domingo, 9 de novembro de 2014

O BRASIL SECOU (NÃO É SÓ MAIS UM POST AQUI DESTE BLOG, MAS DE UMA REVISTA NACIONAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO)

A Superinteressante destaca na capa e em matéria especial o caos atual do clima brasileiro


                                              O BRASIL SECOU


Com 5 páginas superilustradas e uma chamada com destaque no alto da capa da edição de novembro, esta revista da Editora Abril mais uma vez faz uma reportagem de profundidade sobre a questão do momento, o problema climático do Brasil, que virou drama, para não dizer, tragédia: o texto é de Camila Almeida, o design de Fabrício Miranda, a ilustração de Raul Aguiar. Começa logo de cara com este subtítulo superexpressivo: Em 2014, não choveu. O lead da matéria até parece ter sido escrito por um ecologista ou um cientista blogueiro do nosso movimento ambientalista..."A falta d'água se alastrou pelo país, sintoma das mudanças climáticas e do desmatamento na Amazônia, cada vez mais debilitada. Nos aproximamos de um futuro desértico - e a culpa é toda nossa"...

Capa da edição da revista que destaca o caos do clima...


...que era visto como o país da natureza, hoje, da desnatureza...

A revista fala do déficit de chuvas, em São Paulo e do sudeste nordestino, nem primavera nem verão, dos reservatórios que minguaram, da nascente do São Francisco e da secura do rio da integração nacional pela 1ª vez na história ecológica do Brasil. Não se trata de um comercial de consumo mas de uma indicação de um material de pesquisa: vale ler esta edição agora de novembro da Superinteressante, chegando nas bancas de todo o país. Na Internet, esta reportagem especial ainda não foi postada, isso  acontecerá ainda nesta semana? Será algo de muito valor para bombar a informação sobre a realidade brasileira no meio ambiente. Esta revista vem ampliar e repercutir a voz dos ecologistas, cientistas e líderes de cidadania, que  - por exemplo, aqui em nosso blog Folha Verde News e em variados sites e webespaços, bem como nas redes sociais  -  que vêm clamando como os antigos profetas no deserto.

O rio São Francisco secando na nascente na Canastra e em muitos lugares pela 1ª vez na história da ecologia

Nossa água vem da Amazônia. Desmatamento e degradação. Em 40 anos desmatamos763 mil quilômetros quadrados. 42 milhões de árvores exterminadas. Desmatamento que vai e volta. Caiu mas ainda desmatamos muito. Clima em crise. Estamos todos ilhados. Excesso de calor e/ou enchentes. O futuro é quente. Já secamos muito além do limite. Estes são alguns dos tópicos mais tops da reportagem que mostra as consequências socioambientais e econômicas das mudanças do clima, algo planetário, mas que no caos da seca ou enchentes neste final de ano no Brasil (que por ironia tem o slogan, o país da natureza) ensaiou uma atmosfera de...fim do mundo.


Uma informação da maior atualidade e importância, para ser debatida e se transformar em ação governamental e também da sociedade civil, temos todos que mudar e avançar esta situação-limite. Isso vale para todos, até nós, os que estamos de repente virando profetas clamando no deserto ou pelo menos, na caatinga geral do Brasil 2014. (Antônio de Pádua Padinha).


Fontes: www.superinteressante.com.br
             www.folhaverdenews.com

 

9 comentários:

  1. "Agora sim, a gente não se sente falando sozinhos", comenta o nosso editor, o repórter ambientalista Padinha, em nome do movimento ecológico, científico, da não violência e da cidadania, que são o universo cultural dos que acessam este blog em várias regiões do país.

    ResponderExcluir
  2. Entre 13h30 deste domingo e 15h agora recebemos cinco comentários de internautas sobre esta reportagem especial da revista da Abril, Superinteressante. E sobre este post do nosso blog. Logo + estaremos postando aqui estes comentários.

    ResponderExcluir
  3. Envie vc tb a sua msm aqui pro nosso blog através do e-mail navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  4. Alessandra Li Rodrigues e Giovanni Comodato Ferreira foram os dois primeiros internautas a curtirem a chamada deste post no Facebook, por volta das 15h10.

    ResponderExcluir
  5. Já se acumulam aqui seis comentários ou msm sobre a reportagem O Brasil Secou da Superinteressante ou sobre o texto aqui do nosso blog sobre este fato, um sinal de esperança que esta realidade de caos ambiental mudará no país. A informação é o 1º passo.

    ResponderExcluir
  6. Logo + postaremos todos os comentários e msm, envie vc tb a sua opinião sobre a postagem de hoje: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  7. "Foi legal esse blog chamar os ecologistas, a gente, de profetas clamando no deserto ou na caatinga em que se transforma este país por causa do clima nordestino no sudeste": foi a segunda msm que chegou aqui, enviada pelo engenheiro agrônomo Rubens Almeida que atua junto a cooperativas de fruticultores no interior paulista.

    ResponderExcluir
  8. "Curti bastante além desta postagem sobre a Superinteressante e a luta dos ecologistas, o clip neste blog com um grupo vocal fantástico da Alemanha, interpretando Tom Jobim, tem tudo a ver, Jobim foi um pioneiro da ecologia além de supermúsico": é a msm que nos envia Regina Martins, de São Paulo (SP).

    ResponderExcluir
  9. "A Amazônia morre e a mídia não vê", resume a sua msm o internauta Mauro Santos, de Peruíbe (SP), ele cita matéria do site Uol neste sentido e que coincide com nosso enfoque aqui da reportagem especial da Superinteressante: "O sistema amazônico está morrendo e só os jornais brasileiros não enxergam e não noticiam".

    ResponderExcluir

Translation

translation