segunda-feira, 26 de março de 2012

HORA DO PLANETA É UM EVENTO MUNDIAL PELA ECOLOGIA

Rádio Imperador divulga na macrorregião o evento entrevistando ao vivo o editor do nosso blog

Até da estação espacial astronauta Kuipers documentará o apagar mundial das luzes 
 
O Rio de Janeiro também apagará suas luzes todas sábado às 20h30 na Hora do Planeta

A Rádio Imperador AM de Franca, nesta manhã de segunda-feira, por volta das 8h, abriu espaço para o evento mundial de ecologia Hora do Planeta, através do programa de Ádamo Alves, que antecede a participação do padre Marcelo Rossi na emissora, emissora que tem um grande alcance local e regional: o comunicador Ádamo entrevistou ao vivo o editor deste blog Folha Verde News, Antônio de Pádua, o ecologista Padinha, por cerca de 5 minutos para explicar o que será o evento da WWF, para assim mais gente da cidade e da região participarem, este espaço na Imperador AM foi um avanço de comunicação social e de cidadania, mais uma vez desta rádio, que chegou a fazer flashes ao vivo já há 20 anos atrás durante a ECO-92, quando então acontecia praticamente o lançamento do movimento ecológico brasileiro dentro da Conferência Mundial da ONU no Rio de Janeiro. Agora, o evento mundial da WWF (entidade ambientalista que se dedica à causa e é internacionalmente muito respeitada) está agendado neste ano para o próximo sábado, 31 de março, entre 20h30 e 21h30, hora do Brasil, dentro do fuso horário internacional, num mesmo momento bilhões de pessoas estarão apagando as luzes de suas casa, empresas ou cidades para se manifestarem em amor à vida na Terra. Ádamo Alves perguntou qual o sentido deste evento, que objetiva fazer com que as pessoas possam vivenciar e praticar o amor pela ecologia, todas num mesmo horário nos mais variados lugares do planeta. Haverá uma economia de eletricidade, uma homenagem à natureza e uma conscientização ecológica das populações, como também explicara Regina Cavani, coordenadora de comunicação da WWF-Brasil no site www.horadoplaneta.org.br que se dedica a dar todas as informações e detalhes sobre o acontecimento de grande valor para o movimento ecológico, de cidadania e de criação do futuro da vida. Tanto que até da ISS, estação espacial internacional, o astronauta André Kuipers fotografará do espaço o apagar das luzes em pontos varidos dos sete continentes do planeta, demonstrando a participação de pessoas de todo mundo nesta manifestação pela ecologia. O Rio de Janeiro será uma das milhares cidades do mundo a apagarem sua iluminação pública, já tendo se registrado como cidade-âncora do evento Hora do Planeta.

Ecologistas do Mato Grosso mostram como participarão nos 60 minutos do evento pela ecologia
Arte da WWF que simboliza preocupação climática com a Terra hoje
Em resumo, neste sábado, 31 de março, a partir das 20h30 (horário de Brasília), acontece em todas as regiões da Terra a Hora do Planeta: no ano passado, este evento rolou simultaneamente em 50.250 cidades, foi vivenciado por 1 bilhão e 800 milhões de pessoas em 135 países, nos 7 continentes. Neste ano, a tendência é que a participação aumente ainda mais, a Rede WWF com apoio de ecologistas, cientistas, lideranças de cidadania e da Não-Violência, está divulgando intensamente esta iniciativa para que as pessoas comuns possam vivenciar o que é o amor pelos recursos naturais, pela natureza, pela vida, todos sintonizados nisso numa mesma hora, em todo os lugares do mundo, "haverá como que uma onda de amor por telepatia para que o ser humano consiga avançar a vida na Terra", como chegou a ser dito no programa da Imperador AM. O comunicador Ádamo Alves pediu que, mesmo não podendo apagar as luzes durante toda uma hora, seus ouvintes façam isso no próximo sábado pelo menos por alguns minutos, simbolicamente, vivenciando este ato de atenção mundial para com a ecologia, orando neste horário, para que Deus ilumine todos os que têm boa vontade para com esta proposta de evolução, de educação ambiental.
Algumas empresas, não apenas no Brasil, estão também participando da iniciativa, apoiando o evento Hora do Planeta, como HSBC, TAM, TIM, Rede Meliá de Hotéis, Vivo (que patrocina o Franca Basquetebol) e muitas e muitas outras. Por falar em Franca, há possibilidades que, dentro desta faixa de horário do evento da WWF ocorra uma manifestação durante ou logo após o jogo Francana X São Bento de Sorocaba, pela Campeonato Paulista da A3, que começará às 19h no estádio municipal, apagando-se todas as luzes e em especial os refletores para os torcedores de futebol também participarem da vivência. A torcida  já vem vivenciando um processo de educação ambiental através da empresa MacBoot que programa o plantio de 50 árvores a cada gol desse time, chegando aos 100 anos na história do futebol do interior. No país do futebol é uma forma interessante de popularizar esta mensagem ecológica de amor à vida.

Fontes: www.wwf.org.br
              http://folhaverdenews.blogspot.com

3 comentários:

  1. É da maior importância a adesão de toda pessoa, também de entidades e de instituições ou até de empresas também, para que o vento se concretize no seu ideal de mobilizar o planeta para uma reflexão sobre a realidade do momento, o que acontecerá neste sábado, 31 de março, a partir das 20h30, no fuso horário do Brasil.

    ResponderExcluir
  2. A divulgação feita nesta segunda-feira pela Rádio Imperador AM não é a primeira em apoio ao movimento ecológico e de cidadania, só para exemplificar, o seu chefe de reportagem, Cássio Freires é um jovem profissional, que coordena uma equipe de jornalismo de alto nível (Ádamo Alves, Beto Pereira, Renato Valim, Gil Magela e muitos outros comunicadores) e sempre divulga as causas de interesse geral, como o evento da WWF agora.

    ResponderExcluir
  3. A Hora do Planeta é também a sua hora, você que vive no momento presente as dificuldades e os desafios da realidade, em especial os problemas ligados ao meio ambiente e à sustentabilidade: neste sábado, 31, à noite, nem que seja por alguns instantes, simbolicamente, todos deveremos participar desta iniciativa de amor à ecologia e à própria vida na Terra. É uma forma de avançar a cultura da vida, da não-violência, da criação do futuro e até da paz.

    ResponderExcluir

Translation

translation