do Santos teve o sufoco e a raça no estilo bem...corinthiano (e o Corinthians reclama que ninguém valorizou o Mundial sub17 que o Timão ganhou agora em cima do Barcelona)
    - Tricolores torciam deseperadamente pelo Peñarol porque a vitória santista tirou a hegemonia do São Paulo FC na América do Sul

    - A conhecida "turma do amendoin" do Palmeiras nega que foi a camisa verde fluorescente do goleirão uruguaio que deu azar...

    ResponderExcluir
  2. . Comentário de Antônio de Pádua Padinha agora mesmo Excluir comentário Pelé apareceu no jogo final da Libertadoires Santos 2 x 1 Peñarol com um esquisito terno vermelho. Aí me informaram que fez isso a mando do seu patrocinador Santander. OK, acontece que este mesmo banco é o patrocínio principal da Copa Libertadores 2011...Ah, agora entendi o gol anulado do Peñarol em Montevidéu e a não-explusão de Neymar no 1º tempo da final no Pacaembu, quando ele deu uma entrada criminosa no seu marcados, que saiu carregado de campo e teve que ser substituído. Nem cartão amarelo, o querinho do Rei levou. Santander na parada e a nossa mídia não analisa nem vê ou melhor, não tem interesse em criticar estes "detalhes", apenas de exaltar o grande Santos. Diante do Barcelona o markentig do Santander também será um fator de influência no resultado do jogo?...A invasão comercial no futebol mudou radicalmente este esporte. Isso precisa ser analisado por algum jornalista independente com acesso à grande mídia, a bem da arte da bola.

    ResponderExcluir

Translation

translation