domingo, 2 de novembro de 2014

FELIZ FINADOS ...(SE ISSO É POSSÍVEL)...

Para não dizer que deixamos passar em branco esta data negra aqui no blog verde...

O que eu quero dizer aqui para você é que não podemos deixar a morte nos roubar o brinquedo da vida, mas, de toda forma, morrer é tão normal como nascer, crescer, amar, chorar, a gente precisa mais é diminuir o sofrimento e ampliar as alegrias da vida, vida que é tão ampla que não cabe somente aqui na Terra, OK?...(Antônio de Pádua Padinha)

Não podemos deixar a morte nos roubar o brinquedo da vida...

E vamos à luta pela vida, ainda mais agora que começou a chover primavera nesta seca...


Fontes: Superinteressante
             www.folhaverdenews.com

7 comentários:

  1. Mande o seu comentário, opinião ou msm enviando o e-mail aqui para a redação do nosso blog: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  2. Já recebemos quatro e-mails sobre este post de hoje aqui no blog verde da ecologia e da cidadania e os postaremos logo mais por aqui: envie a sua msm você também, mande para nevapad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Por enquanto, vamos postar aqui a primeira mensagem que recebemos assim que postamos esta pauta de hoje aqui: "Realmente, temos que encarar com humor até o dia de Finados, estou curtindo de verde e amarelo esta data negra de hoje". É a msm que nos enviou ainda neste domingo pela manhã Bruno Henrique, de Santa Catarina, que trabalha em SP e foi ao sul para visitar os parentes, por conta desta data.

    ResponderExcluir
  4. "Se já começou a chover primavera, a morte já era...É isso que eu acho, Padinha, parabéns por este post falando sobre vida na data da morte": é a msm que nos envia o músico Edinho da Mangueira, do Rio (RJ). OK, Edinho, vamos à vida!...

    ResponderExcluir
  5. "É mesmo legal encarar a morte ou o dia de Finados com um enfoque desses, a gente tem mesmo que curtir a vida e a morte só vem por acréscimo ou juros e correção": o comentário de é Maria Adelaide, pesquisadora em Brasília (DF) do CNPq.

    ResponderExcluir
  6. "Nada é maior do que a vida. Isso é o que vive dizendo o Mestre Abu, um diretor de teatro, homem de TV que tem uma visão fora do comum. Me lembrei do Antônio Abujamra ao ler esta postagem aqui": é a msm que nos envia Mendes, de Sorocaba (SP), produtor cultural.

    ResponderExcluir
  7. "Oi, tem tudo a ver este post aí do blog", comenta Patrícia Soares, que nos envia notícia sobre "caminhada dos mortos vivos que aconteceu neste Finados no Rio: "Se para muitos brasileiros este domingo foi dia de homenagear seus amigos e familiares falecidos nos cemitérios, para os fãs da Zombie Walk o Dia de Finados é perfeito para caprichar na maquiagem de morto-vivo e sair pelas ruas imitando zumbis. No Rio de Janeiro, centenas de pessoas se reuniram na Av. Atlântica, em Copacabana, para participar da já tradicional caminhada, que virou uma verdadeira atração em diversas capitais do mundo inteiro".

    ResponderExcluir

Translation

translation