sexta-feira, 30 de março de 2012

JOGADOR DO CORINTHIANS MANTÉM BLOG E LANÇOU LIVRO

Paulo André faz lançamento na Cultura em Campinas

O zagueiro do Corinthians, Paulo André estréia como escritor com o livro “O Jogo da Minha Vida, Histórias e Reflexões de um Atleta”,  Livraria Cultura: ele fez o lançamento não da bola no campo mas do seu livro em noite de autógrafos  em Campinas (sua cidade natal) no Shopping Iguatemi. O livro revela a dura realidade dos atletas profissionais de futebol e as dificuldades para chegar aos grandes clubes. O jogador faz uma crítica à formação dos esportistas e aos métodos de treinamento e ao sistema de concetrações dos clubes brasileiros. No Corinthians desde 2009, o campineiro Paulo André Cren Benini começou a carreira aos 14 anos, quando saiu de Campinas e deixou para trás a família para viver no Centro de Treinamento em Cotia, de onde seguiu profissão e atuou em clubes do Brasil e do exterior, tendo de enfrentar a ganância de empresários, o descaso de dirigentes poderosos e a pressão psicológica de falhar em algum momento e ter que recomeçar a vida do zero. Por conta das dificuldades e incertezas do mundo da bola, o zagueiro decidiu estudar e desenvolver atividades que garantiriam seu futuro, caso o futebol não desse certo. Atualmente, o zagueiro é conhecido como o intelectual do elenco corintiano, e mantém um blog, desde 2010, onde discute assuntos relacionados à política do futebol e a situação do esporte no Brasil. Fez amizade com Sócrates, bem antes do Doutor falecer, discutindo sempre com ele o sistema de concentração e a estrutura do futebol no Brasil. Dividido em três partes, “Futebol amador”, “Futebol profissional” e “Reflexões”, o livro ainda conta com depoimentos de atletas de diferentes modalidades do esporte brasileiro, além de treinadores e jornalistas. A obra inédita, pois nunca antes um jogador de futebol em atividade escreveu e publicou um livro.
“O Jogo da Minha Vida" é útil também para os jovens que sonham se tornarem ídolos do futebol.
Paulo André Cren Benini é jogador profissional de futebol, zagueiro e Campeão Brasileiro de 2011 pelo Sport Club Corinthians Paulista, já jogava num clube de São Paulo aos 14 anos e de lá para cá, passou pelo CSA, pelo Águas de Lindóia, o Guarani, o Atlético-PR e o Le Mans, da França, antes de se consagrar no Corinthians: foi fundamental para a conquista do título brasileiro de 2011, motivo pelo qual recebeu o prêmio Bola de Prata, da revista Placar, como melhor zagueiro da competição. Desde 2010, mantém um blog pessoal onde discute política de futebol e a situação dos jogadores neste universo onde rola muito dinheiro mas também há muitos problemas e desafios para os atletas e os seres humanos que jogam bola, como explica no seu livro o zagueirão escritor e blogueiro: "Curto muito escrever e internetar nas concentrações".

Paulo André no jogo da vida....

...e no dia a dia do futebol


















Aqui, um post do blog do Paulo André para você ter uma idéia do que ele debate na web

 A encruzilhada do futebol brasileiro 

"Se dissermos que o jogo de futebol se divide em três princípios básicos e deles, todas as variações são possíveis, eu diria que: tecnicamente sempre fomos muito superiores a qualquer outra nação;
fisicamente, em algum período, chegamos a ser inferiores; e taticamente sempre sofremos com a falta de disciplina na aplicação da estratégia porque éramos tão melhores jogadores de bola que sempre achamos um jeito de vencer nossos rivais...Durante anos os especialistas na área tinham vontade de vomitar ao escutar dirigentes, treinadores e comentaristas dizendo que a musculação deixaria o jogador travado. De qualquer forma e com certa demora, evoluímos muito na qualidade dos treinos físicos e permitimos que a ciência entrasse no futebol brasileiro".

Fontes: http://www.pauloandreoficial.com.br
             www.futebolinterior.com.br
             http://folhaverdenews.blogspot.com
 

3 comentários:

  1. Superinteressante, um jogador escritor e blogueiro, considerado atleta intelectual (assim como foram Sócrates, Tostão, Afonsinho e alguns outros poucos), Paulo André tem formação universitária, chegou a jogar tênis quando atuava na Europa, mas se decidiu mesmo a virar um profissional de futebol: é nessa condição que o seu livro e os seus posts na Internet ficam mais válidos para se debater a realidade da bola e dos boleiros.

    ResponderExcluir
  2. É importante um jogador escritor e blogueiro porque o futebol também é cultura e sofre problemas, erros e limites como todas as atividades, precisando de mudanças e avanços em sua estrutura. No caso do Brasil ainda mais, não só porque somos o país do futebol e sim pelos equívocos da gestão deste esporte, cada vez mais dominado por interesses comerciais e tamém pela violência.

    ResponderExcluir
  3. O processo coletivo de criação do futuro passa por descobrirmos novas formas de gestão pública e privada em todos os setores, também no futebol, o chamado Desenvolvimento Sustentável: o livro e a atuação diária do jogador corinthiano Paulo André colabora com este avanço. E muda o perfil atual do jogador de bola, agora mmais ligado nas questões da cidadania, da realidade e da vida cult. São gols de placa fora de campo o livro e o blog do zagueirão intelectual.

    ResponderExcluir

Translation

translation