terça-feira, 15 de dezembro de 2015

EX-JOGADORES, JORNALISTAS E ESPORTISTAS REALIZARAM MANIFESTAÇÃO HISTÓRICA HOJE EM FRENTE À CBF

Atualização: confira nos comentários inseridos aqui no blog mais informações do movimento que foi um 1º round para provocar mudanças no futebol brasileiro: Jamil Chade foi um dos primeiros a fazer pelo Facebook a convocação Ocupa CBF e hoje vários jornalistas estiveram lá ao vivo ou online lado a lado com ex-jogadores e esportistas ou torcedores

 

 
Um movimento e um momento histórico no futebol e na política no país da bola

   

Nomes como Paulo André, Raí, Alex, Juan, Afonsinho e Djalminha, do Bom Senso FC estão na liderança do movimento que tem tido como um apoio extra o também ex-jogador da Seleção e atual Senador, Romário Souza, que mais uma vez é o artilheiro nessa luta que pode, a partir de hoje, 15h, disparar uma grande mudança de estrutura na CBF, a Confederação Brasileira de Futebol, que a exemplo da Fifa, está vivenciando um apocalipse agora depois de tantos erros de gestão e tantos casos de corrupção. O momento conturbado, para não dizer de caos, pelo que passa a entidade que comanda (mal) o futebol brasileiro começa a mobilizar mais ex-atletas, treinadores, jornalistas, artistas, esportistas e a população.  Desde segunda-feira, surgiu nas redes sociais o movimento #OcupaCBF, que está convocando para um ato hoje em frente à sede da CBF, na Barra da Tijuca, avenida Luis Carlos Prestes, nº 130. "É um momento histórico para este esporte no Brasil, tentando escapar dos limites do futebol business, extirpar esquemas de corrupção, revalorizar a ecologia esportiva e a cidadania, tudo o que vem fazendo falta demais no jogo do dia a dia de nossa realidade", comentou por aqui no Folha Verde News o repórter e ecologista Antônio de Pádua Silva Padinha, que edita este blog e também o Flash da Ecologia, que foi convidado para este evento por Jamil Chade, um jornalista do Estadão e da ESPN, que vem fazendo várias reportagens nacionais e internacionais sobre o jogo sujo que têm predominado no comando do futebol, na Fifa, na CBF e em outras confederaçõess, todas hoje um caso policial e na malha da Justiça. Até artistas como Simoninha e Chico Buarque ou ecologistas como Fernando Gabeira podem estar na porta da entidade às três horas da tarde para ler o manifesto que exige uma nova CBF, a renúncia imediata de seu presidente e regras democráticas para novas eleições e uma nova vida pro futebol do Brasil.

 

Romário tem sido um artilheiro do futebol brasileiro também no Congresso Nacional

Raí resgata a esportividade do Dr. Sócrates ao participar deste movimento

Os comentaristas da ESPN Brasil têm dado um apoio fora do comum a esta luta esportiva

Jamil Chade com suas reportagens dá um tom de cidadania ao futebol

Os velhos cartolas Marim e Del Nero desta vez estão literalmente  dançando

 

 Esta confusão fora de campo é um tango ou um samba duma nota só: é preciso mudar a CBF

 

Com mais de uma centena de assinaturas de brasileiros de todas as áreas de atuação, nunca antes neste país a sociedade civil havia falado com tanta clareza que basta de corrupção, falta de democracia, de competência e de cidadania na CBF neste momento (desde a Copa do Mundo de 2014) em que o futebol brasileiro virou um fantasma do que era, em termos de show de bola, que sempre rendia imagem positiva para o país, aqui dentro e no exterior, a bem também da economia brasileira, por sinal, também vivendo uma crise apocalíptica. No país do futebol as mudanças podem começar por uma nova estrutura na CBF, esperam os torcedores de futebol, atônitos diante dos fatos, que hoje ocupam o noticiário de sites nacionais como o R7 e internacionais como BBC, além de várias agências de notícias. A CBF vive uma de suas piores crises da história nestes últimos meses, com três dos seus principais dirigentes envolvidos em suspeitas de corrupção. Marco Polo Del Nero, presidente licenciado, os ex-presidentes José Maria Marin e Ricardo Teixeira foram indiciados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Del Nero e Teixeira tiveram o seu indiciamento confirmado, Del Nero, que vinha evitando viagens ao exterior nos últimos meses, pediu licença da CBF para poder se dedicar com mais atenção a sua defesa. Todos são suspeitos de receber propina na negociação de contratos de transmissão de competições organizadas pela CBF e também pela Conmebol, a confederação SulAmericana que o jornal El Clarin, de Buenos Aires, chama dec "um ninho de ratos". Com a licença de Del Nero, Marcus Vicente assumiu interinamente a presidência, por ser um dos vices da CBF. E, com o afastamento de Marin, a entidade decidiu realizar eleição para ocupar o cargo de vice que Marin ainda detinha na instituição. A eleição seria realizada amanhã, dia 16, mas uma decisão liminar da Justiça barrou o pleito, a pedido do presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim de Pádua Peixoto Filho, outro vice da CBF, que teria por estatuto direito de ocupar a vaga e que não faz parte do time do Del Nero.  O pleito contava como canditato por este time, o coronel Antônio Carlos Nunes. Para Delfim de Pádua Peixoto, a eleição seria uma manobra do presidente licenciado Del Nero para tentar eleger Nunes como vice-presidente. Nunes é mais velho que Delfim e, portanto, assumiria a presidência quando encerrasse o mandato interino de Marcus Vicente. Delfim, que é desafeto de Del Nero, seria o substituto natural no cargo principal por ser atualmente o vice mais velho da diretoria. Enfim, um tango toda esta confusão ou um samba de uma norta só, é urgente moralizar o comando do futebol, que precisa voltar a seus melhores tempos. 

 
Paulo André, discípulo de Sócrates, tem sido um líder dos jogadores no Bom Senso FC

 

Fontes:  BBC - R7 - Estadão - Reuters -  www.folhaverdenews.com


13 comentários:

  1. Logo mais, a partir das 15h, com o desenrolar dos acontecimento na Barra da Tijuca, no Rio, estaremos postando aqui nesta seção do blog mais informações sobre este movimento esportivo e de cidadania.

    ResponderExcluir
  2. Aguarde novas informações e nos acesse e desde já poste aqui o seu comentário. Outra opção é mandar uma mensagem para a redação do nosso blog através do e-mail navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Você pode também enviar sua mensagem diretamente pro editor do nosso blog padinhafranca@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. "A gente que ama o futebol o Brasil não podemos ficar em cima do muro nessa hora, temos que cada um à sua maneira e dentro do que possa fazer, ajudar a mudança urgente e estrutural da CBF": é o 1º comentário que recebemos aqui, foi enviado por José Alcântara, que é ex-jogador de futebol em Goiás e hoje participar de uma rede de webradios na região.

    ResponderExcluir
  5. "Esta foto dos cartolas dançando é a imagem da hora": a mensagem é de Otávio Alves, do Rio de Janeiro (RJ), exportador de calçados, também de Franca (SP), que diz sempre acessar este blog. Agradecemos, paz.

    ResponderExcluir
  6. Ex-atletas e cerca de 100 torcedores denunciaram na tarde desta terça-feira o que chamaram de golpe da diretoria da CBF eleição de vice e exigiram a renúncia do presidente licenciado Marco Polo Del Nero. Eles ocuparam uma faixa da calçada da Avenida Luís Carlos Prestes, em frente a sede da entidade, na Barra da Tijuca, e realizaram um ato pacifico, político e esportivo por mudanças na entidade.

    ResponderExcluir
  7. "Que mudanças podem ser esperadas?", perguntou uma repórter da ESPN ao vivo a um torcedor ali presente, de nome Sócrates (possivelmente em homenagem ao jogador que além de craque propunha transformações no futebol): "As mudanças que todos queremos são profundas e não poderão ser resolvidas hoje, mas foi dado o primeiro passo, que é colocar na rua esse movimento".

    ResponderExcluir
  8. O secretário geral da CBF, Walter Feldman, ex-deputado pelo PSDB em São Paulo, acusou o Bom Senso FC de não ter disposição para o diálogo. Ele se irritou com perguntas de repórteres sobre a credibilidade da atual diretoria, cujo presidente licenciado (Del Nero) está indiciado pelo FBI por crimes de corrupção. E tentou se aproveitar da presença em massa da mídia para isentar a CBF e até mesmo Del Nero e Marim de irregularidades, o que só faz aumentar o seu descrédito.

    ResponderExcluir
  9. "Importante que torcedores tenham se juntado a membros do movimento Bom Senso FC, ex-atletas, no protesto realizado na frente da sede da CBF", avaliou Silvio Barsetti, que estava fotografando o evento para o site Terra. Ele parece que se referia ao conteúdo de cidadania que o movimento ganhou.

    ResponderExcluir
  10. "O Bom Senso FC esteve presente com nomes de peso, entre os quais Alex, Raí, Djalminha, Paulo Sergio, o técnico Paulo Autuori, entre outros. O grupo também defendeu eleições democráticas na CBF": é a informação do mesmo site Terra, no momento em que acontecia o protesto na frente da CBF.

    ResponderExcluir
  11. Segundo avaliaram comentaristas do programa Bate Bola da ESPN ao vivo durante o evento, a eleição marcada para esta quarta, em substituição ao vice José Maria Marin, trata-se de um golpe. A entidade escolheu o coronel Nunes, da federação do Pará, por motivação política. Ele passaria a ser o primeiro na linha sucessória da CBF, se eleito, por ser o mais idoso. Isso afastaria a possibilidade de Delfim de Pádua Peixoto ocupar o cargo, ele também é vice e declaradamente oposição a Del Nero, mais identificado com o movimento de mudanças da CBF.

    ResponderExcluir
  12. "Chegou a hora de a sociedade civil requerer uma limpeza na CBF. É preciso recuperar o prestígio do futebol brasileiro e isso passa por um processo com participação mais direta de atletas e clubes nas eleições da casa", declarou Alex. Para Raí, "o sistema muito fechado" da CBF impede o avanço do futebol nacional. "Como negociar com pessoas que estão indiciadas, ou presas?" Ele atribuiu à falta de credibilidade da confederação à resposta recente de patrocinadores, dispostos a encurtar o contrato com a CBF por causa de escândalos de corrupção. Na rua, manifestantes postaram cartazes em que pediam a renúncia de Del Nero e a democratização na CBF. Isso resume o que aconteceu no Ocupa CBF, que foi uma espécie de 1º round da luta.

    ResponderExcluir
  13. A ESPN informou que a CBF conseguiu cassar na Justiça a liminar que impedia eleição para a vaga de Marim. Desta forma, a eleição poderá acontecer nesta quarta na sede da entidade, porém, ainda poderá haver novidades, não se sabe a posição dos clubes e das federações, alguns e algumas já se mostraram contrários a esta manobra política.

    ResponderExcluir

Translation

translation