segunda-feira, 9 de junho de 2014

EXOESQUELETO MILIONÁRIO, CIENTÍFICO E HISTÓRICO NO SHOW DE ABERTURA DA COPA NA ARENA DO CORINTHIANS


O chute inicial da Copa será dado por um exoesqueleto que pode revolucionar a neurociência, a medicina e a vida, avançando a realidade dos paraplégicos que sonham voltar a andar

Em 12 de junho, abrindo a Copa do Mundo da Fifa de 2014 na Arena Corinthians em São Paulo vai acontecer no show de abertura por volta das 16h algo que a revista Superinteressante chama de o maior espetáculo científico desde a caminhada do homem na Lua, feita pelo astronauta dos USA Neil Armstrong a 20 de julho de 1969. A mesma publicação, no entanto, faz na manchete da reportagem um questionamento: milagre ou truque?...Por sua vez, os sites Planeta Sustentável e também o da revista Exame da Abril também destacam este acontecimento dentro do show de abertura da Copa no Brasil. Em termos musicais, terá um encontro entre Jennifer Lopez, o rapper Pitbull e a cantora brasileira Cláudia Leite, além de apresentações cults de danças e ritmos nativos do nosso país, claro, samba também. Mas é mesmo a pesquisa do médico e cientista Miguel Nicolélis, através da performance de uma pessoa paraplégica dentro de um exoesqueleto, saindo da cadeira de rodas e andando e chutando a bola da Copa, que poderá destacar neste evento esportivo mundial a ciência do país da bola. Dizem que os olhares do mundo inteiro estarão voltados para o Brasil  –  mais especificamente para o estádio do Corinthians, a nova Arena de Itaquera em São Paulo. Os torcedores  de futebol de uns 200 países estarão ansiosos para assistir ao primeiro jogo da Copa do Mundo e muita gente de todo o planeta verá ao vivo ou depois nos telejornais ou na Internet online um dos mais recentes progressos tecnológicos conquistados hoje em dia. E este avanço soma esforços de pesquisadores de variados lugares da Terra, é a soma de várias pesquisas que vão se completando para ter como ápice (Deus queira que tudo dê certo) na apresentação do trabalho do neurocientista brasileiro e paulistano Miguel Nicolelis, que desde 2003 estuda como fazer um exoesqueleto digital e mecânico ser capaz de devolver os movimentos para pessoas com limitações físicas. “A performance da nova neurociência vai repercutir no mundo inteiro, talvez, mais do que quando no show de abertura de uma das Copas anteriores de repente um astronauta apareceu suspenso voando no campo de futebol no rítmo da música, cena de Steven Spielberg; é que esta performance agora no Brasil poderá significar uma esperança para muita gente que não consegue andar ou tem limites de movimento, isso, em todo o mundo”, comenta por aqui no blog da ecologia e da cidadania o repórter e ecologista Antônio de Pádua Padinha, editor de conteúdo do Folha Verde News: “Tem parte da mídia nacional e internacional mais preocupada em saber como o cientista brasileiro gastou neste seu invento os 33 milhões de reais destinados ao projeto pelo governo brasileiro, mas ligar o cérebro de uma pessoa a computadores vai iniciar uma revolução na neurociência e aí avanços futuristas e até esotéricos como a telepatia ficarão mais próximos de serem realizados, a bem da medicina e da qualidade de vida humana”, diz Padinha.


The Walk Again Project, a super performance do neurocientista do Brasil Miguel Nicolelis

 
 

Este experimento científico do brasileiro Nicolelis e mais a....
...referência ao Tatu Bola em extinção na natureza do país do futebol: grandes momentos da Copa?

Orkutdel.icio.us A ideia do pesquisador é a de criar uma estrutura que envolve o membro paralisado do usuário – no caso, as pernas – se movimentando a partir de comandos dados pelo próprio cérebro da pessoa a um sistema acoplado de computação. O projeto está se concretizando agora, graças à iniciativa The Walk Again – uma parceria entre instituições de pesquisa dos EUA, Suíça, Alemanha e Brasil, que mobilizou mais de 100 cientistas, comandados por Nicolelis e uma verba milionária em se tratando de pesquisas brasileiras (33 milhões de reais, governamentais), com a expectativa de usar a exposição de mídia mundial da Copa. O exoesqueleto será apresentado ao vivo durante o show de  abertura da Copa do Mundo, mas depois do evento esportivo continuará rendendo bons frutos para o Brasil: três unidades do equipamento serão trazidas da Europa para São Paulo, para serem usadas na Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). “Tive a oportunidade de ver um ensaio de vídeo mostrando o experimento do Dr. Nicolelis andando pela primeira vez dentro do exoesqueleto e realmente a performance deverá ser fora do comum, extraordinária no seu impacto e no seu alcance científico”, comenta ainda o ecologista Padinha daqui do Folha Verde News.  São só seis passos, mas que têm muito valor para quem estava condenado a não andar nunca mais, diz o site da Abril. Seis passos que podem mudar a história do homem, a gente lembra aqui no blog. Esperamos que sim, vamos torcer para que tudo dê certo, será um grande gol da neurociência nesta Copa do Mundo no Brasil, que assim, finalmente, mostra um conteúdo muito positivo.


             www.superinteressante.com.br

             www.planeta sustentável.com.br

             www.folhaverdenews.com

7 comentários:

  1. A gente reitera aqui que o projeto do neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, The Walk Again é uma parceria entre instituições de pesquisa dos EUA, Suíça, Alemanha e Brasil, que mobilizou mais de 100 cientistas, pode vir a ser um avanço para o ser humano de todo o planeta, agora.

    ResponderExcluir
  2. Perto de tanto dinheiro que é desviado ou é gasto inutilmente, no Brasil e no mundo, os 33 milhões de reais destinados pelo Governo Federal a este projeto (Andar de Novo) tem um potencial muito grande do melhor custo benefício.

    ResponderExcluir
  3. Em nome do movimento ecológico, científico e de cidadania que envolve o dia a dia do nosso blog cumprimentamos o médico e pesquisador brasileiro Miguel Nicolelis e também, pela primeira vez aqui no Folha Verde News, parabenizamos à Fifa e até a CBF.

    ResponderExcluir
  4. Diante do alcance desta performance com um exoesqueleto digital e mecênico para a neurociência e a qualidade de vida humana,pela primeira vez aqui no Folha Verde News, agora sim, parabenizamos a Fifa, a CBF e a Copa do Mundo no Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Estamos na torcida pela Seleção Brasileira na Copa, por avanços de cidadania na realidade do país e também de educação ambiental (no caso do Tatu Bola, símbolo deste mundial de futebol) e em especial pelo sucesso deste experimento científico, histórico e fora do comum. Esperamos que tudo dê certo, né.

    ResponderExcluir
  6. Mande vc tb a sua opinião, informação ou comentário sobre esta pauta aqui pro nosso blog via o e-mail navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  7. "O evento divulgará esta alternativa do exoesqueleto para os paraplégicos, ainda que no SUS em nosso país vai demorar a acessibilidade do povão. Importante também a doação para a AACD. E o blog tem razão quando valoriza também a imagem do Tatu Bola no Fuleco, mascote do mundial. São alguns pontos positivos, raros, é verdade, da Copa da Fifa no Brasil": o comentário é da professora de Geografia, Marilene Santos, de São José dos Campos (SP). Mande vc tb a sua msm para nosso e-mail: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir

Translation

translation