sábado, 4 de abril de 2015

A PÁSCOA É TAMBÉM UM RITUAL DE COMILANÇA MAS NO BRASIL 89% HOJE QUEREM PELO MENOS MELHORAR OS HÁBITOS ALIMENTARES


Brasileiros estão entre os consumidores mais predispostos a mudar sua alimentação nas Américas, revela pesquisa do Ibope (e este instituto de mídia está mudando também...)

 
Contando população da América do Norte, Central e do Sul, os mexicanos são os mais resistentes em mudar a alimentação, mostra a pesquisa do Ibope realizada recentemente ao longo de dois meses com 10.786 entrevistados de nove países do continente. Surpreende uma das conclusões, os homens mais do que as mulheres têm dificuldades de enfrentar problemas relacionados ao sobrepeso. Outro dado interessante: 75% dos cidadãos e cidadãs das três Américas desejam fazer mudanças de uma ou de outra forma em sua alimentação.Também agora na Páscoa, quando a comilança é uma característica da festa, em todo o Ocidente, o que segura o excesso de comida é o medo de engordar demais e em geral, o sobrepeso é um grande problema que não para de crescer. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), desde 1980 a obesidade mais do que dobrou no mundo todo, sendo que 65% da população mundial vive em países onde o sobrepeso e a obesidade causam mais vítimas do que a desnutrição.O Brasil ainda não se dá a este luxo, porque ainda não está no 1º Mundo. Bem, mas a partir deste problema, a WIN Américas organizou a pesquisa Percepção e Realidade, que é um estudo detalhado sobre a obesidade no continente americano (na Argentina, Brasil, Canadá, Colômbia, USA, Equador, México, Panamá e Peru), que representam 90% de toda a população da região. No Brasil, a pesquisa foi conduzida pelo Conecta, plataforma web do Ibope Inteligência, uma mídia atuante em nosso país há mais de 70 anos, que tem credibilidade e que está passando por algumas mudanças, como vamos mostrar também ao fim desta pesquisa aqui no blog Folha Verde News. Confira em especial na seção de comentários a esta matéria aqui no blog da ecologia e da cidadania.


Há uma tendência de metade da população optar por saladas, legumes, verduras e frutas não tanto agora na Páscoa
O Pesadelo da Páscoa: aqui, as principais informações nesta pauta do Ibope Inteligência


Segundo o estudo, apesar de 75% dos habitantes das Américas desejarem realizar mudanças na sua alimentação, apenas 19% conseguem fazer realmente essas alterações. E os brasileiros são os mais dispostos: 89% querem mudar seus hábitos alimentares. Os norte-americanos e canadenses aparecem na sequência, com 77% e 76%, respectivamente. Por outro lado, os mexicanos se mostram muito resistentes: 50% não querem mudar sua maneira de se alimentar nem no dia a dia nem em festas que acabando se tornando em todos os países rituais de comilança, como agora na Páscoa. 

A garotada de classe média é bombardeada pelos dois estilos de alimentação e de vida


De acordo com o estudo, as mulheres têm uma percepção mais crítica de sua saúde ou noção estética do que os homens: 67% delas se declaram saudáveis, percentual que sobe para 72% entre os homens. Eles, entretanto, têm mais dificuldades para enfrentar os problemas relacionados ao sobrepeso do que elas: 40% dos homens declaram estar acima do peso, porém, de acordo com seu IMC (que é o Índice de Massa Corporal) 52% têm sobrepeso de fato. Entre as mulheres as percepções se invertem: 46% dizem estar com sobrepeso, mas o cálculo do IMC mostra que, na realidade, só 43% delas estão mesmo acima do peso. Uma outra informação da pesquisa surpreende, revelando que a atividade física não tem forte presença na América Latina. Enquanto na América do Norte, onde estão os dois países com maior índice de declarações afirmativas de exercícios regulares (Canadá e Estados Unidos), 68% da população pratica exercícios regularmente (duas vezes por semana ou mais), nos países latino-americanos o índice cai para 41%, sendo que 31% não fazem nenhuma atividade (14% na América do Norte não se exercitam). Peruanos e panamenhos são os que menos fazem alguma atividade para manter ou melhorar a sua forma física. 

Fazer atividades físicas é fundamental para escapar desta realidade mórbida



Na média do continente americano, 52% afirmam realizar exercícios físicos regularmente, 24% praticam atividades com uma frequência menor e outros 24% não se exercitam de jeito nenhum.

“Os resultados refletem uma situação preocupante: a população das Américas está com excesso de peso, mas não reconhece claramente que isso pode ser um problema. Alguns até entendem que precisam mudar seus hábitos alimentares e praticar exercícios, mas poucos realmente tomam uma atitude e acabam colocando sua saúde e bem-estar em risco”, diz a diretora executiva do Conecta, Laure Castelnau. Ela  também foi uma das diretoras desta empresa mundial de mídia que confirmou que está havendo mudanças no Ibope do Brasil.  A Kantar, um dos maiores grupos empresariais deste setor no planeta, que realiza pesquisa, insight e consultoria, adquiriu o controle do Ibope Media, líder em medição de mídia e investimento publicitário na América Latina. Esta aquisição fortalece e amplia significativamente a presença global da Kantar Media e seu nível de conhecimento em todos os aspectos da medição e da avaliação de mídia, sendo líder no mercado de medição de audiência de TV em 48 países. O acordo marca uma nova era para as duas megaempresas e reflete a crença de que o mercado latino-americano apresenta grandes oportunidades de crescimento. Fundada no Brasil há 72 anos, a marca Ibope será mantida, assim como toda a sua atual diretoria. Seu Ceo, Orlando Lopes, continuará a dirigir a empresa, passando, a partir de agora, a fazer parte do conselho da Kantar Media e reportando-se ao presidente e Ceo da Kantar Media, Andy Brown. É algo novo para o que os nossos internautas precisam também ficar atentos em próximas pesquisas de audiência, eleitorais ou também de comportamento, como foi o caso deste estudo sobre a alimentação nas três Américas.

A imobilidade está entre os pesadelos de muitos na Páscoa também...

Este tema é um dos mais debatidos no Brasil hoje

Fontes: www.ibope.com.br
             www.folhaverdenews.com

8 comentários:

  1. Realmente, se trata de um pesadelo para os que podem pelas sua condição financeira aproveitar a Páscoa: curtir a comilança desta festa e manter a sua forma...

    ResponderExcluir
  2. Mas antes de mais detalhes e os comentários dos internautas do blog sobre esta pauta, aqui, informações, praticamente em 1ª mão, das mudanças que acontecem na estrutura da empresa Ibope Media.

    ResponderExcluir
  3. É bom você saber que a Kantar Media e o Ibope já vêm trabalhando em parceria há mais de 17 anos: "Dadas as oportunidades que vemos na região, era o momento certo para aumentarmos a nossa participação e acelerarmos o compartilhamento de tecnologias e ofertas da Kantar Media para os clientes do Ibope Media. Estamos muito animados para receber o Orlando e a sua excepcional equipe junto à Kantar Media e esperamos, com a união das nossas forças, entregar ainda mais inovação e crescimento para nossos clientes e acionistas.”, comenta Andy Brown, um dos diretor da Kantar, que é o braço do grupo WPP, uma das maiores empresas de pesquisa, insight e consultoria do mundo. Estu fusão representa o auge de um período de investimento e de expansão acelerada para a Kantar Media. Nos últimos 18 meses, a empresa acrescentou conhecimento e experiência, expandiu sua cobertura global e adquiriu novas capacidades de medição por meio de aquisição de empresas, como a Data Republic; a Precise, a unidade de ‘audio watermarking’ da Civolution; bem como a muito recentemente anunciada troca de ativos e investimentos na Rentrak, especialista em medição de TV e vídeo nos Estados Unidos. Enfim, este release empresarial dimensiona o que está ocorrendo com o tradicional Ibope no Brasil. Vamos ficar atentos e ver no que dá.

    ResponderExcluir
  4. Em relação à pesquisa de comportamento e de alimentação realizada em 9 países das 3 Américas,o Ibope revela em síntese que a população do nosso continente já está com excesso de peso. Nao deixa de ser algo preocupante em termos de saúde, desafiador no campo da estética e ao mesmo tempo, motivador se a gente pensa em mudar e avançar a realidade atual...

    ResponderExcluir
  5. Mande a sua informação, comentário ou mensagem para a redação do nosso blog navepad@netsite.com.br e/ou envie o seu e-mail direto pro editor de nosso blog padinhafranca@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. "Para uns, o pesadelo da Páscoa é o de todos os dias, o que vou comer? Será que vou conseguir alguma comida? Para a metade da população com mais recursos, a preocupação de tirar o sono e até estragar o prazer da comilança é esta situação mostra pela pesquisa": o comentário é de Alice Pena, socióloga que atua com produção cultural em BH, Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  7. A gente aproveita para agradece aqui à Alice Pena o envio de fotos, textos e a edição da revista Minas Ciência que enfoca o tema Obesidade. Mande você também sua colaboração ou informação, particioe.

    ResponderExcluir
  8. "Oi, aqui uma informação para encarar o Pesadelo da Páscoa, que acabo que ter num site de nutrição...Você ainda pode aliar as estratégias anteriores a um procedimento que, além de evitar o aumento de gordura abdominal e lombar no feriado (porque é este o perfil de armazenamento de gordura que os exageros promovem), irá fazê-lo evoluir nos resultados. Durante cinco dias após as festas, você pode realizar uma dieta com menor teor de carboidratos (2g/kg de peso), sendo 25% pré e 25% pós-treino, e mais proteínas. Pelo menos por 5 dias. Os resultados são realmente muito bons": a dica é da hora e nos foi enviada para a redação do blog por Moreira, do Rio de Janeiro (RJ), que se define como "um ciclista por necessidade"...

    ResponderExcluir

Translation

translation