domingo, 8 de abril de 2012

FRANCANA VENCE O MAC EM MARILIA, NÃO SE CLASSIFICA MAS GANHA MAIS RESPEITO

Time de Franca e região adia comemoração do seu centenário para a Copa Paulista

Mais uma vez uma boa performance da equipe fora de Franca, gols do zagueirão Wanderson, do artilheiro Piter e do capitão Felipe Grégori deram vitória à Francana em Marília por 3 X 2, mesmo derrotado em casa o MAC se classificou para a 2ª fase do Campeonato Paulista de Futebol da Série A3, mesmo vencendo, o time de Franca sai fora da competição, mais respeitado do que entrou e na campanha só faltou uma vitória, o que pesou foram os maus resultados no Lanchão, as várias contusões na reta final da classificação e também más arbitragens: ainda nesta última rodada classificatória em Marília, o árbitro Marco Alves da Silva, prá variar, prejudicou a Francana, anulando um gol legítimo do mexicano Victor no rebote de uma falta batida por Píter, porém, a esta altura, um gol a mais de nada valeria, porém, no conjunto do campeonato foram vários erros de arbitragem que influenciaram na desclassificação. É estranho porque o deputado francano Gilson de Sousa é vice-presidente regional da Federação Paulista de Futebol e nada fez para corrigir estes erros crônicos dos árbitros e ele precisa ser questionado pela comunidade sobre isso: a redação do nosso blog Folha Verde News recebeu telefonemas e e-mails de torcedores questionando sobre este grave assunto, que não é discutido pela grande mídia local e regional. De repente, não cabe agora caça às bruxas, mesmo porque a desclassificação do time foi tecnicamente honrosa pelo comportamento dos jogadores sempre em busca da vitória, também pelo desempenho ao longo do campeonato do treinador Wantuil Rodrigues, bem como pelo trabalho da equipe diretiva do presidente Fahim Issa Youssef, como por exemplo, do gerente de futebol, Marcelo Gerolamo, entre outros que ajudaram muito. Entre os apoios, inegavelmente, o destaque foi o convênio com o América Mineiro, que cedeu 40% do elenco, pagando os salários dos atletas, o que representou uma economia de pelo menos 30 mil reais por mês para o clube de Franca. O convênio deve continuar e na prática foi como um patrocínio. Falou mesmo é um patrocinador comercial, valioso foi o apoio da MacBoot, porém vergonhosa a omissão de grandes empresas e setores da economia da cidade e da região. Tanto que o patrocínio para a Copa Paulista deverá ser procurado com empresas e marcas fora daqui...Uma falta de visão dos empresários locais e regionais, levando em conta que o marketing no futebol é o mais econômico e com resultados rápidos de retorno de imagem, vendas e comunicação social, sendo a forma mais popular de divulgar uma marca ou empresa. Faltou apenas um ponto, melhor, uma vitória, para a Francana seguir em frente, mas o que se espera é que toda a comunidade local e regional tenha apreendido com os erros e os limites desta temporada, pois ainda existe uma perspectiva de sucesso em 2012. E isso é bom também para a qualidade de vida da população da cidade e de toda a macrorregião, já que o esporte é um fator de Desenvolvimento Sustentável na atualidade. Os que não percebem isso estão presos ao passado e assim não participarão da criação do nosso futuro. O futuro ainda em breve passa pela comemoração dos 100 Anos (entre outros lances, um jogo com o também centenário América de Minas) e a disputa da Copa Paulista, há ainda um potecial de muita alegrias via o futebol para o povo da cidade e da região. (Padinha) 


 ALGUNS DESTAQUES DO TIME DE FRANCA NO CAMPEONATO PAULISTA DA A3


Destaques negativos foram a má sorte no Lanchão, más arbitragens e pouco apoio das empresas daqui
A equipe mostrou grandes talentos na zaga, no meio de campo e no ataque
Fora de campo, destaques para o trabalho da equipe diretiva e o apoio do América Mineiro
O técnico Wantuil em campo e a empresa MacBoot na comunicação ecológica também se destacaram
Parte do elenco de boa qualidade da Francana,aqui,alguns atletas vindos do América de BH

5 comentários:

  1. Não há nada mais a se acrescentar a esta reportagem comnpleta da equipe do blog de ecologia, cidadania, esportes e atualidades, a não ser as imagens dos gols de Wanderson, Felipe Gregory e do artilheiro Píter, o que procuraremos postar em outras edições do Folha Verde News.

    ResponderExcluir
  2. Na opinião de nossa equipe, o principal problema da Francana foi a falta de patrocinadores comerciais, as empresas da cidade e da região perderam uma chance de um marketing econômico, popular e de bons resultados e ao mesmo tempo, prejudicaram a infra-estrutura do clube, no departamento médico, por exemplo.

    ResponderExcluir
  3. Mesmo com todos os problemas e os desafios, quase sem nenhum apoio da cidade, a não ser o institucional da Prefeitura (Feac) e da grande visão de marketing da MacBoot (campanha de plantio de árvores nativas a cada gol da Francana), mesmo com todos estes limites, a gestão de Fahim Issa Youssef reabilitou as finanças, a imagem, a ética no clube, que agora está preparado para criar o seu futuro, aos 100 anos de vida no futebol do interior do país da bola.

    ResponderExcluir
  4. Merecem um destaque especial o treinador, o preprador físico, o gerente dfe futebol e cada um dos 32 atletas deste grupo da Nova Veterana de 2012 que disputaram com toda dignidade e bastante talento (no caso do goleiro, de alguns zagueiros, meios-de-campo e atacantes): eles têm com certeza seus nomes na história do clube de Franca e do futebol da região, sem dúvida, avançarão como profissionais da bola no Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Mantendoa a atual base e conquistando patrocínios comwerciais, a Francana poderá melhorar a sua estrutura e até disputar o título da Copa Paulista, que lhe garantiria ainda neste ano do centenário participar da Recopa Sul Brasileira e em 2013 da Copa do Brasil.

    ResponderExcluir

Translation

translation