terça-feira, 11 de novembro de 2014

NOSSO BLOG DÁ SUGESTÃO PARA O FRANCA BASQUETE NÃO PARAR POR FALTA DE PATROCÍNIO NA CIDADE DO BASQUETEBOL

Franca patrocina Franca...
ALTERNATIVA DE SOLUÇÃO DO MOVIMENTO DE CIDADANIA AO BASQUETEBOL

Na cidade existem pelo menos mil empresários ou cidadãos e cidadãs com recursos de sobra para fazer uma doação (a descontar do Imposto de Renda) de mil reais cada um a este clube de basquete que é um dos melhores marketings de Franca e seus produtos. Mil pessoas doando mil reais por ano (2014 e 2015, em parcelas ou verba integral): nesse mutirão de cidadania esportiva seria feito um caixa de uns 2 milhões de reais em cerca de 10 meses de atividades, recursos mais que suficientes para bancar esta temporada e buscar mais títulos e mais expansão do basquete  e também, claro, para a cidade considerada a capital nacional do basquetebol e todos os seus produtos e outros atrativos de negócios ou turismo, um fator de marketing e de qualidade de vida para toda a população. O doador pode conforme o esquema  a se criar até mesmo se tornar um investidor, um acionista, se for feita uma operação com a Bolsa de Valores, por exemplo. Poderá eventualmente também receber alguma contrapartida, como um  título de sócio proprietário do clube ou camarote especial nos jogos de basquete na cidade. A diretoria, usando com transparência e inteligência estes recursos, com a multiplicação desta idéia semente e um novo fortalecimento da estrutura e do time, o clube poderá voltar a ser campeão brasileiro, continental, mundial, quem sabe até o final de 2015. Detalhe: ao invés da marca Vivo, ex-patrocinador, nas camisetas dos atletas e na divulgação do clube poderia de repente entrar o grito da fiel torcida no ginásio Pedrocão, ou seja, Franca Franca. Dentro da proposta muito interessante da atual gestão Franca patrocina Franca, a melhor alternativa em termos de MKT, nas camisetas, no nome e na divulgação seria acredito colocar a marca Mestre Pedroca, resgatando no Brasil e no mundo a luta deste líder do esporte de grande valor, o Pedro Morila Fuentes, ex-jogador, professor de Educação Física e mítico pioneiro deste esporte em Franca (SP). Pedroca criou até mesmo um estilo próprio de jogo (força na defesa e rapidez no contrataque). Vale assim o resgate desta memória cultural neste momento de se encontrar um caminho sustentável para o basquete na capital deste esporte, mobilizando a torcida e a cidadania. A gente acredita realmente na força multiplicadora desta proposta e na natureza ecológica que o esporte tem para os seres humanos e/ou para uma população, este é o sentido desta alternativa de solução à crise do patrocínio esportivo, um problema que com certeza não está ocorrendo neste momento somente na capital brasileira do basquete no interior do país do futebol, que também sofre hoje em dia em vários lugares o mesmo desafio. (Antônio de Pádua Padinha, repórter e ecologista)

Pedroca, o pioneiro e um dos autores do estilo e da história do  basquete de Franca

De repente, uma solução sustentável e de cidadania para a falta de patrocinador




Fonte: www.folhaverdenews.com
 
 
 

8 comentários:

  1. Recebemos msm do ex-jogador Chuí, o maior cestinha da história do basquete de Franca, atual treinador do time de Rio Claro (SP): "Uma sugestão interessante porque também tem um efeito multiplicador".

    ResponderExcluir
  2. Envie você também um comentário sobre este post de nosso blog hoje ou alguma outra sugestão para o basquete francano ou para qualquer clube de qualquer esporte na atualidade conseguir uma melhor estrutura de apoio, na falta atual de patrocinadores esportivos.

    ResponderExcluir
  3. Mande a sua msm para o e-mail do nosso blog: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  4. "Creio que esta alternativa de solução pode ter a força de um mutirão e resolver a parada, isso é uma das vantagens da coletividade entrar em ação para resolver problemas": é o comentário que nos envia Ademir M. Silva, que se identifica como estudante de Educação Física nas Faculdade Claretiana de Batatais (SP) e um esportista.

    ResponderExcluir
  5. O nosso editor de conteúdo, o Padinha, tem um carinho muito grande pelo Pedroca, que foi o seu professor de Educação Física no 2º Grau, influenciou a sua escolha de faculdade e a sua opção de vida, de amor ao esporte e à ecologia. Ele pediu à nossa equipe que registrasse aqui esta informação, que pode dimensionar, para quem não o conhece nem o conheceu quem foi o Mestre Pedroca, fundador do basquetebol em Franca.

    ResponderExcluir
  6. "Eu pratico esporte só nos finais de semana e nos momentos de folga do trabalho, gosto muito de jogar basquete de rua na Santa Terezinha e vou levar a eles esta idéia de um mutirão": é a msm que nos envia José Oliveira, motorista em empresa de construção civil, em Franca (SP) que completa ainda o seu comentário: "Eu pessoalmente não tenho como ajudar financeiramente esse projeto mas posso falar com empresários que conheço, ajudar a divulgar". A gente aqui agradece a cidadania do José.

    ResponderExcluir
  7. Mande vc tb a sua msm para o e-mail do nosso blog sobre esta pauta de cidadania do nosso blog hoje: navepad@netsite.com.br
    Mais tarde estaremos postando aqui outras opiniões e msm, aguarde.

    ResponderExcluir
  8. "Homens da grandeza de seus atos como o professor Pedroca podem mesmo servir de orientação prá gente em momentos de desafio como este": quem fez o comentário é filho de outro grande homem de Franca, Dr. Cirillo Barcelos, que humanizou por aqui a Medicina e foi um dos fundadores do Hospital Regional. Gente assim devem ser o farol para nossa comunidade encontrar um caminho nas dificuldades.

    ResponderExcluir

Translation

translation