segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

LONGA METRAGEM DE ANIMAÇÃO GANHA O IMPORTANTE PRÊMIO ANNIE AWARDS NOS ESTADOS UNIDOS

O menino e o mundo de Alê Abreu é o filme brasileiro indicado ao Oscar




Um filme contemporâneo que equilibra arte com técnica, criatividade e indústria de cinema


Um amigo do Ceará, Antônio Ribeiro, que viu este desenho animado nacional numa exibição agora no Carnaval em Fortaleza, me havia alertado sobre "O Menino E O Mundo" e agora, chega a notícia: esta produção e direção de Alê Abreu, Filmes de Papel e da Elo Company, que concorrerá neste final de mês ao Oscar na categoria Melhor Animação, acabou de ganhar no final de semana como melhor filme independente no Annie Awards. O filme conta a história de um menino que deixa a aldeia onde vive em busca de seu pai. Na sua jornada de autodescobrimento, encontra seres estranhos, como máquinas-bichos, descobrindo o problema da desigualdade social. Esta importante premiação é considerada como o Oscar da Animação. Neste mesmo festival, "DivertidaMente" (Pixar/Disney) levou 10 prêmios e é o concorrente nº 1 da produção brasileira na festa internacional do Oscar, onde, finalmente o cinema do Brasil está representado, através deste filme de diversão com um conteúdo de crítica social. Superimportante para a luta cult do nosso país que agora "O Menino E O Mundo" tenha conquistado o Annie Awards na categoria melhor animação independente. A cerimônia aconteceu na noite deste sábado no teatro Royce Hall, em Los Angeles, onde estavam presentes centenas de produtores, cineastas, atores, atrizes e técnicos cinematográficos de todo o mundo. A gente cita aqui também que, na semana passada, a produtora Filmes de Papel, do próprio Alê Abreu, havia lançado uma campanha de financiamento coletivo para promover esta animação (premiada também na França neste ano), sendo a ideia, fazer com que o filme tenha mais chances de ganhar a estatueta de melhor animação no Oscar 2016. A campanha foi bem sucedida nas redes sociais. "O Menino E O Mundo" vai concorrer com "Anomalisa", "Divertida mente", "Shaun, o carneiro" e "Quando estou com Marnie". O filme é o primeiro brasileiro a ser indicado nesta categoria em evolução atualmente junto ao público e criadores contemporâneos de cinema. A produção vai tentar levantar 100 mil reais para promover o longametragem em desenho animado. O dinheiro dos fãs é para investir em envio de DVDs e em sessões especiais nos Estados Unidos, antes da cerimônia de entrega das estatuetas do 88º Oscar que acontece no dia 28 de fevereiro. Ou seja, além do mais, Alê Abreu, mesmo sendo um profissional de criação, conhece bem as mumunhas do mercado e este detalhe, nos dá esperanças de que ele consiga finalmente ser premiado no maior festival do cinema nos States, a bem de uma nova fase positiva para o cinema brasileiro. Mas se trata, na verdade, de um desafio monstro: o longa de Alê Abreu custou 2 milhões de reais, ao passo que a produção da Pixar/Disney teve um orçamento de 200 milhões de dólares. Mas há chances. Antes, "O Menino E O Mundo" havia vencido o principal festival em termos de arte no mundo, o Animation Film Festival, na França, agora no final do mês estará na disputa por uma estatueta no maior evento mundial da indústria cinematográfica. Devido à premiação obtida neste ano no festival francês, este desenho animado brasileiro vai integrar a série de TV na Europa "On The Way To School", que discute os caminhos e as dificuldades das crianças e dos adolescentes. Só este fato já é também uma vitória de expressão. Além do que, este filme de Alê Abreu, graças a ter investido 500 mil reais em sua distribuição pela Espaço Filmes, conseguiu abrir mercado de exibição em 90 países, algo que não acontecia com o nosso cinema nacional, desde "O Cangaceiro", de Lima Barreto ou dos filmes de arte do Cinema Novo, do subversivo e proibido no Brasil, Glauber Rocha. Enfim, ficamos felizes com esta notícia, que está em destaque também na Tela Viva do site Converge.com, algo que tira da rotina de tristeza no cinema made in Brazil, finalmente o nosso cinema começa a reencontrar o rumo, no caso, com uma produção de qualidade e ao mesmo tempo com uma mensagem social e até política, valorizando no mesmo pique e de uma só vez, a técnica, a linguagem, a distribuição e a arte. (Antônio de Pádua Silva Padinha)

As aventuras de um menino que sai pro mundo e descobre a realidade da vida

Ao mesmo tempo diversão com conteúdo de crítica social

Alê Abreu já conseguiu vencer dois festivais internacionais e agora busca o Oscar

Sabrina Nudeliman, da equipe da Elo Company, confia muito nesta porodução brasileira



Fontes:  www.g1.globo.com
              www.convergecom.com.br
              www.folhaverdenews.com 

8 comentários:

  1. Muito importante que você de todo o país se informa sobre este filme brasileiro vitorioso, confira a nossa postagem e também o treiler que estamos pondo à sua disposição no clip da TV Folha Verde News, para você curtir, divulgar e procurar ver.

    ResponderExcluir
  2. Logo mais, postaremos por aqui mais informações nesta seção de comentários: entre aqui e deixe a sua opinião.

    ResponderExcluir
  3. Outra forma de participar é você enciar uma mensagem para o e-mail da redação do nosso blog navepad@netsite.com.br e/ou então enviando direto pro nosso editor padinhafranca@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. "Pelas informações que você aqui nesta matéria muito positiva e também pelo treiler, acho que "O Menino E O Mundo" vai se dar bem no Oscar 2016, o que será bom d+ pro cinema brasileiro": a mensagem é de Honório Alves, de Fortaleza, Ceará.

    ResponderExcluir
  5. "A mídia em geral deveria destacar esta produções de arte brasileiras que se destacam mais no exterior do que aqui dentro": o comentário é de Júlio Roberto Penna, de Salvador (Bahia) que se dedica a trabalhos com gravações musicais.

    ResponderExcluir
  6. "Acho que o prêmio mais importante e que mais abre salas de exibição para este filme brasileiro no mundo é o Animation Film Festival, na França, um festival menos comercial e mais de arte mesmo": a opinião é de Ismael Santos Silva, de São Paulo (SP) que atua no mercado publicitário.

    ResponderExcluir
  7. "Depois do Annie Awards e do prêmio no Animation Film Festival, se O Menino E O Mundo faturar alguma coisa no Oscar, será a consagração": é o comentário do mesmo Ismael Santos, da capital paulista, poara completar a sua visão deste assunto.

    ResponderExcluir
  8. "Se esse filme for tudo o que vocês dizem ent~]ao vai mesmo marcar época no cinema brasileiro": quem comenta é Alaor Batista, que estuda na Unesp de Bauru (SP) e é de Cuiabá, Mato Grosso.

    ResponderExcluir

Translation

translation