segunda-feira, 6 de outubro de 2014

JORNAL HOJE DA REDE GLOBO OMITE BANCADA VERDE ELEITA AGORA PARA A CÂMARA FEDERAL

Lamentável o erro de informação e a má qualidade da matéria a dano do Partido Verde (PV) e dos seus ideais de luta, que não são claro os mesmos de algumas grandes empresas no Brasil

Agora eu percebo o alcance ou os interesses por trás de agressões e ataques à presidenciável Marina Silva, ecologista que fora Ministro do Meio Ambiente pelo PT, candidata a Presidente em 2010 pelo PV, que após ter tentado montar a Rede da Sustentabilidade, se integrou como candidata pelo PSB (substituindo o seu amigo Eduardo Campos): não é o caso de santificarmos aqui no nosso blog da ecologia e da cidadania Folha Verde News Marina, que cometeu alguns erros estratégicos na sua campanha e, pressionada pelas pesquisas (que podem ser manipuladas na atual estrutura eleitoral do país), perdeu a força nos últimos debates e o seu lugar para Aécio Neves (PSDB) que disputará o Segundo Turno com a Presidenta Dilma Rousseff (PT), tentando se reeleger. A grande mídia não destacou mas eu observei uma afirmação do Aécio, citando uma frase do seu histórico avô Tancredo Neves à época do movimento Diretas Já contra a então Ditadura. Aliás, a grande mídia está meio que mediocrizada, reduzindo o debate político a picuinhas e agressões entre os candidatos, sim, os erros e os problemas de todos os presidenciáveis existem, mas a ética do jornalismo e a própria cidadania ou o interesse da Nação também se abastecem de propostas para resolver os dramas brasileiros atuais. A postura de marqueteiros da maioria dos presidenciáveis ou partidos e de parte da mídia creio ter criado um clima mais negativo ainda, ajudando uma abstenção de mais de 20% dos eleitores no 1º Turno. Creio que precisamos também estimular as iniciativas de mudanças e de avanços que venham a ser propostas pelo candidatos ou candidatas porque, senão, para quê uma eleição?..."Não vamos nos desmobilizar", dizia Tancredo Neves. "Não vamos desistir do Brasil", falou Eduardo Campos. Bem,
estes comentários aqui são para introduzir a falha de informação que acabo de constatar na edição desta tarde pós-Eleição de 6 de outubro de 2014 do Jornal Hoje, da Rede Globo, a que procuro sempre que posso acompanhar com atenção. Uma falha lamentável, na verdade, uma desinformação, no mínimo um mau jornalismo, isso, se não tiver sido proposital (a favor de interesses dos que não prezam a ecologia, o desenvolvimento sustentável e a busca da cidadania, bases programáticas do Partido Verde). Se tiver sido proposital, então se trata de um crime eleitoral e político. Anunciada desde o início da edição do JH/Globo desta segunda-feira, a nova composição da Câmara dos Deputados Federais e seus partidos, eleitos ontem para uma nova legislatura, com certeza mobilizou telespectadores de vários setores da população, assim como eu. Conferi depois em sites como Uol, Band, Congresso em Foco, Exame e jornal Estado de Minas (em) para checar se não era um engano meu. Não!..Realmente esta edição vespertina de telejornal da Rede Globo omitiu que o PV elegeu uma bancada de 8 parlamentares, informando sobre os eleitos de todos os outros partidos. Por que razão? Não vou conseguir advinhar a 1000km de distância da redação deste telejornal o motivo da omissão, que pode ter sido só um erro ou falha de informação ou algo mais do que simplesmente isso. O fato é que a nova Bancada Verde do Congresso Nacional conquistou a eleição de 8 deputados federais, algo de grande importância para os que lutam no movimento ecológico, científico e de cidadania. E esta conquista democrática deste setor do povo brasileiro foi omitida por um dos principais telejornais brasileiros, ao contrário, por exemplo, do que está fazendo a BBC ou a agência Reuters e jornais de todo o planeta. Sim, foram eleitos 8 parlamentares pelo PV ontem, Evair de Mello (do Espírito Santo), José Sarney Filho, (o ex-ministro do Meio Ambiente Zequinha, do Maranhão), Vitor Mendes (também pelos eleitores do Maranhão), Fabinho Ramalho (Minas Gerais), Leandre (Paraná), Evandro Gussi ao lado de Roberto de Lucena e Dr. Sinval Malheiros, estes três deputados federais pelo estado de São Paulo. No mínimo, um desrespeito aos 628.464 eleitores que votaram nestes parlamentares. Espero que este erro não seja a ponta de um iceberg político. Mas por si só já é algo que revela os erros e os limites da comunicação no Brasil, que deveria estimular com precisão e liberdade de informação dados como este vitais para muitos que neste país vão à luta para transformá-lo numa Nação de todos nós. Não importa que seja uma minoria em relação aos mais de 142 milhões de eleitores. Existe na Bancada Verde um potencial de grandeza, que pode ou não se concretizar, voltado para a sustentabilidade brasileira. A omissão deste potencial de avanço atrasa o processo e a luta da cidadania no Brasil.  (Antônio de Pádua Padinha)


Erros como o do JH ajudam o clima de desânimo político e a abstenção de 20% na eleição?...

 
Todos os que vão à luta pelo reequilíbrio ecológico do país lamentam a omissão sobre a Bancada Verde

Fontes: www.em.com.br
             www.folhaverdenews.com

8 comentários:

  1. Estamos encaminhando este post do nosso blog para o Sindicato dos Jornalistas, para a UNIC (equipe de comunicação da ONU), para profissionais de comunicação e para alguns líderes do Partido Verde no Brasil, ainda na esperança de que tenha somente um erro de informação de uma rede de TV que tem uma megaestrutura para informar.

    ResponderExcluir
  2. Mande o seu comentário ou a sua opinião ou msm sobre esta pauta, enviando o e-mail para nossa redação: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. É um problema que ofende os direitos de "apenas" uma minoria, porém, com certeza as lutas do movimento ecológico, científico e de cidadania merecem ser respeitadas e no caso, a existência de uma Bancada Verde é um fator que pode fazer a diferença, como aliás, ficou demonstrado na legislatura entre 2010 e 2014.

    ResponderExcluir
  4. "Quero mais uma vez cumprimentar a isenção e a coragem deste blog de ecologia e de cidadania, que vale muito pela sua luta pela liberdade de informação e pelo desenvolvimento sustentável, mais uma vez, parabéns por esta crítica procedente": é a msm que agradecemos e que nos enviou o advogado Marcos Pinheiro, que diz nos acompanhar de Florianópolis (SC).

    ResponderExcluir
  5. "Por falar em Verde e em mídia, quero reproduzir aqui um comentário que acabei de ver no Facebook: "Não é porque eu sou ecologista e também jornalista que eu faço esta homenagem pública ao Júnior, um novo líder da cidade e região que mostrou respeitar a cidadania, que tem projetos de valor para a cidade e a região. É em nome desta população que enalteço o trabalho deste Guerreiro, que pode ajudar a criar o futuro daqui: parabéns e paz na luta, Júnior, também a nossa natureza precisa de você". O comentário é de Moacir Santos e nos foi enviado de Franca (SP) falando sobre o candidato a Deputado Federal pelo PV, jornalista José Corrêa Neves Júnior, que teve uma votação expressiva mas não se elegeu para a Bancada Verde.

    ResponderExcluir
  6. Você acha que a liberdade de informação e a isenção do jornalismo pode ajudar a mudar a realidade brasileira? Envie a sua opinião para nosso blog pelo e-mail navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  7. "Respondo que sim e lamento também uma emissora como a Globo promover um debate tão medíocre com os Presidenciáveis, algo que desestimula ainda mais a luta política ou estimula a politicagem": o comentário vem de São Paulo (SP), enviado por José A. Silva, que atua no mercado publicitário.

    ResponderExcluir
  8. "Padinha, equipe do blog, pessoal do movimento ecológico e do PV, não vão conseguir tapar o sol com uma peneira, essa luta boa ´dos verdes já é uma realidade no coração do nosso povo, é só uma questão de tempo e de mudança de cultura política": é o apoio que recebemos de Graciela Martins, de Ubatuba (SP), que manda informações sobre a preocupação com o baixo nível de chuvas também no litoral norte.

    ResponderExcluir

Translation

translation