domingo, 15 de abril de 2012

LUTA CONTRA O DESMATAMENTO TEM APOIO DE CRAQUE DA BOLA

Jogador Kaká adere à campanha pela lei do Desmatamento Zero no ainda país da natureza
A informação nos chega através de Nathália Clark, falando sobre mais esta adesão à campanha do Greenpeace pelo Desmatamento Zero no Brasil:  número um no ranking dos brasileiros mais seguidos no Twitter, o jogador de futebol Kaká, que atua no clube Real Madri, da Espanha, é uma das mais de 75 mil pessoas que já assumiram querer o Desmatamento Zero. O atacante do Real Madrid, voltando a atuar nesta temporada após grave contusão no púbis, publicou em sua página na rede social da Internet que apóia a campanha pela preservação das florestas, já tendo também  assinado a petição pela lei de iniciativa popular. Um golaço para o time brasileiro da ecologia. "O país da natureza se não cuidarmos melhor nós mesmos acabará virando da...desnatureza", comenta o ecologista Padinha, editor do blog Folha Verde News, que também abre espaço a esta campanha, considerada da maior importância para a luta pelo Desenvolvimento Sustentável  - o uso consciente dos recursos naturais - algo que ajuda também avanaçr a qualidade de vida da população e a própria criação do futuro de nossa vida.
Kaká foi alertado sobre a campanha do Greenpeace por um dos programas mais famosos da TV espanhola, o El Intermédio. Dono de uma lista de dar inveja a qualquer twitteiro de plantão, com mais de 9,6 milhões de seguidores, o jogador foi citado no programa para se juntar à luta de seus conterrâneos. O El Intermedio vai ao ar toda semana de segunda a quinta, em horário nobre, com audiência em torno de um milhão de telespectadores. No programa de maior audiência desta semana, os apresentadores chamaram os espectadores a enviar mensagens ao Twitter do Kaká a fim de convencê-lo a assinar. Não foi preciso esperar muito tempo. Antes mesmo de terminar a semana, o jogador honrou sua cidadania e assinou pela proteção da maior floresta tropical do mundo, a Amazônia brasileira.

O objetivo também é, através da influência do jogador, chamar todos os brasileiros que vivem na Espanha – além dos que o acompanham daqui mesmo – a se unir a ele. “Se conseguimos o apoio do Kaká para a lei do Desmatamento Zero com certeza muitos brasileiros também apoiarão, a proposta será levada ao Congresso, e poderemos salvar a Amazônia”, disseram os apresentadores, que estavam acompanhados de ecologistas ligados ao entidade que promove a campanha. Eles citaram ainda o projeto do novo Código Florestal que tramita no Congresso, que deve ser rediscutido nos próximos dias e que pode destruir cerca de 700 mil km² de floresta, liberando-a à indústria madeireira e ao agronegócio predatório e criminoso. Eles lembraram que a mudança na lei ambiental elevaria as emissões do país em até 29 gigatoneladas de CO2, e levaria à extinção mais 100 mil espécies florestais.
Além de Kaká, Marina Silva, Camila Pitanga,  Marcos Palmeira, Maria Paula, dezenas de artistas e até políticos como Fernando Henrique Cardoso, além de cientistas e lideranças socioambientalistas aderiram à campanha verde, até agora mais de 75 mil brasileiros e brasileiras já aderiram à esta luta pelo Desmatamento Zero na Amazônia, ininciando uma nova fase na vida da Nação em termos de proteção da nossa natureza. Assine você também, entrando no site do Greenpeace.


Um gol do jogador Kaká pela ecologia do Brasil, fortalecida por esta campanha

A campanha Desmatamento Zero do Greenpeace na contramação da destruição das florestas

O controle do desmatamento salva as reservas de água na Amazônia e em todo o Brasil

Fontes: http://www.greenpeace.com.br/
             http://folhaverdenews.blogspot.com/































.

4 comentários:

  1. Uma luta importante para a cidadania (tomando a frente pela ecologia, já que os políticos...): esta campanha do Greenpeace e a adesão de Kaká valoriza o esforço de variados ecologistas, cientistas e líderes de cidadania de todo o país.

    ResponderExcluir
  2. Por aqui na macrorregião, uma campanha ecológica, também ligada ao futebol (no caso, a Francana) foi feita pela empresa MacBoot, que fabrica calçados radicais para trilhas, programando o plantio de 50 árvores nativas a cada gol do time no campeonato paulista da A3: 1.500 mudas nativas serão plantadas na divisa entre SP e Minas em breve.

    ResponderExcluir
  3. As iniciativas da sociedade civil, das entidades ecológicas como o Greenpeace, agora mais uma vez,de algumas empresas, de artistas, ecologistas, cidadãos e cidadãs obrigam aos políticos a avançarem suas posições neste problema do desmatamento e desequilíbrios no meio ambiente, que comprometem até mesmo o futuro da Nação e da vida.

    ResponderExcluir
  4. Você pode ajudar uma grande mudança, entre no site do Greenpeace e faça sua adesão à campanha Desmatamento Zero, assinando também a petição para que ela vire uma lei de iniciativa popular no Brasil: www.greenpeace.com.br

    ResponderExcluir

Translation

translation