terça-feira, 20 de setembro de 2011

ALÉM DE DILMA, MARINA SILVA ESTÁ TAMBÉM NA ONU

Em evento paralelo a ecologista brasileira defende o futuro da vida

O jornalista especializado em meio ambiente, Randáu Marques, envia ao nosso blog Folha Verde News esta informação, mostrando que ao mesmo tempo em que a Presidente da República Dilma Rousseff se reúne com Barack Obama e outros líderes mundiais (tendo na pauta a crise na economia e novas alternativas), Marina está tambem nos Estados Unidos para debater com lideranças internacionais da ecologia formas de avançar o desenvolvimento sustentável, a bem da condição de vida da maioria e dos recursos naturais, que garantem o futuro.
A ex-senadora Marina Silva está em Nova York para participar das reuniões de trabalho do MDG Advocacy Group e do UN Private Sector Forum 2011 “Energia Sustentável para Todos”, que acontecem hoje.
Desde março último, Marina Silva é a única representante da América Latina no Millennium Development Goals (MDG) Advocacy Group, organismo voltado para trabalhar juntamente com o secretário-geral da ONU Ban Ki-moon para articulação de uma vontade política e uma mobilização global para que os Objetivos maiores do Milênio sejam realizados até 2015, em benefício dos pobres e vulneráveis, bem como do desenvolvimento sustentável e do futuro da vida na Terra.
Na reunião do MDG, que acontece nesta terça agora na parte da manhã, será discutida a implantação de um plano de ação e elaborada uma mensagem para os líderes do Grupo G20, com o objetivo de alavancar o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio estabelecidos pela ONU. Entre as metas estão a melhora da qualidade de vida dos habitantes do planeta, a redução substancial da pobreza, a busca de igualdade entre os gêneros e de sustentabilidade ambiental do mundo.
Ecologista Marina nos States também
O grupo, criado em junho de 2010, é composto por 20 membros de diferentes nacionalidades e áreas de atuação. Entre eles estão Jeffrey Sachs (economista norte-americano da Universidade de Columbia), Muhammad Yunus (banqueiro de Bangladash premiado com o Nobel da Paz em razão de seu programa de microcrédito para redução da pobreza), Wangari Maathai (ambientalista queniana que também recebeu o Nobel da Paz) e Ted Turner (fundador de canal de notícias norte-americano CNN e um dos principais acionistas do grupo Time-Warner).
Logo depois, Marina participa do UN Private Sector Forum 2011 com a presença de mais de 300 chefes-de-estado, executivos, lideranças da sociedade civil e chefes de agências da ONU. O objetivo é discutir ações que envolvam governos, setor privado e sociedade civil no desafio global de promover a geração, a eficiência e o acesso à energia renovável e sustentável.
 
Fontes: Eco Debate
        http://folhaverdenews.blogspot.com

2 comentários:

  1. Superimportante esta participação da ecologista Marina Silva neste evento paraleo da ONU, pois não basta só discutir medidas econômicas para garantir soluções e avanço de cada país e do planeta: são fundamentais as perspectivas de criação do futuro através de uma valorização da ecologia. algo urgente neste momento na Terra.

    ResponderExcluir
  2. Por coincidência, o Brasil na ONU e no noticiário internacional via duas mulheres líderes. Sinal dos tempos.

    ResponderExcluir

Translation

translation