quarta-feira, 7 de março de 2012

HOJE TEVE NOVA MANIFESTAÇÃO PELO BOM SENSO EM BRASÍLIA

Mais de mil pessoas pediram para a Presidente Dilma vetar o Código Florestal a bem da Nação

A ação fez parte da campanha nacional #MangueFazaDiferença, que percorreu 35 praias do litoral brasileiro em defesa das florestas e da preservação das áreas ecológicas que é o interesse nacional





Um protesto contra a votação do novo Código Florestal reuniu nesta quarta-feira mais de mil pessoas de diversas partes do País e da América Latina no gramado em frente ao Congresso Nacional: a manifestação integra a campanha nacional #MangueFazaDiferença, que percorreu 35 praias do litoral brasileiro em defesa das florestas e da preservação das áreas ecológicas. A campanha, coordenada por uma coligação formada por 163 organizações não governamentais, escolheu Brasília para o encerramento da campanha.
Segundo o diretor da SOS Mata Atlântica, Mario Mantovani, o movimento quer demonstrar que existe a preocupação de toda a sociedade em relação à votação do Código Florestal. "O que a gente quer mostrar é que esse 'papo' não é só de ambientalistas versus ruralistas. Tem muito mais coisa quando se trata de política pública, de interesse nacional. O que a gente está vendo aqui hoje é uma reação àquilo que os ruralistas dizem que é um interesse do agronegócio".Mantovani defende que o governo atue no ajuste de questões delicadas do CF e que não ceda a pressões partidárias, permitindo que a base aliada vote um projeto de tal importância com tantos erros e limites.Para Rodrigo Joffily Bucar Nunes, empresário e militante do grupo Mangue Faz a Diferença, a participação das pessoas na passeata evidenciou o desgosto da maioria da população com relação à gestão do governo em certos assuntos. "Esse movimento mostra a posição da sociedade civil que não quer ver a coisa aprovada. Não adianta gerar mais alimento de forma insustentável acabando com recursos naturais, é andar pra trás. O que fica claro pra gente é que quem está lá dentro não respeita a gente (o Congresso). Estamos aqui na porta dizendo que tem algo errado", alertou.
O estudante de psicologia Renan Lucena saiu do Rio de Janeiro para participar das atividades do movimento #VetaDilma, no gramado do Congresso, e disse que a votação do Código Florestal deveria ser uma preocupação nacional. "Esta é uma mobilização nacional, embora muita gente assim como a grande mídia não dêem muita bola para o que está rolando aí no Congresso quando a questão sãoas leis ambientais do nosso país, isso é algo impactante".
A votação da proposta do Código Florestal, marcada para ontem, na Câmara dos Deputados, foi adiada para a próxima terça-feira, em reunião de líderes da base aliada. De acordo com o líder do governo na Casa, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), a votação foi remarcada para que o relator, Paulo Piau, possa concluir o seu parecer sobre a pauta. Espera-se que haja mudanças e correções no texto final do documento que precisa priorizar a sustentabilidade, ou seja, um aumento da economia rural mas sem desequilibrar mais ainda a ecologia do Brasil, como comentou o editor do blog Folha Verde News.

Fontes: Agência Brasil
              www.terra.com.br
              http://folhaverdenews.blogspot.com

3 comentários:

  1. Depois de mais estra manifestação está claro que a população brasileira quer uma outra alternativa melhor que aquecer a economia rural a dano do último equilíbrio da ecologia do Brasil.

    ResponderExcluir
  2. É possível com bom senso, ética e gestão pública de desenvolvimento sustentável fomentar a economia rural e proteger o equiíbrio ecológico, este é o tom da necessidade urgente para o avanço da Nação.

    ResponderExcluir
  3. O avanço passa com certeza pelo movimento Veta, Dilma para corrigir erros e limites do novo Código Florestal, feito em Brasília sem ouvir o interesse da Nação e sim apenas os megainteresses dos agronegociantes de grande porte, que influenciam direto as decisões dos parlamentares com seus lobbies, que incluem as multinacionais dos agrotóxicos.

    ResponderExcluir

Translation

translation