sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

CIENTISTAS E ECOLOGISTAS PEDEM ENERGIAS LIMPAS JÀ PARA DIMINUIR O EFEITO ESTUFA E EVITAR O CAOS DA TERRA

Mas na Conferência do Clima petrolíferas tentam adiar o fim do uso de combustíveis fósseis




Na COP21, Conferência do Clima organizada pela ONU e acontecendo nestes dias em Paris, com representantes de 195 governos e no dia a dia dos países, a força da indústria petrolífera é um entrave para a adoção em massa de energias limpas como a Solar e a Eólica capazes de construir um acordo global para diminuir as emissões dos gases de efeito estufa. Ao mesmo tempo em que este evento mundial sustentável e ambientalistas se desenvolve em Paris, começou com certeza uma nova arrancada do lobby do petróleo... A solução para evitar mudanças do clima e aumento da temperatura do planeta passa pelo investimento em energias renováveis. E tem que ser desde agora. Não é o que interessa, porém, às multiempresas petrolíferas e seus lobbies, que estão em todo lugar, também agora no evento da ONU.  “Vamos deixar os combustíveis fósseis no solo e viabilizar uma transição onde os investimentos em energias limpas e renováveis passem a ser prioridade. O hidrocarboneto está defasado em termos tecnológicos e com os seus dias contados”, afirmou Nicole Figueiredo de Oliveira, diretora da 350.org, entidade ambientalistas do Brasil, que está nestes dias atuando nos bastidores da COP21 e claro, batendo de frente com lobbistas do petróleo, a economia predominante no planeta, ainda, por enquanto. Defensora contundente de princípios sociais, econômicos e políticos pautados pela ideia do carbono zero e justiça climática, Nicole Oliveira argumentou em entrevistas dadas lá na França que "a presença do lobby é visível em todo lugar, aqui também, mas a pressão da população mundial sobre os governantes tem aumentado, uma vez que as mudanças climáticas já vêm afetando a vida de todos nós".  Em todo o mundo e não somente em Paris onde se concentram os debates da Conferência do Clima, as manifestações têm mobilizado milhões de pessoas para cobrar um acordo climático, capaz de evitar que o aumento da temperatura ultrapasse os 2 Graus, o que vai cada vez mais intensamente provocar um caos do meio ambiente, do clima, da última ecologia. Os mais de 100 cientistas de todas as regiões da Terra que fizeram o levantamento para o IPCC a pedido da Organização das Nações Unidas já alertaram sobre este fato. Só para exemplificar, a mobilização dos ecologistas brasileiros e da nossa sociedade civil, destes dias em Curitiba, onde aconteceu a 1ª Bicicletada Climática Global. Já na Europa, em várias cidades simultaneamente e em especial em Paris (nestes dias a capital terrestre do meio ambiente) rolou a  Mobilização Mundial pelo Clima, reunindo milhares de pessoas que buscaram assim influir nas decisões dos governantes dos quase 200 países participantes da COP21 da ONU 2015. E você pode conferir hoje também no microblog Flash de Ecologia dentro do http://jornaldafranca.com.br  outras informações, em especial sobre a luta contra o Gás de Xisto, que mostra o Brasil falando uma coisa em Paris e fazendo outra em nosso país.


Enquanto no evento da ONU em Paris o Brasil fala em energias limpas...
 

...aqui no país já se programa a energia suja do Gás de Xisto também por aqui na região...

...por aqui na região onde desde setembro já deveria ter placas solares flutuando nas represas do Rio Grande


Fontes:  www.ecodebate.com.br
              BBC - Reuters
              www.folhaverdenews.com
             

2 comentários:

  1. "Concordo que o Brasil fala uma coisa em Paris e faz outra em nosso país, mas também Obama fala uma coisa, mas os USA fazem outra sob o domínio do lobby do petróleo": é o 1º comentário que recebemos por aqui em nosso blog sobre esta pauta de hoje. Foi enviado por Euler Araújo, que é estudante de Engenharia na USP em São Paulo.

    ResponderExcluir
  2. Logo mais mais informações sobre esta pauta e mais comentários por aqui: enquanto vc aguarda esta edição, coloque aqui a sua mensagem ou envie um e-mail para a nossa redação navepad@netsite.com.br e/ou mande direto pro nosso editor de conteúdo padinhafranca@gmail.com

    ResponderExcluir

Translation

translation