segunda-feira, 18 de novembro de 2013

JOVEM CRIA APLICATIVO QUE MANDA E DELETA MENSAGENS INSTANTANEAMENTE

Reportagem na BBC fez Evan Spiegel se tornar conhecido em todo mundo entre os internautas


O Snapchat é um aplicativo muito popular para smartphones que permite aos usuários se comunicarem por fotos e mensagens. O diferencial do novo app é que tudo é apagado automaticamente segundos depois. O aplicativo foi lançado em setembro de 2011 e Spiegel não fornece todos os números e informações do seu invento. Mas, em uma palestra no Reino Unido, ele disse que um quarto de todos os smartphones em funcionamento neste país, cerca de 7 milhões de celulares, já teriam baixado o Snapchat. Spiegel afirma que a ideia de "mídia efêmera", interações sociais que não deixam rastros on-line, é muito forte. No entanto, segundo ele, foi difícil espalhar essa ideia no começo. Alguns podem pensar que outros estudantes de Stanford podem ter servido de cobaia, mas Spiegel conta até com humildade que "todo mundo em Stanford hoje está fazendo ou tentando fazer um aplicativo". Por essa razão, Spiegel não pôde contar com a ajuda dos seus ex-colegas de faculdade. Foi nas escolas secundárias que o aplicativo decolou, no começo de 2012, com adolescentes rapidamente aprendendo que esse app era melhor do que as redes sociais para falar com as pessoas sem a intromissão alheia. Este padrão levou a duas suposições sobre o Snapchat: que seria usado para mensagens de teor sexual (envio de fotos explícitas entre adolescentes) e que o aplicativo é uma grande ameaça ao Facebook. Não se limita a isso e nem chega a tanto.Evan Spiegel mostrou que já tem prática na diplomacia para lidar com as duas questões. "É realmente fácil pular para esta conclusão", disse ele a respeito das mensagens sexuais. Dados sugerem que o Snapchat é usado o dia inteiro, em vários contextos e parte do tráfego de msm é entre mulheres”. Quando à segunda questão, o Facebook assustou os mercados na semana passada quando revelou que adolescentes estão passando menos tempo na rede social, por causa do Snapchat. Mas, quando Spiegel é perguntado se o Snapchat está tirando fatias do mercado desta rede social, ele responde que "nós realmente admiramos o que o Mark Zuckerberg já fez e está fazendo" e acrescenta: "Há muito espaço para as duas formas de comunicação".
Um estudo recente da consultoria Enders Analysis mostrou que o impacto de aplicativos de mensagens como o Snapchat e também um outro, o Whatsapp, no Facebook pode ter sido exagerado. A pesquisa mostrou que mais de 8 milhões de pessoas usam aplicativos de envio de mensagens na Grã-Bretanha. Neste universo, cerca de metade de todos os usuários entre 16 e 24 anos usam os novos aplicativos diariamente.
Mas o levantamento também revelou que o Facebook ainda é dominante neste grupo de idade, com 70% usando a rede social no smartphone todos os dias.

Símbolo Snapchat (Divulgação)

Este tipo de ideia com este tamanho de público sempre atrai o interesse de predadores. YouTube e Instagram foram engolidos pelo Google e Facebook, respectivamente, quando tinham apenas um ano de idade. Quando sugeri que o Facebook pode tentar comprar o aplicativo, Spiegel e seus assessores deram uma risada nervosa e ele insistiu em que iria continuar independente. Depois, veio a confirmação de que o Snapchat tinha mesmo rejeitado a oferta de US$ 3 bilhões do Facebook. Mas, não será surpreendente se outra pessoa ou empresa aparecer com outra oferta milionária em breve. E talvez, no mundo efêmero dos novos aplicativos de mensagens, o próprio Evan Spiegel confessa que talvez seja mais conveniente agarrar a próxima oferta antes que a moda acabe. Ou inventar logo mais outros novos lances de tecnologia celular.

Cada vez mais novos talentos se revelam na Internet como Spiegel, criador do Snapchat

 Fontes: BBC
              www.uol.com.br
              http://folhaverdenews.blogspot.com

5 comentários:

  1. No Brasil, este app criado por Siegel é hoje o 5º mais baixado de sua categoria nas lojas virtuais do Android e do iOS, de acordo como site App Annie. O que diferencia o Snapchat dos demais aplicativos de mensagens é que o conteúdo trocado entre usuários só pode ser visto uma vez e por um tempo limitado --que é determinado pelo remetente e pode ser de até 10 segundos. Depois desse período, a foto, o vídeo ou a mensagem de texto enviados ficam inacessíveis e são excluídas do celular.

    ResponderExcluir
  2. Pela sua rapidez e pelas mensagens serem destruídas no máximo em 10 segundos depois de recebidas, o Snapchat tem sido usado muito por adolescentes e jovens namorados compartilhando fotos e textos sensuais, mas o app pode ser útil também para atividades rotineiras e empresariais.

    ResponderExcluir
  3. Spiegel defende que dados digitais sejam deletados com a mesma rapidez que são enviados e não somente para troca de mensagens ou fotos sensuais: "Seria melhor para todos se tudo fosse apagado por padrão e fossem salvas somente as coisas que são importantes para nós", diz. "Neste momento, a maioria das empresas são focadas em salvar tudo e, em seguida, escrever uma tonelada de software para organizar tudo e esperar encontrar as coisas que são importantes mais tarde", avalia. Ele explica que o Snapchat pode economizar tempo e agilizar a vida dos usuários de smartphones: "Vai de cada um saber usar o recurso".

    ResponderExcluir
  4. Mande sua informação ou mensagem sobre esta pauta sobre o Snapchat, novos talentos da tecnologia e outros lances aqui discutidos para o e-mail do nosso blog: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  5. "O Snapchat vale não tanto pelo sexting mas principalmente prá economizar memória no celular, as mensagens e fotos mais rotineiras a gente deve mesmo usar e jogar fora, agilizando o dia a dia": é o comentário que recebemos aqui no e-mail do blog, enviado por Marília Pena, de Brasília.

    ResponderExcluir

Translation

translation