domingo, 8 de abril de 2012

1300 ESPÉCIES ANIMAIS AVALIADAS: MAIS DE 800 AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO

Brasil tem mais 250 novas espécies ameaçadas 

Ontem, o editor do nosso blog de ecologia, cidadania e atualidades deu em primeira mão a notícia no Facebook ao receber a informação por e-mail do Instituto Chico Mendes, hoje reproduzimos aqui a matéria do repórter Cláudio Ângelo do site do jornal Folha de São Paulo,  informando que o Brasil ganhou pelo menos 250 novas espécies ameaçadas nesta última década. Os dados, ainda preliminares, são da lista da fauna em risco que o ICMBio (Instituto Chico Mendes) prepara para o fim de 2014.A nova lista é a primeira avaliação global do estado de saúde dos animais brasileiros em uma década. E comprova a violência ambiental que toma cada vez mais conta do país da natureza, virando desnatureza, conforme comenta o repórter Antônio de Pádua, ecologista Padinha, ao editar esta reportagem aqui. A listagem anterior, publicada em 2004 pelo Ibama, indicava que 627 das cerca de 1.300 espécies avaliadas de anfíbios, répteis, peixes, aves, mamíferos e invertebrados estavam sob algum grau de ameaça. O status de ameaça de extinção é dado segundo categorias definidas pela IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza). São elas "vulnerável", "em perigo", "criticamente em perigo", "extinto na natureza" e "extinta", de acordo com diversas situações enfrentadas pelas espécies animais nativas ou selvagens. Um quadro realmente crítico e uma situação-limite, a exigir uma mudança radical na gestão de meio ambiente do Brasil. A violência ambiental, como comenta o nosso editor Padinha está em uma grande crescente, são números oficiais e não se tratam de nenhuma fantasia, expressão usada por autoridades do Governo e do Ministério do Meio Ambiente para criticar cientistas, ecologistas, lideranças socioambientais e todos os que lutam pela preservação ou recuperação do equilíbrio no país da natureza. Números que colocam o Brasil como país do avanço da desnatureza.





Dois dos 877 animais nativos da nossa natureza amaeçados de extinção no Brasil de agora





Fontes: www.folha.com
             http://folhaverdenews.blogspot.com

3 comentários:

  1. A pesquisa do ICMBio é de uma seriedade incontestável e trata-se de um órgão governamental, portanto, não há nestes números nenhuma manipulação de cientistas e de ecolgistas tentando fantasiar a realidade ambiental do país, como autoridades governamentais colocaram no Forum do Clima em Brasília no final da semana.

    ResponderExcluir
  2. No meio ambiente humano os que mais sofrem com os desequilíbrios da ecologia são os mais pobres, no natural, as espécies mais nativas e indefesas, diante da violência desta desnatureza que é um mnodelo desenvolvimentistas a qualquer custo, sem considerar as leis ambientais e o bom senso que garantem o futuro da nossa vida.

    ResponderExcluir
  3. O pior desta radiografia: onde há animais nativos ameaçados de extinção, esta ameaça se expande com certeza também para os recursos naturais que são fundamentais para a sobrevivência da natureza e até da própria vida, como a água.

    ResponderExcluir

Translation

translation