segunda-feira, 11 de agosto de 2014

FESTIVAL ANIMA MUNDI ESTIMULA CRIATIVIDADE, AVANÇA A IMAGEM E A LUTA CULT

O curta brasileiro "Guida" vence o festival Anima Mundi
 
O Brasil venceu o Anima Mundi 2014, esta edição da mostra de animação em São Paulo deu o maior prêmio do Júri Popular para "Guida" de Rosane Urbes, primeira mulher a vencer na categoria. O filme mostra como uma bibliotecária de terceira idade decide mudar de vida e começa a trabalhar como modelo-vivo em uma escola de artes. "Guida" também se destacou por ter conseguido também, antes, o prêmio de Melhor Curta Brasileiro, tanto em São Paulo quanto no Rio, além de já ter vencido o Prêmio Canal Brasil na edição carioca. Guida levou também o Prêmio BNDES. "Um novo talento da imagem e da comunicação", comenta o nosso editor de conteúdo Antônio de Pádua Padinha, aqui no blog Folha Verde News: "Com certeza, a criação cultural é importante na cidadania e faz parte da ecologia humana que precisamos buscar na realidade do país e da vida".

    
    "Guida", de Rosana Urbes, foi eleito melhor curta-metragem e melhor curta brasilero
    "Guida" foi eleito melhor curta-metragem da mostra e melhor curta brasileiro
  • Temas como a cultura da violência...

    e críticas a vários problemas da vida...

    ...transformam o Anima Mundi um telejornal de imagens contemporâneas
     
    "The Dam Keeper", de Dice Tsutusmi e Robert Kondo, conquistou o prêmio de curta infantil. O título de melhor longa-metragem ficou para "O Apóstolo", de Fernando Cortizo.  Na edição do Rio de Janeiro, quem levou o prêmio máximo do Júri Profissional foi o curta franco-argentino "Padre", de Santiago Bou Grasso. Na escolha popular, o escolhido foi "Wedding Cake", da alemã Viola Baier -- em São Paulo, o curta venceu como melhor criação de estudante.
      

A melhor animação infantil foi  criada por Tsutusmi e Kondo, "The Dam Keeper"

Fontes: www.uol.com.br

                                                  www. folhaverdenews.com                 

 

5 comentários:

  1. Muito importante este Anima Mundi também na edição 2014 e a gente abre nosso webespaço aqui para divulgar esta realização que merecia mais mídia em especial no Brasil.

    ResponderExcluir
  2. O cinema, assim como o quadrinhos, os filmes de animação ou os desenhos animados e vinhetas em linguagem contemporânea são a mais viva expressão da civilização da imagem.

    ResponderExcluir
  3. Pena que exista todo um contexto de violência na realidade do país e de todo o planeta agora: aqui no Brasil, uma das formas de violência é a censura econômica, a falta de um apoio maior às produções de arte em vídeo ou digitais, alternativas e com um conteúdo quase sempre crítico da atualidade do ser humano em todos os país.

    ResponderExcluir
  4. Mande vc tb a sua msm sobre o Anima Mundi ou sobre censura econômica ou outro tema em pauta nesta postagem, enviando o seu e-mail para navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  5. "Pretendo fazer Comunicação na Unesp em Bauru e gostaria de me especializar em animação digital como linguagem contemporânea e em quadrinhos, como uma forma cult de expressão da arte": este é um resumo do texto que nos envia o vestibulando Moacir Alves, que no momento se dedica a fotos e vídeos de arte.

    ResponderExcluir

Translation

translation