sexta-feira, 22 de agosto de 2014

EARTH OVERSHOOT DAY: UM EVENTO QUE MOSTRA CAOS DOS RECURSOS NATURAIS DO PLANETA

O Dia da Sobrecarga da Terra chega a cada ano mais cedo

A cada ano, a humanidade esgota mais cedo a cota de recursos naturais da Terra, "aqui, onde a natureza vai sendo destruída pela ação do homem, dos governos, das empresas, da violência cada vez mais crescente na realidade de agora", comenta no blog Folha Verde News o repórter e ecologista Antônio de Pádua Padinha ao editar estas informações, que captou na Deustche Welle. O relatório conjunto de organizações ambientais (importante para dimensionar a desnatureza da atualidade) está hoje também no destaque no site de assuntos socioambientais EcoDebate e "este relatório é grave porque confirma aumento no consumo dos recursos naturais, minerais, hídricos do nosso planeta", afirma Jörg-Andreas Krüger, do WWF, na Alemanha, um líder internacional da ecologia.
 
Não é só na Amazônia infelizmente, em todo lugar da Terra aumenta a destruição da vida
 
Com base em estatísticas oficiais de 150 países, o World Wide Fund For Nature (WWF) e o think tank internacional Global Footprint Network registraram na terça-feira desta semana o Dia da Sobrecarga da Terra (Earth Overshoot Day) de 2014. Ele marca o momento em que a humanidade consumiu todos os recursos naturais produzidos pelo planeta no decorrer de 12 meses. E nós estamos ainda no mês 8...De 5 de outubro em 2000 a 19 de agosto em 2014, o dia em que a humanidade esgota seu orçamento ecológico anual vem chegando cada vez mais cedo, a cada ano. O WWF e o Global Footprint também publicam há 40 anos o relatório bianual Living Planet (Planeta Vivo), sobre o consumo de recursos naturais. Sua edição mais recente sairá em breve, em setembro. A Deutsche Welle entrevistou a respeito Jörg-Andreas Krüger, chefe na Alemanha do Departamento de Biodiversidade do fundo mundial pela natureza (WWF), que reafirmou todos os dados e alertas que ecologistas, cientistas ambientais, pesquisadores e cientistas vem fazendo nestes últimos anos. A gente nem precisa argumentar muito, basta você olhar o que acontece aí no ambiente à sua volta, esteja você onde estiver, em todo e qualquer lugar do mundo vigora a destruição da vida.   


O sofrimento da população civil palestina em Gaza extravasa o limite da natureza humana

Comportamentos bizarros avançam na cultura de consumo de hoje


Se o índio for destruído, a natureza também será


Até no espaço sideral chegam os sinais da violência, desnatureza e desumanidade


As várias formas de violência são uma antiecologia

Este Ipê resiste à seca aqui perto da gente

Vista do espaço a Terra mostra vários desequilíbrios, não só no clima

A política e os governos precisam urgente de uma reciclagem

A seca de 2014 no Brasil é símbolo desse tempo agora




As queimadas rurais e urbanas contribuem para o casos socioambiental




Urge recriar o equilíbrio ecológico da vida em quase todo o lugar da Terra hoje


Fontes: Deustche Welle
                         www.ecodebate.com.br
                              www.folhaverdenews.com

6 comentários:

  1. Aguarde que em breve estaremos postando aqui 6 comentários que recebemos em nossa redação pelo e-mail navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  2. Internauta nos envia entrevista do Deustche Welle com o líder do WWF, que foi traduzida e postada na íntegra no site Eco Debate. Para completar e comentar a postagem de hoje resumimos algumas das informações, agradecendo a João Pereira, de São Paulo, pelo envio do material por e-mail.

    ResponderExcluir
  3. Charlota Lomas entrevistou Jörg-Andreas Krüger, diretor de biodiversidade da WWF que explica este evento. Ele nasceu de uma ideia do movimento ambientalista. Queríamos criar um sistema de informação que mostrasse ao público e aos tomadores de decisões a necessidade de, no futuro, refletir mais sobre nossas resoluções. A cada dois anos, publicamos o relatório Living Planet, como indicador da situação da biodiversidade global. O Dia da Sobrecarga da Terra mostra como estamos administrando nossos recursos naturais no planeta.

    ResponderExcluir

  4. Outras explicações sobre esta iniciativa do WWF. É uma soma total do que usamos em termos de áreas aráveis ou de construção, do que desmatamos, o que pescamos nos rios e oceanos, e naturalmente o dióxido de carbono que emitimos na atmosfera, por todas as atividades da economia. Portanto, é a totalidade do nosso consumo de matérias-primas naturais e renováveis. Para estabelecê-lo, precisamos medir os recursos globais que a Terra produz e o que pode colocar à disposição dos seres humanos. Em comparação com o que usamos efetivamente, essa é a “pegada ecológica” que deixamos.


    ResponderExcluir
  5. Jörg-Andreas Krüger argumenta ainda que precisamos de uma indústria mais eficiente. Não podemos continuar a desperdiçar recursos naturais como no passado. Devemos alocar as verbas em investimentos sustentáveis. E necessitamos de um controle mais rigoroso por parte dos governos, que devem tomar decisões corretas em favor da sustentabilidade. Além disso, cada consumidor individual deve agir de forma mais inteligente. O que cada um de nós pode fazer?...Pode-se, por exemplo, usar energias renováveis e comprar produtos que sejam sustentáveis. Devemos comprar apenas o tanto de que precisamos e o que podemos usar. Isso já será um bom começo.

    ResponderExcluir
  6. Envie você também a sua informação, comentário opinião ou mensagem sobre esta pauta de hoje para o e-mail do nosso blog: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir

Translation

translation