segunda-feira, 20 de outubro de 2014

ESTÁ COMEÇANDO AGORA UM MOVIMENTO MONSTRO (PARA RECUPERAR A ECOLOGIA PERDIDA NO BRASIL DESMATADO)

Só com o plantio de trilhões de mudas nativas na Amazônia, no Cerrado, no Nordeste, no Centro, Sudeste e no Sul do país poderá haver um reequilíbrio da ecologia perdida, afastando o risco do caos total do clima em nosso país onde milhões de hectares de florestas desapareceram e precisam ser recuperados

Diante do desmatamento monstro que desequilibra a ecologia brasileira, afeta o clima até em regiões brasileiras antes mais temperadas, como do interior de São Paulo, o nosso blog de ecologia e de cidadania está lançando um desafio: será que cientistas, ecologistas, entidades civis e até governos, colaboradores nacionais e internacionais, conseguiremos criar um movimento para o replantio de milhões de mudas nativas de todos os biomas que perderam o seu equilíbrio ecológico no Brasil? Será que o Brasil vai acabar por se tornar o país da desnatureza? Este é um post para semear um movimento para desde já se iniciar a  recuperação da ecologia brasileira, antes que seja tarde demais. O caos do clima nestes tempos agora, com enchentes e temporais no sul, seca nordestina no sudeste, causando variados desequilíbrios no ambiente e na saúde da população, exigem que todos juntos unamos forças e levemos à frente um movimento pela reconstrução do futuro de nossa vida que começa ou, no caso, recomeçará, com as árvores e a recomposição das florestas, a bem da natureza e de toda a vida brasileira. Confira a seguir um texto da entidade Cifor que escolhemos para abrir e estimular este movimento. (Antônio de Pádua Padinha, repórter e ecologista, editor do blog Folha Verde News).


Esta imagem de agora no nordeste paulista dimensiona a realidade que precisamos mudar


 O caminho da reabilitação florestal: uma luta urgente para avançar já no Brasil

"O crescimento econômico de muitos países tropicais dependeu da conversão de suas florestas em outros usos. Esses países possuem atualmente recursos e intenções de restaurar a cobertura florestal perdida. Porém, outros países, embora tenham convertido suas florestas tropicais, não conseguiram um crescimento econômico a partir dos novos usos do solo. Portanto, dependem muitas vezes da ajuda de doadores externos para a reabilitação florestal e consequente obtenção de benefícios das suas florestas. A reabilitação florestal não é um fenômeno novo e predominará se a conversão de florestas tropicais continuar incontrolável. Os países, individual ou coletivamente, se esforçarão cada vez mais para promover a reabilitação de suas florestas e terras florestais frente a todos os efeitos muito negativos decorrentes da diminuição da cobertura florestal. Países que têm ou tiveram grandes áreas de florestas como o Brasil, Indonésia e a China precisam com a máxima urgência programas de reabilitação florestal voltados à restauração de milhões de hectares de florestas. O tema da reabilitação florestal é uma das preocupações principais do Centro Internacional para Pesquisa Florestal (Cifor) e seus parceiros. Em muitos casos, os benefícios futuros das florestas só poderão ser assegurados se houver reabilitação florestal. Aspectos cruciais relacionados ao regime hídrico dos rios, conservação da biodiversidade, abastecimento de matérias-primas e outros benefícios provenientes das florestas para as populações dependerão dessa reabilitação. Desde seu início, o Cifor tem conduzido uma série de programas e projetos de pesquisa que consideram a reabilitação florestal. Foi feito um trabalho com o conteúdo distribuído em seis relatórios resultantes do estudo “Revisão de Iniciativas de Reabilitação Florestal: Lições do Passado”, o qual busca identificar as ricas, porém pouco conhecidas, experiências de muitos anos sobre a reabilitação de florestas e terras florestais degradadas no Brasil, China, Filipinas, Indonésia, Peru e Vietnã. Esse estudo também visa disponibilizar informações sobre essas experiências para programas e/ou iniciativas de reabilitação florestal em andamento ou futuros. A pesquisa foi realizada graças à generosa contribuição do governo japonês ao Cifor. Estamos muito gratos por poder publicar a existência deste e de outros cinco informes do estudo com a esperança de que as lições aprendidas sejam relevantes para as pessoas, organizações, movimentos e países interessados na manutenção das florestas
tropicais. Também esperamos que, com o resultado desse esforço, todos possam continuar desfrutando dos benefícios das florestas tropicais e que progressivamente não haja mais a necessidade de reabilitá-las". (Markku Kanninen, Diretor do Programa de Serviços Ambientais e Uso Sustentável de Florestas - Cifor)
 
 
Satélites espaciais demonstram que o desmatamento foi 70% maior em um ano agora

Só com o plantio de trilhões de mudas nativas poderemos recuperar o ambiente no Brasil

O desafio da hora é transformar o desmatamento monstro...
 
...num movimento de restauração da ecologia
 
 
 
Fontes:  www.cifor.org
               www.folhaverdenews.com
 
 

8 comentários:

  1. Antes de mais nada, enviamos uma cópia deste post e deste semente de um movimento para o internauta e produtor cultural de vanguarda em São Paulo, Clóvis Vieira, que acessando nosso blog postagens sobre o caos do clima, nos alertou sobre a necessidade urgente de um replantio monstro de nossas florestas.

    ResponderExcluir
  2. Trata-se de uma desafio extraordinário conseguir levantar no Brasil de agora este movimento: mas o blog da ecologia e da cidadania abre espaço para a busca desta solução sustentável para o caos do clima brasileiros, que esta seca nordestina no Sudeste, clama.

    ResponderExcluir
  3. Estamos enviando para a ONU, para entidades ambientalistas e lideranças brasileiras da cidadania, este desafio: a gente espera que este semente mínima aqui do blog venha a se transformar mesmo num movimento de recuperação da ecologia perdida no Brasil.

    ResponderExcluir
  4. Procure, se assimilar ou encarar este desafio, divulgar este post para quem ama ou luta pela ecologia. Vamos juntos nessa luta, todos.

    ResponderExcluir
  5. Envie a sua msm aqui pro e-mail do nosso blog para gente conseguir levantar este movimento, impossível para nós nesse momento, por causa dos nossos limites, como blog, mas plenamente viável para o movimento ecológico e de cidadania do país e do planeta. Mande o seu e-mail para navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  6. "Não sei como, mas gostaria de participar desse movimento de plantio de árvores e restauração de florestas, já morei em Palmas no Tocantins e no norte de Minas, hoje estou em plantação de café no Espírito Santo": é a mensagem que nos manda Eurípedes que envia fotos da seca onde vive sua família em Montes Claros (MG).

    ResponderExcluir
  7. "Curti muito a mensagem do Markku Kanninen, do Cifor, bem como a idéia desse movimento de um reflorestamento massivo com espécies nativas de nossas florestas", é em resumo o e-mail da professora de Biologia na rede pública em Londrina (Paraná), Carina Almeida.

    ResponderExcluir
  8. "Precisamos repintar o Brasil de Verde. Replantar nossas florestas. Não há água sem floresta. Precisamos empreender ações de reflorestamento já": é a msm que nos envia via Facebook o produtor cultural de vanguarda, Clóvis Vieira, de São Paulo (SP). Vamos juntos.

    ResponderExcluir

Translation

translation