quinta-feira, 5 de setembro de 2013

NO DIA DA AMAZÔNIA A GENTE PERGUNTA: ELA TEM FUTURO?



Se os índios e o povo nativo sobreviverem, haverá futuro amazonense, diz Padinha

Para debater esse tema abrimos o webespaço daqui do nosso Folha Verde News  para um texto de Flávio Nogueira, que concentra a sua análise da realidade atual da Amazônia sob o enfoque da sua população: “Com certeza, em síntese, o que podemos argumentar com certeza é que a natureza de toda a região amazonense só irá sobreviver, se os índios e os povos da floresta sobreviverem”, comenta aqui o editor do nosso blog de ecologia e cidadania, o repórter e ecologista Antônio de Pádua Padinha. Ele convida você internauta a refletir sobre isso. “A ruptura do ecossistema e o desmatamento estão prejudicando não apenas as plantas e os animais, mas também os seres humanos. Cerca de 300.000 índios, o remanescente dos 5.000.000 que outrora habitavam a região amazônica brasileira, ainda vivem integrados ao seu meio ambiente florestal. Os índios são cada vez mais perturbados por madeireiros, garimpeiros, mineradores e outros, muitos dos quais consideram os índios como “obstáculos ao desenvolvimento”.  Há também os caboclos, uma gente rija de ascendência branca e indígena, cujos antepassados se instalaram na Amazônia uns 100 anos atrás. Morando em casas sobre palafitas às margens de rios, talvez nunca tenham ouvido a palavra “ecologia”, mas eles vivem da floresta sem destruí-la. No entanto, o seu dia-a-dia está sendo afetado pelas ondas de migrantes de vários lugares do país e do planeta que invadem o seu habitat. De fato, em toda a floresta amazônica, o futuro de uns 2.000.000 de colhedores de castanhas, seringueiros, pescadores e outros nativos, que convivem harmoniosamente com os ciclos da floresta e o regime das águas, é incerto. Muitos acreditam que os esforços de preservação das florestas deviam ir além de proteger pés de mogno ou peixes-boi. Deviam proteger também os habitantes humanos das florestas, em especial os nativos dali”. (Flávio Nogueira)

Com uma gestão sustentável a Amazônia poderá ajudar o país e ser preservada

Mas é fundamental que os índios e todo povo nativo sobreviva para cuidar dela...
 
             http://folhaverdenews.blogspot.com

4 comentários:

  1. Os cientistas, ecologistas e lideranças de cidadania não querem que a Amazônia seja intocável como um sacrário, mas que haja uma gestão sustentável que ajude o desenvolvimento do país porém protegendo a ecologia dos seus recursos naturais fora do comum e a vida dos povos da floresta.

    ResponderExcluir
  2. Os argumentos de Flávio Nogueira são os mais lúcidos e contemporâneos, preservar a floresta no seu ecoequilíbrio o que inclui a proteção e a sobrevivência dos índios e dos povos nativos que ainda ali restam, eles ajudam a manter vivo o ecossistema todo em cada lugar.

    ResponderExcluir
  3. Parece lugar comum ou óbvio este argumento do autor do texto, referendado também pelo nosso editor, o repórter e ecologista Padinha, mas na reralidade, as autoridades governamentais e parte da população não têm esta visão sobre a Amazônia, um enfoque socioambiental, a floresta sobrevive se os povos da floresta sobreviverem, inclusive, os humanos...

    ResponderExcluir
  4. Caso vc tenha alguma informação, opinião ou comentário (ainda mais que hoje é o Dia da Amazônia) envie seu e-mail para o nosso webendereço navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir

Translation

translation