quinta-feira, 25 de agosto de 2011

SEM PONTO OU VÍRGULA NOTICIAMOS FALTA POESIA NA VIDA AGORA

Num visual de beleza o anjo da morte

Cosmos chamando
clama pelo retorno da poesia
vem que a vida anda vã
virgens são mortas
nos campos de lírio que restam
água e pão
para os famintos pelo amor de Deus
sem cerimônia
fantasmas da cidade
violentam as flores da alma
a fome de dinheiro sangra
crucifica qualquer poema
a floresta clama com o poeta
pela vida
os pássaros morrem
na chuva tóxica
ela vem bonita como nuvem
mas é o anjo da morte

(Pela poesia da vida, Padinha)

3 comentários:

  1. Diante de tantas notícias de violência e de violações, de desrespeito às leis e à dignidade humana, de agressões à natureza e à inteligência, nada nos parece restar que clamar por um pouco de poesia no dia a dia da vida.

    ResponderExcluir
  2. Para a sensibilidade natural de qualquer ser humano, poesia é tão essencial na vida cvomo pão e água: é a mensagem que nos envia por e-mail a internauta Leo T, que atua com moda em Sampa.

    ResponderExcluir
  3. Muito show, precisamos colocar nossas mãos para cima e pedirmos paz e respeito ao ser humano, para que outros seres humanos se sensibilizem e deem um basta na violência que já se tornou gratuita a muito tempo em nosso país, na vida hoje em dia. É o recado de Aguinaldo Lazarini, editor de arte deste blog.

    ResponderExcluir

Translation

translation