terça-feira, 3 de abril de 2012

LIDERANÇAS DE TODO O PAIS APÓIAM CAMPANHA DO GREENPEACE

Desmatamento Zero recebe apoio de autoridades e de ecologistas como Marina Silva

Assim como aqui no blog de ecologia Folha Verde News e no Facebook, nosso editor Padinha e toda a nossa equipe vem divulgando a iniciativa do Greenpeace desde o primeiro instante, há cerca de um mês, até agora mais de 33 mil brasileiros já aderiram. Personalidades como os atores Marcos Palmeira e Camila Pitanga, além do líder João Stedile, do MST (Movimento dos Sem Terra), e do procurador-geral da República Felício Pontes, do Ministério Público do Pará, também já declararam publicamente seu apoio ao projeto de lei de iniciativa popular pelo desmatamento zero. Na semana passada foi a vez do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. E nesta,  a ex-ministra do Meio Ambiente, ex-Senadora, a ecologista Marina Silva, mostrando que ainda é uma das maiores militantes ambientalistas e uma líder de cidadania no Brasil.
“O Desmatamento Zero é uma forma de contribuir com a sustentabilidade econômica, social, ambiental e cultural. Ter um projeto de lei para o Desmatamento Zero é mais do que um imperativo econômico, social e ambiental. É um imperativo ético. Floresta em pé é uma sinalização de que estamos aprendendo que não dá para separar o homem da natureza. É preciso integrar economia e ecologia”, afirma Marina em depoimento exclusivo para o Greenpeace. Acreana de nascimento, ela pautou sua carreira política pela proteção da Amazônia e de suas populações tradicionais. Não foi à toa que conquistou nada menos do que 20 milhões de votos no primeiro turno das eleições presidenciais, quando foi candidata a Presidente da República pelo PV, em 2010, e trouxe de volta à tona o debate sobre o meio ambiente e adesenvolvimento sustentável. Ela explicou em detalhes a sua posição. No segundo turno das eleições, quando candidata concorrente, a hoje Presidente Dilma Rousseff conseguiu o apoio de parte do eleitorado de Marina Silva sob a promessa de que incorporaria em seus projetos de governo a agenda ambiental. Ela também se comprometeu a vetar novos desmatamentos e a anistia a quem cometeu crimes contra as florestas. Mas até agora nada disso foi cumprido. O Governo manteve-se isento e até ausente no debate sobre o Código Florestal no Congresso, permitindo que ele fosse dominado pela bancada ruralista. O projeto de lei do Desmatamento Zero vem como uma alternativa ao desastroso projeto do novo Código Florestal, considerado um retrocesso por Marina e por lideranças de quase duzentas entidades socioambientais, pois ele praticamente acaba com a proteção das matas nativas.  Já a campanha do Greenpeace é uma iniciativa popular de brasileiro para brasileiro. Preservar o maior patrimônio do país é uma questão também de cidadania, a bem de todos na Nação. Assine e compartilhe com seus amigos. Juntos,todos nós de variados setores e regiões podemos criar um Brasil mais sustentável para as próximas gerações. É o que aqui no nosso blog chamamos de movimento coletivo de criação do futuro da Nação e da própria vida.

Aderindo ao Desmatamento Zero jovens ecologistas em Brasília se manifestaram também
Marina Silva disse que a campanha do Greenpeace ajuda o equilíbrio entre ecologia e economia
Em torno de nascentes, mananciais e rios o Desmatamento Zero é essencial em todas as regiões
Fontes: www.greenpeace.org
             http://folhaverdenews.blogspot.com

5 comentários:

  1. Temos que ajudar o Greenpeace, uma das entidades de maior força no país e em todo o planeta, a levar em frente esta campanha do Desmatamento Zero, e mais ainda temos que buscar formas novas, incentivos e recursos para reflorestar, fazer plantio de árvores nativas, recuperar áreas e matas, para que o potencial da natureza e de vida futura do Brasil se concretize.

    ResponderExcluir
  2. Dentro desta perspectiva, uma iniciativa que se sintoniza legal com o Desmatamento Zero, do Greenpeace, é a campanha da empresa de calçados radicais e esportivos MacBoot, que em Franca faz marketing no futebol do time da cidade, programando o plantio de 50 árvores nativas a cada gol da Francana. Um exemplo de como por tudo quanto é lugar pode haver uma interação entre as pessoas, entidades e empresas de boa vontade.

    ResponderExcluir
  3. Vamos encaminhar este post daqui do nosso blog Folha Verde News à Presidente Dilma, através de Cassiano Pimentel e Gilmar Dominicci, na esperança de que ela também sintonize o Desmatamento Zero e reveja ou vete o novo Código Florestal, tal qual está articulado em Brasília por parlamentares sob o lobby dos ruralistas.

    ResponderExcluir
  4. Aqui está e-mail que recebemos de jornalista que atua no site Ambiente Brasil, informando que o Greenpeace está denunciando hoje exploração ilegal de madeiras em área de assentamento do Incre, no Pará, conhecida como Corta Corda, região do Rio Curuá-Una, cerca de 140km da cidade de Santarém. Faz parte da campanha denunciar estes abusos e problemas.

    ResponderExcluir
  5. O Planeta precisa de todos nós. Estou divulgando a campanha no meu blog http://brunareca.blogspot.com.br/ Espero que cada vez mais gente participe.

    ResponderExcluir

Translation

translation