sexta-feira, 6 de março de 2015

JOGO E DESAFIO DAS ESTRELAS RESGATA FRANCA COMO CAPITAL DO BASQUETE PARA O NBB E PARA A NBA

Evento nacional com estrutura internacional mudará ou avançará a realidade de Franca? Em termos esportivos foi uma vitória dos seus basqueteiros, Chuí, Helinho, Adrianinha e André Coimbra, o pivô se consagrou nas enterradas sob o olhar admirado do super Horance da NBA e depois ao vivo do Pedrocão Sportv mostrou um dos melhores jogos de basquetebol já vistos por aqui NBB Brasil 113 X 110 NBB Mundo sem nenhuma violência e toda arte do basquete


André Coimbra, pivô do Franca Basquete, se consagrou no desafio das enterradas

Emoção dos basqueteiros de Franca com vitória do trio Chuí, Helinho e Adrianinha Moisés

Marcelinho do Flamengo venceu nas cestas de 3 e as vaias de muita gente


BOMBA E FURO DE REPORTAGEM DESTE BLOG: esta foto do ano 2000, Hélio Rúbens Garcia campeão brasileiro pelo Vasco da Gama e do Rio, ao lado do seu filho, armador do Franca Basquete, Helinho: Helião deve voltar agora a atuar como técnico deste clube carioca em breve, ele que é com certeza um mestre da arte do basquetebol made in Franca

Adrianinha se destacou também nesse sábado na vitória da LBF Brasil sobre a LBF Mundo por 78 a 73 


Show de bola no jogo festa tipo NBA do basquete NBB Brasil 131 X 110 NBB Mundo

O mascote com humor pegou no pé dos trienadores Demétrius Ferraciú e Guerrinha, do Brasil e de Franca

Franca precisa dar uma enterrada nos seus problemas e criar uma estrutura mais avançada

A festa começou às 19h de sexta-feira no Pedrocão, de novo  hoje, com o Pedrocão lindo e lotado com jogos festa tipo NBA entre brasileiros ou brasileiras e gringos que atuam na NBB, de novo o Poli consagrado como templo do basquete, transmissão ao vivo pela mídia de todo o país, um evento internacional que destacou hoje mais uma vez Franca como uma cidade point no interior do país: a força do marketing esportivo ajudará um avanço da qualidade de vida por aqui? Esta é uma questão e entre outras, mais uma: com uma gestão de desenvolvimento sustentável a cidade poderia atrair turismo esportivo e ecoturismo, ajudando a melhorar também a economia local e a qualidade de vida  em Franca, algo ainda carente em setores como saúde e meio ambiente. Esta agitação positiva ajudará um resgate dos melhores dias do Franca Basquete? O time passa pela maior crise financeira de sua história de muitas conquistas. E na cidade do basquete o futebol poderá também ter investimentos e gerar mais benefícios através da imagem pública e do marketing dos esportes? Em todo esporte existe este potencial e a indústria de lazer e de eventos, hoje a nº 1 para gerar diversão, negócios, recursos e solução de problemas será aproveitada e ampliada pela comunidade francana? Este tipo de indústria esportiva, de cultura, eventos e lazer hoje é um fator de desenvolvimento, o Jogo da Estrelas do NBB (masculino) e o Desafio das Estrelas da LBB (feminino) podem vir a ser uma semente e/ou um canal de atualização da vida econômica, gerando uma melhor qualidade de vida para a população. Este conteúdo, além dos jogos e disputas em clima de festa, precisa mesmo ser considerado pelas autoridades públicas e pelas empresas de Franca, para que ela não seja apenas a sede de um megaevento mas que também venha a atualizar e a avançar a sua realidade, a partir deste acontecimento, que chega a ser histórico na capital ícone do basquetebol. Depois que toda essa festa acabar, precisa começar um trabalho para avançar a indústria de lazer por aqui.  Aí sim, terá valido a pena e será aproveitada a repercussão global deste evento de que participa até a Spalding, a empresa que produz a bola e é uma das patrocinadoras da NBA nos Estados Unidos. Esta mesmo na hora da cidade e da região planejarem a criação do seu futuro, hoje cá entre nós meio que ameaçado. (Antônio de Pádua Padinha, repórter e ecologista, editor deste blog)



Leo Meindl com  a marca da NBA ao lado sinaliza futuro para nova geração de Franca


Mídia nacional e internacional já chegando por aqui

O futuro de Franca passa pela indústria de lazer, eventos e esportes

A cidade do basquete terá um choque de grandeza com este evento?...

O Jogo e o Desafio das Estrelas pode ser semente de uma nova realidade sustentável?...


Fontes: www.espn.com.br
              www.sportv.com.br
              www.gazetaesportiva.net
              www.folhaverdenews.com



16 comentários:

  1. Helinho Rubens Garcia entre os jogadores e Adrianinha Moisés entre as atletas, do NBB e da LBB, que estarão a partir de hoje participando do evento, eles que são de Franca também, vivenciam já agora o ensaio do que poderá vir a ser a cidade do basquete, dos esportes todos, do lazer cultural, do show e dos eventos, hoje a indústria que mais avança em todo o mundo.

    ResponderExcluir
  2. O nosso editor Padinha acompanha ao vivo e pesquisando a história toda a saga do basquetebol em Franca, desde os seus pioneiros, como o Mestre Pedroca, Alfredo Henrique Costa, Agostinho Vilhena, entre outros que já morreram e hoje começam a ver um pouco do que sonharam no palco ou templo da quadra do Poli, o Pedrocão.

    ResponderExcluir
  3. A cidade do basquete inclui também um estilo de jogar e de armar as equipes, uma tradição ou know-how que se espalhou por todo Brasil e por outros países: defesa forte e saída rápida pro ataque, tanto que há toda uma geração de treinadores made in Franca brilhando no país, como os ex-jogadores Chuí, Demétrius Ferraciú, Guerrinha, Carlão Rodrgigues, Daniel Wafty, levando adiante esta herança cultural e esportiva.

    ResponderExcluir
  4. Nos dois jornais locais Comércio e Diário da Franca você tem em detalhes toda a programação do evento hoje e amanhã, megaevento que já mobiliza a mídia nacional e até internacional por aqui, ensaiando o que pode vir a ser um choque de futuro na velha Franca do Imperador, que precisa de investimentos e de gestão em desenvolvimento sustentável.

    ResponderExcluir
  5. Mande a sua msm, comentário ou opinião sobre esta pauta aqui para a nossa redação navepad@netsite.com.br e/ou diretamente pro e-mail do nosso editor de conteúdo padinhafranca@gmail.com que logo mais estaremos postando aqui todos os comentários que já começam a chegar aqui no blog e também via o Facebook.

    ResponderExcluir
  6. "Este enfoque mostrado aqui é diferente e muito interessante, é algo que precisa ser encarado pela comunidade, discutido pela mídia e em especial, pelas autoridades, que não podem perder esta chance": a opinião nos foi enviada por Cássio Freires, jornalista e radialista, da FM Brasil Mais e da Rádio Imperador AM.

    ResponderExcluir
  7. "Eu estou aqui longe daí, pensando, como a minha cidade poderia ter um choque de futuro também, talvez através do futebol, com um nova estrutura no Limeirão": é o comentario de Cleomar Santos, de Limeira (SP), ele que é estudante de Psicologia na Unesp de Assis (SP).

    ResponderExcluir
  8. "Espero que todfa essa agitação não seja só como a Copa do Mundo da Fifa e da CBF que passou pelo Brasil e deixou o nosso povo na mão com os seus problemas": a opinião é de Reinaldo Silva, de Ribeirão Preto (SP), ele se refere também ao fato de sua cidade ter sido sede para a delegação da França no mundial de futebol e de não ter ganhado nada com isso: "Nem o aeroporto aqui foi internacionalizado como se prometia então"...

    ResponderExcluir
  9. A equipe do nosso blog foi muito bem recebida nos bastidores do Pedrocão, ainda na preparação para o evento desta noite e de amanhã, alguns jogadores, técnicos e dirigentes consultaram este nosso post, assim como o pessoal da vida. A repórter trabalhando para o site UOL comentou ao se interessar: "É um enfoque diferente".

    ResponderExcluir
  10. Envie vc tb a sua opiniaõ para nossa redação navepad@netsite.com.br e/ou pro e-mail do nosso editor de conteúdo padinhafranca@gmail.com e participe do debate sobre este potencial de avanço para a cidade e a população daqui, de Franca e região.

    ResponderExcluir
  11. "Vi muitas reportagens, notícias e matérias, na imprensa e rádio, também em canais de esporte e telejornais, este blog aqui pega o assunto por um enfoque que extravasa o esporte, interessa à toda população": é a msm que nos enviou Júlia Souza, que estuda jornalismo na Unesp de Bauru e veio à Franca especialmente para acompanhar o Jogo das Estrelas.

    ResponderExcluir
  12. Parabéns ao Chuí, André Coimbra, Helinho, Adriana (hoje no América de Recife), Leo Mendl e todos os atletas de Franca que se destacaram na sexta pelo evento NBB/NBA.

    ResponderExcluir
  13. Desejamos ao mestre do basquetebol de arte made in Franca, Hélio Rubens Garcia, o Helião, sucesso de novo no Vasco da Gama, onde foi campeão na década de 90 e no ano de 2000, o que ajudou também a imagem francana como capital basqueteira do Brasil.

    ResponderExcluir
  14. "Contrastando com o clima NBA que tomou conta do NBB nesta festa do Jogo das Estrelas, nos bastidores um dos assuntos mais comentados aqui no Pedrocão é que os atletas do Franca Basquete por causa da crise financeira terão que baixar seus salários já que o clube continua ainda sem patrocinador": é o comentário de Maurício Vilela, enviado via Smarthphone, ele que é de São Paulo e esteve por aqui por causa desta grande evento: "Curti este blog com uma matéria tão atual sobre esta cidade que realmente respira basquete"...

    ResponderExcluir
  15. "Só um detalhe no comentário deste internauta de São Paulo, realmente Franca respira basquete, mas do jeito que as coisas vão por aqui, respira por aparelho, na UTI": a opinião crítica é de Sérgio Alemão, que é de Ribeirão Preto (SP) mas atua no mercado publicitário por aqui.

    ResponderExcluir
  16. "A mídia é livre prá noticiar o que escolher mas com certeza neste fim de semana jornais, rádios e TVs de Franca e região em geral bobearam com uma ou outra exceção, somente este blog enfocou o Jogo das Estrelas com a importância e o alcance que ele tem": o comentário nos foi enviado por Maria Munhoz Santos, de Ribeirão Preto (SP), ela que é executiva na área comercial. Agradecemos os elogios de Maria Munhoz ao blog que buscou mostrar e analisar este evento do NBB a bem da população e do seu melhor potencial.

    ResponderExcluir

Translation

translation