sexta-feira, 3 de julho de 2015

O MARKETING POSITIVO DO BASQUETE PODE SER O RECOMEÇO DO CAMINHO DE FRANCA

HELINHO COM O APOIO DO HELIÃO E DA MÍDIA É O CANAL PARA UMA VIRADA DO BASQUETE E DE FRANCA QUE PRECISA PARAR DE CHORAR O PASSADO E COMEÇAR A CRIAR O FUTURO 



Creio, caro torcedor e todos os basqueteiros, a Luizinha Trajano/Magazine Luíza já anteviu isso também, com o Helião e o Helinho, que agora vai jogar do lado de fora das quadras (onde está o principal problema do Franca Basquete) vai ser o canal para reencontrar o caminho, a bem da imagem e até da qualidade de vida da cidade e da região. A mídia, as empresas de todo lugar e a cidade toda apoiando Helinho Garcia esse pode ser o caminho da reconstrução da mística do melhor basquete do interior do Brasil. Helinho Garcia, filho do nosso basquete agora pode ser o seu pai ou padrinho...Ele poderá ser o líder dessa virada histórica. E aí um patrocinador master virá por acréscimo. Vamos todos juntos com ele recriar o futuro deste esporte que tem um passado fora do comum por aqui na capital da arte do basquetebol. Eu acredito. (Padinha, repórter e ecologista)





Filho e neto de alguns dos melhores basqueteiros de Franca, Helinho agora pode ser o pai ou o padrinho dessa virada



Fontes: www.gazetaesportiva.net

              www.folhaverdenews.com 


8 comentários:

  1. Logo mais estaremos postando por aqui mais informações e comentários sobre a nova posição de Helinho no Franca Basquete, de fora da quadra para liderar uma virada da cidade via o basquetebol, ambos chegaram a um dos piores momentos de sua história agora.

    ResponderExcluir
  2. Poste a sua mensagem ou informação e opinião nesta seção aqui do blog ou envie seu e-mail para a nossa equipe de redação navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Outra alternativa é vc enviar sua mensagem direto pro e-mail do nosso editor de conteúdo padinhafranca@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. "Eu também vejo o basquete com uma chance de impulsionar os negócios e a qualidade de vida em Franca e região, o Helinho tem capacidade e carisma para liderar isso, que começa com um refortalecimento do nosso basquetebol": é a opinião de Edson Miranda, que é francano e atua hoje em São Paulo (SP) na assessoria de empresa de informática.

    ResponderExcluir
  5. "Essa coisa de recomeça com um time mais barato foi uma boa decisão também, tudo junto pode remotivar a cidade e a mídia, também acredito que isso pode levar a uma reconstrução do basquete, mas para reerguer Franca vai ser preciso muito mais depois de tantas gestões medíocres": é o comentário de Izabel Molina, que se casou em Franca mas hoje vive em Curitiba (Paraná) de onde acompanha pela Internet o que acontece por aqui: "Deus abençoe o Helinho".

    ResponderExcluir
  6. "Se o Helinho conseguir fora da quadra a metade do que coinquistou dentro dela, já será bom d+": a mensagem nos foi enviada por Ary Mendes, que estuda na Unesp e é de Bauru (SP).

    ResponderExcluir
  7. "Vamos juntos, caro ecologista Padinha, até o basquete de Franca está em extinção": é a msm que recebemos de José Valdir, de Pedregulho (SP), que veio de Vitória (ES) para a região que diz que já conhecia por causa do basquetebol, "onde jogaram grandes capixabas como Anderson Varejão e seus irmãos".

    ResponderExcluir
  8. O ex-pivô do Franca e atual Seleção Brasileira, Estevão, passou pela cidade onde tem familiares de sua esposa e contatou o nosso editor Padinha, tomando conhecimento deste blog e deixando um abraço para seu ex-colega de time Helinho: "Este esquema pode dar certo", comentou.

    ResponderExcluir

Translation

translation