domingo, 4 de setembro de 2011

A BOA NOTÍCIA É QUE O BRASIL VAI SE LIVRAR DAS MEGAUSINAS

Geração de Energia Eólica deve crescer sete vezes até 2014

Um dos nomes do futuro é energia Eólica

Assim como a energia Solar ela é superabundante no Brasil
 A geração de energia elétrica por usinas Eólicas deve aumentar sete vezes no Brasil até 2014, disse o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Mauricio Tolmasquim. De acordo com ele, nos próximos três anos, a capacidade de geração de energia eólica passará dos atuais 1 gigawatt (GW) para 7 GW. Tolmasquim tem participado em todo o país de debates sobre o setor elétrico e as hidrelétricas brasileiras. Ele destacou a importância dos investimentos em usinas elétricas movidas a vento, principalmente no Nordeste. E também responde a muitas perguntas sobre a energia Solar, também sustentável, ou seja, move a economia sem prejudicar em nada a ecologia. Desta forma, a boa notícia é que o país, investindo mais em energias como a Eólica e a Solar, cada vez mais poderá se livrar das megausinas hidrelétricas, termelétricas e nucleares, que tem várias contraindicações ambientais e sequelas sociais, estes megaempreendimentos vem sendo criticados pelos principais cientistas brasileiros, por exemplo, os ligados às agências SBPC e ABC, como também jovens pesquisadores das principais universidades do país.
Segundo o presidente da EPE, a crise econômica na Europa acabou incentivando que empresas estrangeiras se instalassem no país para aproveitar o seu crescimento. A crise na Europa paralisou o projetos por lá, assinalou Tolmasquim. Na China, só entram empresas que produzem equipamentos na China. As empresas estrangeiras se focaram então no Brasil.
Segundo Tolmasquim, quatro companhias fabricam usinas eólicas no Brasil atualmente. Ele disse também que outras quatro empresas já anunciaram que vão se instalar no país. Enfim, ainda é um processo minoritário, mas já se ensáia um Desenvolvimento Sustentável, aproveitando-se o potencial extraordinário do sol e dos ventos no Brasil para mover e agilizar o desenvolvimento. Não só os ambientalistas, todos os brasileiros e brasileiras precisamos apoiar este processo de mudança energética, cobrar dos governos e dos políticos este avanço a bem da economia e da ecologia do país. De quebra, estaremos garantindo o futuro da vida.

Fontes:  www.ambientebrasil.com.br
             http://folhaverdenews.blogspot.com

3 comentários:

  1. Além da falta de cultura ou de visão de uns ou outros políoticos, o problema para a implantação desta mudança energética radical (mais econômica e mais ecológica, renovável e tudo o mais), o problema é o boicote das multinacionais de petróleo e os lobbies que atuam a favor dos megaempreendimentos hidrelétricos, termelétricos e nucleares, mesmo que eles tenham menor viabilidade econômica e sejam ecologicamente incorretos. A Nação precisa se levantar pelo avanço das energias renováveis como a Eólica e Solar, que adiantarão em décadas o desenvolvimento de verdade do país.

    ResponderExcluir
  2. É uma oportunidade histórica a entrada de empresas européias com todo o know-how em energia Eólica no Brasil, aqui os ventos e o sol são fontes inesgotáveis, renováveis, mais econômicas e mais ecológicas de energia. É também superimportante apoiar ou incentivar empresas brasileiras para este setor de futuro total, pesquisadores brasileiros já desenvolveram a tecnologia. Agora temos tudo para esta mudança, a bem da vida da Nação.

    ResponderExcluir
  3. O movimento ecológico, científico e de cidadania tem que levantar a Nação, defendendo as energias do tipo Eólica e Solar, que podem colocar nosso país na vanguarda mundial, sabendo usar com sustentabilidade os seus recursos naturais.

    ResponderExcluir

Translation

translation