domingo, 18 de janeiro de 2015

Muito calor e pouca chuva:ASAS (ALTA PRESSÃO SUBTROPICAL DO ATLÂNTICO SUL) É A EXPLICAÇÃO DA METEOROLOGIA, CIENTISTAS E ECOLOGISTAS TEMEM O CLIMA 2015

O bloqueio ASAS deve enfraquecer a partir desta semana porém o problema de excesso de calor e falta de chuva é de estrutura ecológica (para ser solucionado exige uma gestão governamental sustentável e ambiental, algo que não existe na realidade daqui). Confira a opinião de Newsha Ajaini (da Universidade de Stanford, da Califórnia) na seção de comentários neste post, ela que deu agora há pouco entrevista ao site Uol sobre falta de gerenciamento da água em São Paulo



São muitos anos e décadas de desprezo da natureza e desequilíbrio ambiental, apesar de constantes e intensos alertas de ecologistas e de cientistas sobre o casos do clima, hoje sintetizado por este calor anormal até para o verão: "Temos que pressionar para mudanças e avanços na realidade do país sob o ponto de vista da ecologia perdida, por que não se fala em reflorestar com mudas nativas todas as beiradas de rios, lagoas, córregos, represas, além da despoluição das águas? Sem este pacote de ecologia, a seca de 2015 será pior do que a de 2014, como a gente falava há meses", comenta aqui no blog da ecologia e da cidadania Folha Verde News  o nosso editor de conteúdo, repórter e ecologista Antônio de Pádua Padinha:  "A gente já viu esse filme, já ouviu essa música e o que os governos já fizeram sobre isso?"... Há explicações técnicas mas elas realmente envolvem também política, cidadania e ciência. Agora nestes dias, nesse fim de semana, o versão seco, sem as esperadas chuvas incomoda e já extravasou o limite. A ONU responsabilizou as autoridades governamentais por essa situação.   O calorão  já incomoda. A falta de chuva frequente agrava a cada dia os problemas causados pela chuva escassa algo que vinha marcando o ano de 2014. Agora em 2015, o ano começa com o medo de racionamento de água e de energia já está no ar. O problema energético brasileiro é um outro ângulo deste drama. A falta de chuva, o excesso de calor, o ar seco são consequências de uma mesma situação meteorológica: um bloqueio atmosférico que vem desviando as frentes frias (e o ar polar) na altura do litoral do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. O bloqueio acontece por causa da posição e intensidade atípicas, para esta época do ano, da (ASAS) –  alta pressão subtropical do Atlântico Sul. A ASAS é um dos grandes sistemas de pressão semi permanente da circulação geral da atmosfera. Isso, sem nem falarmos de desmatamento, rios voadores, Amazônia...


Arte da Climatempo sobre o sistema de alta pressão subtropical

 
Dançando na chuva versão tropical: estamos bem longe disso
 
 
Temos que recuperar a ecologia perdida para que volte o equilíbrio do clima e da chuva


As informações dos meteorologistas da Climatempo são que as frentes não conseguem chegar ao Sudeste. O bloqueio também vem dificultando o crescimento das nuvens e diminuiu o vento. A combinação de vento fraco com um maior número de horas de sol forte aumenta o calor. O bloqueio atmosférico deve ser parcialmente rompido na próxima semana permitindo que uma frente fria chegue ao litoral do Rio de Janeiro facilitando a ocorrência de chuva em muitas áreas da região Sudeste. Mesmo assim, a chuva não será generalizada e o fato do bloqueio da ASAS enfraquecer não é garantia de normalização das condições meteorológicas do verão. A marca do verão de 2015 também será muito calor e pouca chuva, como o verão de 2014 ou pior um pouco pela seca acumulada, poderíamos dizer assim, em grosso modo, para relatar a verdade dos fatos.


Fontes: www.climatempo.com.br
             www.folhaverdenews.com


 

7 comentários:

  1. A gente está postando estas informações de hoje atendendo pedidos e dicas de internautas, amigos e amigas, questionando uma necessidade de providências sobre o clima.

    ResponderExcluir
  2. Relembramos também por aqui que há meses, a relatoria oficial da ONU se manifestou culpando a falta de gestão governamental, no caso em São Paulo, pela seca, falta de chuvas e desabastecimento.

    ResponderExcluir
  3. Além do anúncio de medidas como multas ou aumento do preço de tarifas ou solicitações para que o consumidor urbano economize água, que outras medidas governamentais vem sendo tomadas?

    ResponderExcluir
  4. É urgente mudar a estrutura da energia e a gestão do meio ambiente começar a ser feita afinal, para que esta situação seja solucionada de forma sustentável para...2016. Agora para 2015 a gente teme que será mais um ano de alerta e de caos climático.

    ResponderExcluir
  5. Mande a sua opinião pro e-mail do nosso blog navepad@netsite.com.br e/ou direto pro nosso editor de conteúdo padinhafranca@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. "Mistura um problema meteorológico como Asas com o fenômeno natural El Niño e mais a seca acumulada desde 2014 e toda uma série de problemas ambientais, além da falta de gestão governamental, e o resultado é esse drama do clima": a opinião nos foi enviada por Maria Santos, que estuda jornalismo na Unesp de Bauru.

    ResponderExcluir
  7. "Por outras palavras e com outras informações, do mais alto valor, o site Uol está publicando hoje a opinião sobre o problema do clima e da água, que coincide com este post do nosso blog. Confira lá a entrevista na íntegra com a pesquisadora da Universidade de Stanford, da Califórina, Newsha Ajaini. Ele inclusive compara os problemas e a busca de solução, lá e aqui. Vale a pena conferir os comentários de Newsha Ajaini.

    ResponderExcluir

Translation

translation