quinta-feira, 18 de junho de 2015

TERRA PODE FICAR SEM ÁGUA CONTINUANDO ESTE SISTEMA DE EXPLORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS

NASA afirma que planeta poderá ficar sem água: nível de grandes aquíferos subterrâneos está diminuindo cada vez mais e isso aumenta a urgência de um Desenvolvimento Sustentável



O alerta dos satélites espaciais da Nasa sobre escassez de água se unem aos da OMS da ONU




A situação tende a piorar com crescimento da população mundial, da agricultura, das atividades de mineração e da falta de um desenvolvimento sustentável na maior parte dos países, já que deveria haver um novo equilíbrio estratégico entre os interesses econômicos e os ecológicos em todo o lugar do mundo. Com imagens da Shutterstock, esta é uma informação da agência de notícias Ansa e do site da Band,  Rede Bandeirantes de TV e Rádio. "Há todo um noticiário chegando hoje e enfocando esta questão, como a informação de que água contaminada mata 28 crianças na Nigéria, cidades de vários continentes e países têm problema no abastecimento, crise hídrica e poluição, COI preocupado com a água poluída da Baía de Guanabara onde se disputarão competições da Olimpíada 2016, há enfim toda uma pauta da maior atualidade", comenta por aqui no blog Folha Verde News o nosso editor, o repórter e ecologista Antônio de Pádua Padinha. Inclusive, fizemos ontem lado a lado com o Cássio Freires, jornalista da Rádio Imperador AM e do site Pop Mundi, uma reportagem sobre uma iniciativa de um grupo de funcionários do Condomínio Ecoville, em Franca (SP) que criaram um sistema alternativo para salvar pelo menos 50 mil litros por semana de uma nascente que estava escorrendo ao léu e caindo na rede pluvial de esgotos. Agora, foi resgatada numa iniciativa exemplar.

Aqui mesmo no blog, logo embaixo, você pode conferir a vídeo reportagem desta iniciativa inédita. Existe ainda outra nascente no Ecoville que terá as suas águas resgatadas, o condomínio poderá contar então logo mais com cerca de 200 mil litros de reserva de água para reúso, para limpar áreas públicas de lazer, regar plantas e jardins, lavar piscina e quadras de esporte, em suma, economizando algo em torno de 10 a 20% do consumo no conjunto de prédios, que fica próximo de um brejo, do Córrego Espraiado e de uma mata em área da AABB, já tombada. Só dentro do espaço urbano de Franca (SP) sobrevivem mais de 20 nascentes e bicas que poderiam em parte ser aproveitadas, não somente como água potável, pela poluição dos lençol freático. "Estas pessoas simples, usando princípios da engenharia ambiental, estão fazendo o que autoridades políticas não fazem, aproveitar águas de nascentes para reúso, em vez de jogá-las no esgoto pluvial, é algo sustentável. que ajuda a economia e a ecologia", argumentou ainda por aqui o ecologista Padinha. Você pode conferir esta reportagem com funcionários e sistema alternativo no Condomínio Ecoville aqui mesmo em nossa webpágina a seguir. Uma iniciativa deste tipo (que deveria ser imitada por governos, prefeituras, empresas) previne a crise hídrica que pode aumentar no Brasil nesta próxima seca, é algo exemplar, pode ajudar a faltar menos água entre julho e setembro agora, mostrando também a força da cidadania na busca de solução dos problemas socioambientais para qualidade de vida da população.



A situação dramática do Sistema Cantareira em SP exemplifica bem este raio X que faz agora a Nasa


Três funcionários do Ecoville que estão resgatando águas de nascentes para reúso dão um exemplo da hora



O alerta da NASA foi feito com dados captados via satélite e informações da OMS da ONU


O planeta poderá ficar sem água em um futuro não tão distante. Esse foi o alerta lançado pela agência espacial norte-americana, a Nasa, a partir de fotos de satélites espaciais. Segundo o órgão, o nível de mais da metade dos maiores aquíferos subterrâneos do planeta está diminuindo de maneira crescente. As imagens mostram que 20 dos 37 aquíferos mais importantes ultrapassaram o ponto crítico de sustentabilidade, o que significa que está sendo consumida mais água do que se deveria. Destes 20, 13 já atingiram um nível tão baixo que fazem parte da categoria mais preocupante. Para os cientistas, este é um problema que só tende a piorar, tendo em vista que a dependência da água está aumentando com o crescimento da população mundial, da agricultura e das atividades de mineração. "A situação é um tanto crítica", afirmou o cientista do Jet Propulsion Laboratory, Jay Famiglietti, que foi ouvido pelo jornal The Washington Post. Esses aquíferos fornecem cerca de 35% da água usada pelos seres humanos e essa demanda aumenta em casos de estiagem. No hemisfério sul, também no Brasil, virão agora três ou quatro meses de estio. No estado norte-americano da Califórnia, por exemplo, 65% dos aquíferos estão sendo utilizados para consumo porque rios e reservas já secaram ou estão em condições alarmantes devido à escassez de chuvas na região. Segundo previsões, até o final deste ano, eles serão usados quase em sua totalidade. Para que um aquífero se refaça, serão necessários milhares de anos. Atualmente, a região que está em estado mais crítico é a Península Arábica, onde vivem mais de 60 milhões de pessoas. Outras importantes áreas em crise hídrica ficam em Índia, Paquistão, Líbia e Níger. Em nosso país, o que antes era um drama típico do Nordeste, hoje já está começando a invadir o Sudeste, o Sul e outras regiões, mesmo o Norte está com desequiílibros pelo excesso de desmatamento, se não chega a faltar água na Amazônia, esta situação está causando uma outra tragédia, inundações, as águas não sobem para as núvens, não acontece normalmente o processo de evapotranspiração devido ao desmate e a necessidade de revegetar com espécies nativas e assim preservar melhor os recursos naturais, entre eles, a água, sem os quais, não haverá futuro na vida.



Salvar nascentes e recursos naturais são a saída para o meio ambiente e a própria vida hoje


Fontes: Ansa (Agência de Notícias)
              www.noticias@band.com.br
              www.folhaverdenews.com


7 comentários:

  1. Logo mais estaremos postando aqui nesta seção do blog mais informações e também comentários ou mensagens. Aguarde.

    ResponderExcluir
  2. Envie alguma mensagem, comentário ou informação também para o e-mail da nossa redação aqui no blog navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Outra opção é você mandar o seu e-mail direto pro editor de conteúdo do nosso blog padinhafranca@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. "Superimportante a matéria que vi no Washington Post ontem e vejo em resumo aqui neste blog, temos mesmo que alertar a todos em todos os lugares": o comentário é de Pedro Inácio, de Presidente Venceslau (SP), que pretende cursar Engenharia Agrônoma na Unesp em 2016.

    ResponderExcluir
  5. "Nota 10 para estes cidadãos Vagner, Tidu e o jardineiro Laudete, que pude conferir no vídeo o sistema que fizeram para usar uma nascente que estava sendo jogada no esgoto pluvial aí nesse condomínio, que também merece cumprimentos": a opinião é da internauta Mariza Sanches, de Franca (SP), que informa ver por vários pontos da cidade nascentes tendo suas águas jogadas fora em pela crise hídrica.

    ResponderExcluir
  6. "O importante em matérias como essa é a gente estimular a ação para mudar esta realidade, a notícia é triste mas o lance de salvar nascentes é feliz": o comentário é de Marina Mendes, professora de Biologia em Jaboticabal (SP).

    ResponderExcluir
  7. "Por mais que cientistas, ecologistas e até o papa façam alertas, os governos e as pessoas não se dão conta de como é grave e dramática a situação socioambiental hoje em quase todo lugar": a msm nos foi enviada de Bauru (SP) por José Santos, formado na faculdade de Comunicação da Unesp.

    ResponderExcluir

Translation

translation