domingo, 24 de julho de 2011

15M HOJE NA ESPANHA E DEPOIS UMA ONDA DE MUDANÇA PELO MUNDO

Também no Brasil haverá manifestações livres

Centenas de manifestantes provenientes de toda a Espanha se preparam para realizar uma passeata de protesto neste domingo pelo centro de Madri, reivindicando mudanças políticas, econômicas e sociais no país. Esta iniciativa de cidadania 15M deverá se espalhar por todo o planeta, como as manifestações da juventude em Paris, em 1968, que dispararam transformações em toda a Terra. Liberdade de expressão e de informações, ecologia, participação nas decisões de interesse coletivo, mudança estrutural da realidade (sociedade de consumo) e busca de uma nova maneira de pensar e de viver, onde possa ser possível a diminuição da violência, cada vez mais em todos os setores e em todos os lugares. Isso, além de um esforço que possa levar à criação coletiva do futuro da vida. Assim, o ecologista Padinha, editor de conteúdo do nosso blog Folha Verde News comenta o 15M. Na sua opinião, também "o que vem acontecendo no Chile nas passeatas de estudantes, as manifestações no Brasil de jovens contra absurdos tipo megausina Belo Monte ou alterações ruralistas no Código Florestal e até mesmo a trágica mprte de Amy Winhouse alertam sobre esta tendência de mudança na realidade, uma necessidade urgente hoje em dia".
Os integrantes do movimento 15M chegaram no sábado à capital espanhola após um mês de mobilização e planejamento, fazendo assembleias e recolhendo propostas.Reunidos na praça Puerta del Sol, os manifestantes voltam às ruas para levar adiante o movimento iniciado há mais de dois meses, e convocaram a participação maciça do povo para a marcha deste domingo.
Os integrantes do movimento 15M acordaram no Paseo del Prado --local onde estão ficam os principais museus da capital, como o Museu de El Prado--, onde passaram a noite acampados em barracas.
O movimento 15M surgiu de uma grande manifestação realizada no dia 15 de maio na capital espanhola, quando milhares de pessoas se concentraram de forma pacífica para pedir mudanças políticas, econômicas e sociais, diante do que chamaram de "inoperância do modelo atual".
No dia seguinte, centenas de jovens acamparam na Puerta del Sol de Madri e nas principais praças de outras cidades da Espanha.Um mês depois, os manifestantes levantaram os acampamentos, mas, desde então, o movimento continuou realizando debates populares em assembléias de bairro e comissões de trabalho, com liberdade, ouvindo opiniões dos mais diversos setores da população, ouvindo o coletivo para decidir. Este fato demonstra a ética da proposta, a busca de uma nova alternativa de realidade e de vida a partir do sentimento e do pensamento da maioria. Algo bem diferente do que acontece nos governos, nos partidos políticos e na própria estrutura de ditatura de consumo e de forma de vida da atualidade.

Hoje em Madrid na Espanha o 15M começa uma revolução de cidadania



As manifestações ecológicas no Brasil já anteciparam o clima do 15M

No, No, No...uma nova realidade de vida é o lema

Amy Winhouse é a mais uma vítima da violência da atualidade em todos os lugares do planeta hoje em dia    



Fontes:
EFE        http://folhaverdenews.blogspot.com

3 comentários:

  1. Agora, começou de vez essa luta por uma mudança na própria estrutura da vida e nosso blog registra o nascimento desta revolução pacífica, de cidadania, ecologia, liberdade para transformar este contexto de violência e criarmos coletivamente uma nova forma de pensar e de viver, criação do futuro, para que ele exista para a natureza e para os seres humanos.

    ResponderExcluir
  2. Ao invés de luta via os partidos políticos, a mudança cultural da realidade, o movimento das ruas, a cidadania, a busca da ética, da paz, da não-violência...São muitos fatores da luta, sendo talvez a mais essencial a criação coletiva do futuro da vida, ameaçada por esta sociedade de consumo, que desumaniza o dia a dia e violenta os ideais de avanço do ser humano.

    ResponderExcluir

Translation

translation