segunda-feira, 25 de julho de 2011

POESIA COM IMAGENS DA INTERNET

Cultivo dor na seca
prá colheita alegria

sofrendo largarta sonho borboleta



vôo em silêncio pro fundo de mim
e também na asa palavra longe


(Ecopoesia, Padinha)
 

 

relâmpago o futuro da chuva
e o sol primavera retorna água da vida






2 comentários:

  1. Uma poesia experimental, ilustrada com imagens que rolam na Internet e com sentimentos da seca que predomina de agora até setembro ou outubro no por aqui no sudeste do pais.

    ResponderExcluir
  2. A proposta pode ser resumida com o seguinte comentário: poesia rimando com imagem...

    ResponderExcluir

Translation

translation