terça-feira, 12 de agosto de 2014

METEOROLOGISTAS FALAM EM CHUVA E FRIO AMANHÃ POR AQUI TAMBÉM...SERÁ?...

Nessa quarta pode ser que a chuva chegue aqui e há chance do frio bater o record do ano


Finalmente vai voltar a chover por aqui sobre todo o centro e sul do país, informa Aline Cardoso do Jornal do Tempo, mas a chuva será de baixo volume acumulado. Para se ter uma idéia, algumas partes do interior do Brasil não recebe chuva forte há 5 meses. Em 62 cidades brasileiras vigora um estado de alerta por causa do clima seco demais. Hoje já chove desde o norte do Rio Grande do Sul até o sul do Mato Grosso do Sul e São Paulo. Mas é amanhã que a chuva vai se espalhar um pouco mais. De acordo com a Somar Meteorologia, a precipitação será generalizada e vai atingir a faixa sul do Centro-Oeste e Sudeste.  No Centro-Oeste, as pancadas atingem grande parte do Mato Grosso do Sul e sul do Mato Grosso (região de Rondonópolis). No Sudeste, a chuva pega São Paulo, Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais. “A chuva será abrangente, mas não virá com grande acumulado no interior do Brasil. As pancadas serão intensas apenas no litoral do Paraná e São Paulo, devido as águas mais quentes do mar”, comenta o meteorologista Celso Oliveira. O frio avança devagar sobre o Sul do país nesta terça-feira. Para se ter uma idéia, os termômetros não vão passar dos 18ºC em todo o estado gaúcho na tarde de hoje, terça-feira. Isso também em todo oeste e sul de Santa Catarina, nas regiões de Chapecó e Campos Novos. De acordo com a Somar Meteorologia, o friozinho toma conta destas regiões devido ao avanço de uma massa de ar polar. O frio vai realmente tomar conta do Sul do país amanhã. O dia vai começar os termômetros entre 0ºC e 5ºC. O ápice do frio será na quinta e teremos um dos dias mais frios do ano. A temperatura cai no Sudeste a partir da quarta-feira, com o avanço de uma frente fria. A mínima (temperatura registrada de manhã) deve ficar entre 5 e 10ºC no sul de São Paulo. “Na quinta-feira, deveremos ter uma das tardes mais frias do ano, com máxima inferior aos 15°C no centro, sul e leste de São Paulo, sul de Minas Gerais e sul do Rio de Janeiro”, afirma Oliveira. O frio também vai conseguir chegar enfim ao Centro-Oeste do Brasil. Na quinta, o dia vai amanhecer com os termômetros entre a 3 a 6ºC no sul do Mato Grosso do Sul. Durante à tarde, a máxima não vai passar dos 24°C no centro e sul de Mato Grosso do Sul. Mas já a partir partir de sexta-feira, a região entrará em um período de calor extremo que deverá prosseguir até pelo menos 25 de agosto. O frio perde a força já na sexta-feira nas três regiões, Sul, Sudeste, Centro-Oeste e o calor da tarde deverá voltar a partir do sábado. “Pelo visto, chuva pouca e num dia só, frio intenso mas somente dois dias e toda esta situação do clima mostra também um desequilíbrio do tempo e da realidade socioambiental na atualidade, também por aqui no interior do país”, comentou por aqui no blog Folha Verde News, ao editar estas informações, o repórter e ecologista Antônio de Pádua Padinha, nosso editor: "É, mas pode acontecer também que não chova e nem esfrie tanto, os próprios meteorologistas são surpreendidos com o tempo agora".

Mesmo que não seja intensa a chuva poderá melhorar...

...um pouco o clima em várias regiões já em estado de alerta por causa da seca

 Fontes: www.jornaldotempo.uol.com.br

               www.folhjaverdenews.com

7 comentários:

  1. O frio faz parte da natureza e desta época de inverno, mas a chuva nesta época é rara, ainda mais neste ano bastante seco até agora, as chuvas, por causa do fenômeno El Niño estavam previstas antes mais para o final do mês e em especial, na Primavera, a partir do meio de setembro.

    ResponderExcluir
  2. Caso realmente chova na quarta ou na quinta-feira, mesmo esfriando bastante, isso vai romper a massa de ar seco que vinha predominando em todo centro do Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Não só para a agricultura, uma chuva agora seria positiva demais também nas cidades, onde o ar seco e os ventos provocam poeira em suspensão, ajudando também a transmitir doenças respiratórias e outros problemas de saúde para a população e o ambiente, com o aumento das queimadas e a diminuição da umidade relativa.

    ResponderExcluir
  4. Em 62 cidades do centro e do sudeste do país, já em estado de atenção por causa do clima seco e do estio prolongado, com baixo volume de água nos rios e nos reservatórios, muita gente faz orações pela chuva. Só Deus mesmo. Porque não vemos um plano sustentável para o setor ambiental por aqui...

    ResponderExcluir
  5. Envie a sua informação, comentário ou mensagem sobre esta pauta, mandando o seu e-mail para navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  6. "Em algumas cidades do nordeste paulista há mais chances de chuva, como em Araraquara, foi o que vi hoje na Jornal da Clube de Ribeirão agora mesmo": é a informação que nos envia Reinaldo Santos, que atua na área de Informática.

    ResponderExcluir
  7. "Parece que o norte do estado de São Paulo está virando uma região tão seca e problemática no clima como o norte de Minas, em vários pontos do Sudeste pode chover entre quarta e quinta, aqui não": é o comentário de Abelardo, estudante da USP, em Ribeirão Preto (SP).

    ResponderExcluir

Translation

translation