quarta-feira, 22 de maio de 2013

BRASILEIRO DESCOBRE TESOURO NOS ESCOMBROS DO TORNADO DE OKLAHOMA

Em cada esquina tem gente se mostrando solidária, diz Sandro Sampaio em matéria da BBC
Pablo Uchoa, da BBC em Washington (USA) relata hoje como o esportista brasileiro Sandro Sampaio sobreviveu ao tornado se escondendo em um abrigo: instrutor de jiu-jitsu, ele que vive e trabalha na cidade de Moore, subúrbio de Oklahoma, nos Estados Unidos, reconhece que teve sorte ao sobreviver ao tornado que arrasou toda aquela região na segunda-feira. Aos 32 anos, ele se protegeu no abrigo de um amigo durante a ventania. Foram menos de 30 minutos até que o alarme parasse de tocar, mas durante todo esse tempo, relatou, "podia ouvir o vento varrendo tudo". "A gente estava pensando que ia morrer". O brasileiro diz que pensou em oferecer o espaço de sua academia para acolher agora aos  desabrigados, mas o edifício está sem luz e a disponibilidade de água é limitada. "Em cada esquina tem gente colocando banquinha, oferecendo água, oferecendo ajuda", contou, dizendo que foi nessa tragédia que na prática ele descobriu o valor e a beleza da solidariedade humana. "A cidade está abalada. Tornado era coisa normal para mim, mas esse foi um choque, com ventos de até 320 quilômetros devastando grandes áreas", conta Sandro Sampaio. Após fazer um voo de reconhecimento em uma faixa de mais de 30 quilômetros, a governadora do Estado de Oklahoma, Mary Fallin, descreveu as áreas atingidas como não mais que um conjunto de "paus e tijolos". "Ela se esqueceu de dizer que no meio dos escombros e destroços havia poré muito sinal de vida, no caso, os gestos e ações de solidariedade da população aingida", comenta por sua vez o editor de conteúdo aqui no blog Folha Verde News, completando a idéia de Sandro Sampaio: "Realmente, a solidariedade é uma grande riqueza, humaniza nossa vida e daí, abrimos aqui este webespaço da ecologia e da cidadania para o quer aconteceu com Sandro Sampaio, foi um tornado naquela região mas uma grande descoberta no interior deste brasileiro que sobreviveu lá para contar esta história".

O esportista brasileiro Sandro Sampaio sobreviveu ao tornado de Oklahoma e...

...nos escombros da cidade e região descobriu a o valor da vida e da solidariedade

O saldo total dos feridos já chegou a 240, incluindo 70 crianças, houve cerca de 30 mortos
Enquanto os bombeiros ainda procuravam os desaparecidos entre os escombros, a polícia na região de Moore pedia aos curiosos e sobreviventes que evitassem sair de casa para não atrapalhar a circulação das equipes de resgate ou correr algum risco. "Mas muita gente queria é ajudar uns aos outros", disse Sandro Sampaio. Ele relatou que "na rua logo atrás da minha academia, não tem casa, as casas das pessoas foram levadas; eu passei na frente do salão onde eu corto o cabelo e não tem mais salão; o posto de gasolina também não tem mais; e nem o cinema e nem um lugar de boliche". Um policial orientou Sandro a colaborar com a Cruz Vermelha, que desde a tragédia vem recebendo dezenas de voluntários que aparecem espontaneamente em Oklahoma. O brasileiro diz que desde a passagem do tornado continua dormindo em sua casa, que permanece sem luz nem energia. Para tomar banho, vai à casa de pessoas amigas. O contato por telefone ainda é difícil, mas Sandro já recebeu ligações de 35 dos cerca de cem alunos que frequentam a sua academia. Se falar com os amigos em Oklahoma é difícil, a comunicação com o Brasil é ainda mais trabalhosa, diz Sandro. Ele diexa um recado que está bem para seus familiares e amigos do Brasil, reafirmando à BBC que nos escombros da tragédia de Oklahoma encontrou o tesouro da solidariedade.

Fontes: BBC
             http://folhaverdenews.blogspot.com

5 comentários:

  1. Realmente, o relato do esportista brasileiro Sandro Sampaio ao repórter Uchoa da BBC emociona, ele fala da solidariedade não só das equipes de resgate da Cruz Vermelha, mais uma vez, mas também dos voluntários que se multiplicaram como um sinal de vida nos escombros de mais uma tragédia nos States.

    ResponderExcluir
  2. E esta descoberta de Sandro nos escombros de Oklahoma foi o enfoque que escolhemos aqui no webespaço da ecologia e da cidadania para relatar uma síntese de mais esta tragédia nos Estados Unidos.

    ResponderExcluir
  3. Por sinal, na mesma segunda-feira em que acontecia este tornado em Oklahoma, por aqui na nossa macrorregião, entre o nordeste paulista e o sudoeste mineiro, bem no centro sul do interior do Brasil, também estava ocorrendo um encontro entre uma grande massa de ar quente com outra de ar frio, mas aqui o choque foi menor e não aconteceu a tragédia, graças a Deus e à nossa natureza.

    ResponderExcluir
  4. "É bom que nos grandes acontecimento ou mesmo nos pequenos fatos do nosso dia a dia a gente tire um saldo positivo em tudo o que acontece, comovocês estão fazendo aí no blog ao enfocar a tragédia de Oklahoma", nos mandou mensagem por e-mail o internauta Luís Armando Nogueira, via computador de uma fazenda na região de Goiás.

    ResponderExcluir
  5. A (re)descoberta da solidariedade foi o rescaldo positivo nesta tragédia.

    ResponderExcluir

Translation

translation