segunda-feira, 16 de junho de 2014

PRESIDENTE DA FIFA TENTA PROIBIR CHARGES SOBRE ELE QUE É TAMBÉM PAUTA DE REPÓRTER INVESTIGATIVO DA INGLATERRA

Ontem discutimos o lado negativo da Copa da Fifa no Brasil e hoje abrimos nosso webespaço a denúncias e criticas contra o presidente desta entidade Joseph Blatter: confira aqui a seguir
 
Marco Antônio, do Diário do Centro do Mundo, falou sobre Andrew Jennings, repórter investigativo e documentarista britânico, ele que foi o responsável por desmascarar os brasileiros Ricardo Teixeira e João Havelange num esquema de corrupção Fifa/CBF e agora mais recentemente, fazendo um artigo sobre transparência no esporte, relata que o jornalista britânico Andrew Jennings citou uma grande frase do barão da mídia Lorde Northcliff (“Notícia é tudo aquilo que alguém não quer que seja publicado. O resto é publicidade") para discutir porque Joseph Blatter, que está no Brasil por causa da Copa da Fifa agora, está tentando proibir judicialmente um livro de caricaturas, feito pelo ex-jogador Olé Andersen, da Dinamarca. Andersen criou um personagem, sósia do presidente da Fifa, a quem chama de...Platter. E criou uma série de charges que têm como título “The Platter Cartoons”: Olé Andersen chegou a ser funcionário da Federação Internacional de Futebol e conhece pessoalmente Joseph Blatter. Embora o trabalho gráfico seja em forma de humor refinado, educado mas crítico, Sepp Blatter, como ele é chamado na Europa, está tentando proibir na Justiça o álbum de charges. Apresentamos algumas em primeira mão aqui no blog da ecologia e da cidadania, Folha Verde News, sempre defendendo a liberdade de expressão e de informação, como é a nossa linha editorial, argumenta nosso editor, o repórter e ecologista Antônio de Pádua Padinha, solidário a Olé Andersen e divulgando aqui, neste mesmo post, a atuação do jornalista investigativo da Inglaterra, Andrew Jennings, mesmo porque está em debate também em nosso país as eleições para a presidência da Fifa: Joseph Blatter quer usar o sucesso financeiro da Copa no Brasil (confira a edição de ontem aqui no Folha Verde News sobre este assunto), porém, nestes dias, a imprensa internacional e mais independente tem debatido os escândalos por eventual suborno na escolha de Catar como sede da Copa de 2022.  Andrew Jennings está também citado no blog Luis Nassif Online, pelo documentário "Jogo Sujo, O Mundo Secreto da Fifa". Cabelos brancos, lépido ainda aos 68 anos, escocês desde cedo instalado em Londres, Andrew Jennings é considerado o principal jornalista investigativo do mundo na área do futebol. Nesta reportagem documental de 30 minutos fala sobre propinas e em geral sobre corrupção nos bastidores do futebol  mundial, via por exemplo a empresa de marketing esportivo ISL, agora desativada pós-escândalo. O trabalho investigativo de Jennings foi ambém exibido num programa de jornalismo da BBC, Panorama.
Aqui, o repórter britânico Andrew Jennings em foto com Joseph Blatter
 
Jennigs é jornalista investigativo e seu foco atualmente é Blatter....

...que tenta se reeleger na Fifa, mas os problemas da escolha de Catar pegaram mal
 
 
 
 
ALGUMAS DAS CARICATURAS DE OLÉ ANDERSEN, THE PLATTER CARTOONS
 








Este post de hoje é mais um alerta sobre a Copa do Mundo da Fifa no Brasil agora
 
Uma vez, Jennings esperou num aeroporto a chegada de Jack Warner, então vice-presidente da Fifa, envolvido em múltiplos casos de corrupção. Warner está andando em direção ao carro quando Jennings o aborda. Um cinegrafista está filmando.  “Se eu pudesse cuspir em você, eu cuspiria”, diz Warner. “Por quê?” - “Porque você é um lixo.”  Antes que Warner entrasse no carrão que o aguardava, Jennings faz mais uma pergunta sobre propinas. “Pergunte à sua mãe”, diz Warner. “Bem, eu até que gostaria, mas minha mãe está morta”, responde, com bom humor e sempre no mesmo tom de voz, Jennings. Jack Warner acabaria, pouco depois, afastado da Fifa, sob o peso das denúncias de Jennings. “Renunciou voluntariamente”, explicou naquele momento a assessoria de comunicação da Fifa.  O alvo principal de Jennings não é nem Havelange e nem Ricardo Teixeira, assim como não era Warner nem agora, Catar. É Sepp Blatter, o suíço que substituiu Havelange no comando da Fifa e comanda neste instante o maior faturamento pela entidade mundial em todas as copas de futebol a Copa do Mundo do Brasil. Neste caso, há ainda um caminho a percorrer. Blatter tenta se apresentar como um reformador de costumes ou um inovador na Fifa, um agente anticorrupção e de modernidade.  Mas quem acredita nisso?...É o que o jornalista  Andrew Jennings questiona. Para nós aqui no país da bola e da Copa fica no ar esta pergunta.


             Blog Luis Nassif Online

             www.folhaverdenews.com

8 comentários:

  1. Fazemos questão de citar e reiteramos aqui as nossas fontes, o site de Portugal, GGN, o jornal Diário do Centro do Mundo, a BBC, o blog de Luis Nassif e até a edição de hoje do portal do Estadão, que publica algo que tem a ver com este assunto.

    ResponderExcluir
  2. Enfim, se tratam de críticas e de denúncias com fontes fidedignas, desta forma, criteriosamente, postamos estas informações por aqui no nosso blog, que tem se dedicado a discutir temas ligados aos bastidores da Copa do Mundo da Fifa e da CBF no Brasil.

    ResponderExcluir
  3. No caso do ex-jogador e cartunista Olé Andersen, a gente se solidariza com ele, por estar sendo vítima de censura, porque sempre desde nossa primeira postagem defendemos aqui a liberdade de informação, como essencial à luta cult e à própria vida na atualidade, também por aqui na mídia Internet.

    ResponderExcluir
  4. Em relação a Andrew Jennings, só o fato de sua reportagem investigativa ter sido exibida pela BBC mostra o fundamento deste post que hoje está aqui no Folha Verde News.

    ResponderExcluir
  5. Num enfoque positivo, esperamos que este post sirva como mais um alerta e já que a Copa da Fifa é um fato consumado, com todos os seus erros ou limites, esperamos que a Olimpíada de 2016, que será também no Brasil, venha a ter outra estrutura. Temos que lutar por isso, todos os que amamos nosso país, a ética, a cidadania e a ecologia do esporte.

    ResponderExcluir
  6. Mande vc tb a sua opinião, informação ou comentário sobre os assuntos desta pauta ou outros temas correlatos aqui para o nosso e-mail: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  7. No Facebook, Sônia Machiavelli (diretora do jornal Comércio da Franca, rádio Difusora e site GCN) comentou assim esta situação apresentada neste post: "A intolerância à crítica gera este tipo de violência em temperamentos ditatoriais".

    ResponderExcluir
  8. Envie para cá a sua msm ou opinião e comentário, mandando o e-mail para navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir

Translation

translation