quarta-feira, 4 de abril de 2012

TIME TEM DESFALQUES E DESAFIO MONSTRO DE FAZER 6 RESULTADOS NO DOMINGO

Como é Páscoa de repente a ressurreição do futebol de Franca abençoa a Nova Veterana

O técnico Wantuil Rodrigues tem vários desfalques, alguns atletas no Departamento Médico, outros com terceiro cartão amarelo, nesta semana vem tentando encontrar a melhor alternativa para montar a Francana para o desafio monstro deste domingo às 10h em Marília, na última rodada classificatória do Campeonato Paulista da Série A3: o time de Franca numa rodada só vai ter que "fazer" 6 resultados de uma só vez, vencer o seu jogo contra um rival histórico e torcer por mais cinco resultados favoráveis de equipes que também lutam ainda por uma vaga no G8, grupo das 8 melhores que irão disputar a segunda fase da competição, em busca de 4 vagas na Série A2. Torcendo contra Barretos, Juventus, Sertãozinho, Itrapira e São Bento, que também fazem partidas de decisão no mesmo dia e horário, o gerente de futebol Marcelo Gerolamo afirmou que "mesmo desfalcado e deprimido com os pontos perdidos em casa, o grupo está se refortalecendo e na esperança ainda duma virada na última hora, como já aconteceu com a Francana nesse campeonato". Por exemplo, a começar da ausência por contusão do goleirão Jordan, os problemas continuam com os alas titulares contundidos (Diniz, Jailson, Leandro, Wesley), o treinador poderá usar meias nas laterais (Marlon e Jhuan já mostram talento também nessa função), o volante e líder Geovane Lages poderá ter a companhia do meio de campo de jovens jogadores também oriúndos do América Mineiro, Elivelton, Washington; com Rangel  também contundido, Tales (mais técnico) talvez possa ter a chance de atuar na articulação de jogadas, o artilheiro Píter estará no comando do ataque ao lado do Pavão (jogador de mais força) porque Carlos Júnior, o Faísca, "garçon" dos lances de gol da equipe, também voltou a sentir a contusão: nessa situação de emergência que se vê a importância de um elenco, que foi o cuidado do Presidente Fahim ao negociar com o América e BH e vários jogadores de empresários, matendo um grupo numeroso: "O campeonato da A3 é muito intenso e todo clube sofre muitas baixas com a sequência de dois jogos por semana direto, pelo menos nosso técnico tem opções nma situação-limite como de agora".A conclusão é que apesar dos pesares, dos desfalques e do desafio monstro, a luta ainda é por uma classificação e busca da A2 neste ano do Centenário da Associação Atlética Francana. Nessa situação-limite, o clube pode até estar na UTI mas com toda esperança de nova vida. Nova vida é por sinal o sentido principal da Páscoa (veja a outra matéria aqui hoje no nosso blog), Páscoa,  o feriado religioso deste domingo em que poderá renascer a Nova Veterana, exatamente na data em que os cristãos celeram a ressurreição de Jesus. Isso poderia reanimar o povo da cidade e de toda a região. E este é o sentido maior das orações dos jogadores e das pessoas mais próximas do grupo que buscam reverter a eliminação, a morte, por uma vitória consagradora e uma soma de outros resultados que possam dar nova vida à Veterana, com 100 anos de luta no futebol do interior do país da bola.  Eu também ainda acredito nesta renovação da esperança com todo respeito ao sentido maior esta data e até, um renascimento da sofrida Francana poderá exemplificar para o povo o sentido maior da Páscoa, no jogo da vida. (Padinha)

A força extra da Francana é a equipe vivenciar o sentido de ressurreição da Páscoa
 Fontes: www.futebolinterior.com.br
              http://folhaverdenews.blogspot.com

3 comentários:

  1. No futebol e em todos os setores da vida, fatores como energia espiritual, fé, crença, determinação podem fazer a diferença: a coincidência desta situação-limite da Francana com o sentido da Páscoa fortalece a esperança de uma virada do time, o que daria grande alegria e vida nova à cidade e toda uma região daqui do interior.

    ResponderExcluir
  2. Não precisa ser profeta para visualizar por antecipação as dificuldades gigantescas que a Francana terá no domingo, feriado da Páscoa, tendo que vencer em Marília (onde há 10 anos perdeu o título da Série A2) e ainda por torcer por 5 outros resultados, tambémn difíceis: nestas horas, uma força-extra de um grupo pode até mudar a realidade.

    ResponderExcluir
  3. A tática especial dos jogadores, pessoas mais próximas e parte da torcida que ainda acredita numa classificação da Francana, está em orar e lutar até a última chance de isso acontecer, vivenciando no dia a dia o sentido maior de renovação da vida, que tem a Páscoa, de verdade, além do consumo de ovos de chocolate.

    ResponderExcluir

Translation

translation