domingo, 26 de outubro de 2014

JOVEM ESTÁ CONSEGUINDO TRANSFORMAR O SEU SONHO DE DEFENDER O MEIO AMBIENTE EM REALIDADE

Garota de 16 anos ativista da ecologia e escritora foi até vítima de bullying mas agora tem sua luta reconhecida até mesmo pela ONU e mantém em Avaré (SP) um instituto ambiental



Ela mesma fundou o Instituto Ambiental Gabrielle Brandão para concretizar seus sonhos

 

Gabrielle Brandão foi destaque no site da Liberty, uma das maiores empresas de seguros do mundo, sediada nos Estados Unidos e este fato abriu muito potencial para ela vir a transformar seu sonho de menina em realidade.  Aqui no blog Folha Verde News, que se relaciona com internautas ligados ao movimento ecológico, científico e de cidadania, "damos espaço à sua história, ainda curta mas muito expressiva, que é um exemplo positivo para crianças, adolescentes, jovens e toda pessoa que se liga em meio ambiente, o que infelizmente ainda não é um comportamento comum", comentou o nosso editor, o repórter ambiental Antônio de Pádua Padinha.  Gabrielle, quando ainda tinha 5 anos de idade,  assistiu a uma reportagem na televisão sobre o aquecimento global. As imagens e o assunto de grande impacto não intimidaram a criança. Pelo contrário: a menina caiu em um choro emocionado e teve que ser acalmada pela mãe. Hoje, aos 16 anos, ela lidera um instituto com o seu nome em Avaré, interior paulista, onde se dedica a mobilizar as pessoas em torno de causas verdes, tendo sido convidada recentemente e aceitou ser conselheira titular do direito da criança e do adolescente do estado de São Paulo. Em seguida, mais um avanço, se tornou também uma das coordenadoras dos objetivos do milênio da ONU no Brasil. As iniciativas de Gabrielle Brandão então começaram a se concretizar, ela vinha sonhando com algo assim desde os 10 anos, agora está com chance de por em prática os seus planos e ideais, que podem continuar não sendo exatamente compreendidos, mas agora são respeitados, também em sua comunidade. Ela conseguiu com a ajuda dos pais, que acabaram sendo "convertidos" em ambientalistas pela filha, a fundar o Instituto Ambiental Gabrielle Brandão, com o objetivo de centralizar as ações e aumentar os contatos e o potencial de conseguir apoio governamental, também de entidades e da sociedade civil. Esta situação é nova para ela. Vítima de bullying, não se rendeu e inconformada com o preconceito, Gabrielle também havia escrito um romance sobre o tema, intitulado "Ellie - Vivendo em seu mundo".  Hoje a jovem ecologista e escritora ministra palestras, faz apresentações para crianças, escreve para uma revista da região e participa da Rádio Interativa FM de Avaré. "Eu quero mostrar que, não importa de onde você venha, qual sua situação econômica, sua idade, cor, gênero. Todos temos o poder de mudar o mundo desde que nos engajemos em nossas idéias. Tudo começa de um sonho, de um pensamento, que pode ser multiplicado com a força, com a fé e com a força de vontade. Se você acredita em algo, divulgue, tente fazer os outros acreditarem. Nada é impossível, e salvar o planeta não é um conto de fadas, é uma realidade que depende de cada um de nós", foi o que escreveu Gisele sobre a sua luta. "Um sinal  de mudanças e avanços no país por conta da energia das novas gerações, Gisele Brandão sinaliza também esperança de que a ecologia, ao invés de ser uma cultura de minoria, venha a ser vivenciada pela maioria da população brasileira no dia a dia da nossa vida", comentou ainda o nosso editor Padinha.
 
 
 
               www.folhaverdenews.com
 
 

6 comentários:

  1. Ainda mais pela idade de Gabrielle, isso tudo parece até um conto de fadas contemporâneo: esperamos que tudo vire bem real inclusive o seu (nosso) ideal de um Brasil muito ligado nas questões da ecologia.

    ResponderExcluir
  2. Vamos a nossa equipe aqui do blog da ecologia e da cidadania, num segundo momento, buscar mais informações sobre como vai indo o dia a dia do Instituto Ambiental desta jovem ecologista.

    ResponderExcluir
  3. Divulgar este tipo de iniciativa e de luta é uma forma de tirar do gueto a luta socioambiental no Brasil, ainda mais hoje quando nosso país encara desafios monstros no choque entre os interesses econômicos e os ecológicos.

    ResponderExcluir
  4. Mande você também informação sobre alguma iniciativa de crianças, de adolescentes, de jovens ou de quaisquer outras pessoas em defesa do meio ambiente, aqui pro nosso blog: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  5. Envie também ao nosso e-mail uma msm à Gabrielle Brandão ou ao seu instituto. É algo muito positivo para nossa luta para mudar a realidade de agora e criarmos o nosso futuro.

    ResponderExcluir
  6. "Muitos adultos e outros jovens deveriam imitar esta garota que vai à luta para tornar realidade seus sonhos, é o que falta no Brasil de hoje, as eleições e a política fazem parte mas não são tudo, cada pessoa tem que cumprir a sua função ou ir além, se possível": É a msm que nos envia Isabel Rezende, ex-professora primária, que agora na faixa dos 80 anos, vê em Gabrielle o comportamento que tentou divulgar com as suas alunas e alunos: ela vive hoje em Santos (SP).

    ResponderExcluir

Translation

translation