domingo, 29 de janeiro de 2012

FRANCANA EMPATA COM JUVENTUS MAS MOSTRA BOLA NO 2º TEMPO


Abrindo a A3 do ano do Centenário a Nova Veterana mostra potencial para a temporada

A Francana empatou com o Juventus de São Paulo, sábado à noite, no Lanchão, na sua estréia no Campeonato Paulista da Série A-3, mostrando no segundo tempo potencial para melhorar sua performance ao longo da temporada: Jordan o goleirão, os dois zagueiros, Geovane Lage, Elivelton, Bruno, Jhuan e Rangel foram os destaques deste 1 a 1. Maurício, no primeiro tempo e o centroavantão da Francana Peter, no segundo, fizeram os gols. O próximo jogo do clube que faz 100 em 2012 e é uma das paixões da cidade e da região (nordeste paulista e sudoeste mineiro) será quarta-feira, fora de casa, contra a Inter de Limeira.  Há negociações para um patrocinador da equipe que neste Campeonato Paulista jogará em algumas das principais cidades do interior de SP, sendo portanto esta visibilidade um fator de marketing. O presidente Fahim Youssef espera aumentar a comercialização do Sócio Torcedor, ajudando o trabalho de manutenção da estrutura. Com alguns atletas do América de Minas, esta base e mais dois ou três jogadores que ainda vão entrar, o time poderá crescer na competição, esta é a expectativa também do técnico Wantuil Rodrigues: "Vamos agora em seguida jogar em Limeira e em Bebedouro, se a gente conseguir dois bons resultados poderemos embalar e motivar um possível patrocinador, o que ajudará muito o clube buscar alegria para Franca e região". Deus o ouça, a alegria no futebol ajuda até a qualidade de vida. (Padinha)

Outros resultados da abertura da 1ª rodada
Capivariano 3 x 2 Grêmio Osasco
Batatais 1 x 0 Taubaté
Itapirense 1 x 2 Flamengo

O técnico Wantuil Rodrigues com alguns dos atletas da Nova Veterana antes do jogo

Uma das melhores formações da história do clube quando subiu para a Primeira Divisão da FPF
Fontes: www.gazetaesportiva.net
             http://folhaverdenews.blogspot.com

5 comentários:

  1. Não foi a estréia dos sonhos mas a Francana 2012 mostrou potencial de melhorar a sua performance na comeptição, mesmo porque ainda faltam entrar alguns jogadores que não puderam atuar ainda: a torcida precisa apoiar mais, a bem também da cidade e da região, no jogo da vida.

    ResponderExcluir
  2. Nos bastidores do jogo, diretores duma empresa de Franca e também, um agente de futebol da Fifa presentes no Lanchão fizeram contatos com a diretoria da Francana, assuntando a possibilidade de patrocínio. Isso seria um avanço tanto para as empresas como para o clube, o futebol é um marketing popular e relativamente econômico, com melhor estrutura, a Nova vetaran começará seu caminho de volta à chamada elite da bola, de volta ao futuro, depois dwe 100 anos de luta.

    ResponderExcluir
  3. "Realmente, se a Francana montar uma estrutura profissional, com patrocinador e tudo o ma8is, tendo um administrador limpo e inteligente como o Fahim, a comunidade de Franca e de toda a região, com muita vitalidade econômica e vocação de turismo, terá muitas alegrias através do futebol, quebrando um tabu de que o interior não comporta um time na principal divisão do futebol paulista e brasileiro. Basta recursos, inteligência, honestidade para gerir, via o futebol poderá rolar um avanço", comentou o jornalista Edmundo Morais, do site Futebol Interior, que estava assistindo Francana 1 X 1 Juventus.

    ResponderExcluir
  4. É PRECISO ACABAR COM UM TABU QUE NÃO AJUDA A CIDADE E A REGIÃO: O futebol (não só o basquete) é um fator de marketing, também até de desenvolvimento sustentável sob o ponto de vista da qualidade de vida do povo: mas em Franca existe um tabu (criado por "empresários" e uma certa elite sem visão) de que a Francana não pode subir para a divisão principal do futebol paulista e brasileiro, pelo custo deste esporte hoje em dia etc. Veja o post hoje do blog Folha Verde News (onde se homenageia o time de 1977/78) e se desmistifica este tabu que interessa a quem?...A cidade e a região com quase 1 milhão de habiantes, vitalidade econômica, ecoturismo, apaixonada pela Francana (com 100 anos de história) não podem ser condenadas assim por bobeira e erros de gestão pública e do clube em anos anteriores: com um patrocínio profissional, uma administração ética e inteligente (como Fahim Youssef já ensaiou) ao contrário, o futebol poderá vir a ser um acanal de criação do futuro para a população de Franca e do nordeste paulista, sudoeste mineiro, uma macrorregião que é um dos polos mais avançados do interior do país. Precisamos mudar o jogo da vida, no caso da Francana e de Franca. (Comentário em debate no Facebook)

    ResponderExcluir
  5. VALDES RODRIGUES HOJE NO COMÉRCIO FALA O MESMO QUE O BLOG
    Estou entrando aqui para em nome do amigo e ecologista Padinha - que está batalhando por uma nova realidade de Franca e da Francana tb (ele teve que se ausentar por causa da família nesse instante) - e me passou isso: hoje no Comércio Valdes Rodrigues fala praticamente o mesmo que a matéria do blog Folha Verde News e tb o post do Face sobre o futebol como canal para um avanço da cidade e da região. A Nova Vetarana já tem plascas com o logo de duas empresas de vanguarda daqui que já estão comprando esta briga pelo futebol e pelo futuro daqui. 100 anos de luta, que agora pode se renovar a bem da nossa terra, nossa gente.

    ResponderExcluir

Translation

translation