terça-feira, 1 de outubro de 2013

REFLORA É O NOME DE HERBÁRIO VIRTUAL DO BRASIL LANÇADO AGORA

São mais de 420 mil imagens de plantas brasileiras num superarquivo de valor ecológico

"Algumas são plantas medicinais, outras decorativas, muitas ainda desconhecidas, todas têm função importante no meio ambiente, outras tantas, vêm sendo destruídas no dia a dia da violência, crescendo cada vez mais, mas esta iniciativa pelo menos resgata o seu valor, a sua beleza, esperamos que estas plantas e flores sobrevivam e no futuro não sejam apenas uma memória virtual do que então teria sido nossa natureza",  comenta qui no blog Folha Verde News, o repórter e ecologista Padinha, editor deste blog, divulgando hoje um resumo da reportagem de Akemi Nitahara, postada no site de assuntos socioambientais EcoDebate e na Agência Brasil. Tudo começou em em dezembro de 2010, quando o JBRJ, Jardim Botânico do Rio de Janeiro recebeu do CNPq a missão de construir um herbário virtual para abrigar as imagens de plantas brasileiras que estão depositadas em herbários de outros países, criando em uma instituição pública brasileira a capacidade de armazenar e fornecer dados de qualidade sobre a nossa flora. O Reflora esta sendo construído com intuito de permitir que taxonomistas trabalhem de forma semelhante ao que já fazem nos acervos físicos, com acesso à imagens em alta resolução em uma plataforma online que permitirá a consulta, reidentificação e tipificação das amostras por especialistas, além de outras funcionalidades. Vale mencionar ainda, que os curadores das instituições parceiras irão receber relatórios do sistema e poderão fazer atualizações no herbário "físico". Este sistema inovador foi lançado com imagens dos acervos RB, K e P disponíveis para atualização e estudo por parte dos mais de 500 taxonomistas que já atuam na Lista de Espécies da Flora do Brasil. A cada semana o número de amostras disponíveis no Herbário Virtual Reflora será ampliado e esperamos chegar ao final de 2014 com um milhão de imagens para acesso tanto da comunidade botânica, quanto do público em geral. Futuras parcerias já estão sendo firmadas com instituições nacionais e internacionais com o intuito de repatriar o maior número possível de espécimes do exterior e colocar online os herbários brasileiros. Caso você seja um taxonomista de formação ou queira ser um colaborador do Herbário Virtual Reflora envie uma solicitação para o e-mail reflora@jbrj.gov.br



Algumas plantas brasileiras são medicinais....

...outras, embelezam o meio ambiente e a vida






Reflora
O projeto Reflora resgata um pouco da ecologia do Brasil


Já está disponível para consulta o acervo virtual de 420 mil imagens em alta resolução, além de dados de amostras de plantas brasileiras levadas para o exterior por cientistas e naturalistas que estudaram a flora brasileira nos séculos 18 e 19 do site Plantas do Brasil: Resgate Histórico e Herbário Virtual para o Conhecimento e Conservação da Flora Brasileira (Reflora). O Reflora foi lançado agora oficialmente e este trabalho é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com execução do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ), em parceria com o Kew Royal Botanic Gardens, no Reino Unido, e o Muséum National d’Histoire Naturelle de Paris. A presidenta do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Samyra Crespo, explica que, além de facilitar o trabalho de pesquisadores, que terão acesso irrestrito ao material, o Reflora também contribui para a catalogação das plantas do país, prevista para estar terminada em 2020, como determina a Convenção da Diversidade Biológica (CDB), tratado da Organização das Nações Unidas (ONU) estabelecido durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento feita no Rio de Janeiro em 1992, a Eco 92.
“Não só porque o Reflora é um produto do Jardim Botânico com seus parceiros e que mostra a capacidade que nós temos hoje de ajudar o Brasil e cumprir as suas metas na Convenção da Diversidade Biológica, mas ele consolida uma identidade institucional, que é a de ser um instituto de pesquisa que deseja ser protagonista na conservação da biodiversidade brasileira e internacional e cada vez mais cumprir o seu papel de estar com relevância na comunidade científica internacional”. A coordenadora do Projeto Reflora, Rafaela Campostrini Forzza, explica que o Kew Royal Botanic Gardens e o Muséum National d’Histoire Naturelle de Paris foram escolhidos para as primeiras parcerias por terem as maiores coleções brasileiras e também por terem afinidade histórica com o Jardim Botânico. Ela diz que o trabalho começou em 2010, com o objetivo de repatriar amostras depositadas em herbários europeus.
“Na época em que os naturalistas passavam pelo Brasil, a gente não tinha museus aqui com capacidade de armazenar, então levaram para o único lugar onde existiam cientistas trabalhando e catalogando a flora do Novo Mundo. Agora o que a gente está fazendo é repatriando as imagens desses espécimes de volta para o Brasil”. De acordo com Rafaela, estão para ser firmados acordos com os herbários de Viena, Nova York e do Missouri. Os próximos a serem incluídos são os de Bruxelas e Munique, além de outros catálogos do Brasil. “Ter os espécimes ajuda a gente a saber o que falta descrever. É por comparação, você precisa ter à mão tudo o que já foi feito para saber o que falta. Nossos estudos têm mostrado que o Brasil tem a maior biodiversidade de plantas do mundo. O Reflora é um passo importante para catalogar todas, mas ainda tem muito serviço pela frente”. O catálogo de plantas brasileiras tem cerca de 44 mil espécies e, de acordo com a pesquisadora, a estimativa é que faltem entrar entre 5 mil e 10 mil espécies novas de plantas com flores. A representante do Kew Eimear Nic Lughadha explica que, desde 1998, a instituição estuda formas de fazer essa repatriação. Agora, com a parceria, finalmente o trabalho conseguiu atingir a escala necessária. “Primeiro, é nossa obrigação aumentar o acesso ao material que a gente tem, que a gente tentava fazer de várias maneiras em escala menor. Agora, com o Brasil, estamos tentando fazer de uma maneira mais apropriada à quantidade de biodiversidade que o Brasil tem, pois o Brasil tem entre 10% e 20% da biodiversidade do mundo”. De acordo com ela, o herbário de Kew tem entre 250 mil e 400 mil amostras brasileiras. “Não dá para ter certeza, até o fim do ano vamos ter 80 mil já feitos, e temos duas vezes mais para fazer, ainda vamos demorar três anos. O material brasileiro está misturado, a organização não é geográfica, é por catálogo taxonômico. Temos que levantar o herbário inteiro”. Para Eimear, a experiência também ajuda a atualizar o acervo da instituição, além de servir de modelo para outros projetos de compartilhamento do material de consulta, além de ser um resgate histórico do valor e da beleza das plantas do Brasil.

A gente luta para que a nossa natureza sobreviva e não seja só um arquivo online

 Fontes: Agência Brasil
               www.ecodebate.com.br
               http://www.herbariovirtualreflora.jbrj.gov.br

               http://folhaverdenews.blogspot.com

5 comentários:

  1. Vamos à luta para que nossa natureza não seja só um arquivo online, de toda forma, este projeto Reflora é um resgate do valor ecológico das plantas e das flores do Brasil, alertando sobre a função que a nossa flora tem para o equilíbrio da vida, bem como a sua utilização medicinal ou farmacológica, histórica, cult.

    ResponderExcluir
  2. A gente aqui que vai à luta direto pela proteção da ecologia e para estimular a cidadania com os posts deste blog, queremos nesta nossa postagem cumprimentar esta iniciativa do Jardim Botânico do Rio de Janeiro e o CNPq do governo federal, ao mesmo tempo que divulgamos as propostas do Reflora, de grande importância agora no Século 21, em busca também da não-violência contra a natureza e toda vida.

    ResponderExcluir
  3. Este projeto Reflora começou em em dezembro de 2010, quando o Jardim Botânico recebeu do CNPq a missão de construir um herbário virtual para abrigar as imagens de plantas brasileiras que estão depositadas em herbários de outros países, criando em uma instituição pública brasileira a capacidade de armazenar e fornecer dados de qualidade sobre a nossa flora, de tanto valor e de tanta beleza.

    ResponderExcluir
  4. Mande vc tb a sua informação, comentário, opinião, crítica, sugestão ou mensagem para o e-mail do nosso blog - navepad@netsite.com. br - ou também para o e-mail deste superaquivo virtual: reflora@jbrj.gov.br

    ResponderExcluir
  5. Ecologia não são somente flores, plantas, animais e verde, mas a internauta argumenta sobre isso e conclui: "Mas para nós chegarmos a um desenvolvimento sustentável, o respeito à natureza é fundamental, ele deveria controlar e equilibrar os interesses econômicos e toda nossa vida". (Maria Cristina, bióloga, Bauru, SP).

    ResponderExcluir

Translation

translation