domingo, 5 de junho de 2016

DIÁLOGO COM O AMBIENTALISTA E LÍDER DE CIDADANIA LUÍS FANAN NO DIA DA ECOLOGIA AQUI NO BLOG DA GENTE

A conversa foi online porque Fanan está fora da área urbana junto à natureza mas respondeu a algumas perguntas do nosso blog: um diálogo verde no dia mundial do meio ambiente por aqui


Ele é meio avesso a fotos e entrevistas, está praticamente isolado junto à natureza por estes dias, Luís Fanan é o personagem que nosso blog escolheu para destacar neste domingo, que hoje marca o dia mundial do ambiente, oficializado pela ONU em todo o planeta: oriundo de uma família de operários do calçado em Franca, Fanan estudou na Unesp e da Unifran, já era um ativista do ambientalismo no final da década de 70, anos depois, por concurso, foi para a secretaria da Receita Federal e o INSS (o Instituto Nacional de Seguro Social), vindo a ser em seguida, em Brasília (DF) Ouvidor Geral da União (GGU). No ano passado se aposentou e voltou à região, tendo em sua mente retomar com dedicação full time a luta ambientalista que desenvolvia desde garoto. Confira a seguir um diálogo verde com esse cara da natureza e da cidadania. Ele ajudou a fundar comigo e com José Moreno, com 100 cidadãos e cidadãs do nordeste paulista um parque estadual, nas furnas  e grotas do Bom Jesus, em Pedregulho (SP). Depois virou executivo na capital federal, mas sem perder a ternura, como me falou um dia. Agora, Fanan volta com tudo a ser o Fanan de sempre, com mais liberdade e know how. Confira o diálogo com esse cara da luta pela ecologia da vida. (Antônio de Pádua Silva Padinha)


Ex-executivo da União, sempre ecologista, Fanan

Aqui uma das fotos preferidas do Luis Fanan

Ele considera fundamental envolver a população com a luta pelas nossas águas

Em meio à tempestade brasileira, um ecologista semeia verde e paz
 

- Você está no mato, livre de telefone e até de Internet?
Fanan: - Aqui a rede telefônica não funciona nem consigo acessar nada, vale pela tranquilidade, som dos passarinhos. 

 - Por falar em rede, ouvi que você está saindo candidato na eleição municipal de outubro em Franca  pelo novo partido Rede Sustentabilidade?
F - Não sou candidato mas estou ligado nesse movimento de mudanças e avanços, também o pessoal dos alimentos orgânicos.

 - Acredita que é possível se implantar um desenvolvimento sustentável numa cidade do interior, antes mesmo que esta gestão se concretize no país?
F - Sim, acredito que muito se possa fazer com as lideranças da Rede, do PV, de partidos que sejam menos tradicionais, com os cientistas, ecologistas e lideranças diferentes da politicagem, mas é necessário  e fundamental o envolvimento da população toda. 

-  Esse envolvimento é o enfoque do nosso blog e também na entrevista na rádio regional Imperador AM sobre problemas e soluções ambientais, como o tratamento terciário dos efluentes dos curtumes para limpar mais as nossas  águas, ainda poluídas, em parte, por aqui entre a Serra da Canastra, o Rio Grande e o Aquífero Guarani, né. 

F - Fui informado sobre isso, mas não vi nem ouvi tudo como gostaria, aqui onde estou não consigo acessar, telefonar, voltei pro mato depois de anos como Ouvidor em Brasília. ..Mas, Padinha, é urgente e necessário sim cuidarmos das águas em toda esta região, recuperar o equilíbrio ecológico em todo interior, em todo o país.

- Fanan, você crê que possa haver surpresas nas eleições municipais que possam mudar o atual quadro de apatia ou revolta  diante da política?
F - Acredito que sim, mas olha, de fato as mudanças precisam representar os anseios da sociedade, é preciso esta ligação entre os que avançam com a maioria da população. 

 - Nesse sentido, há uma emenda constitucional no Congresso (apresentada pelo deputado federal da Bahia, sem partido hoje, Walter Pinheiro) propondo um Plebiscito (Sim ou Não, eleição direta para Presidente do Brasil). Caso a maior parte dos eleitores digam sim já nas eleições municipais agora em outubro, a eleição direta para Presidente será em novembro deste ano ainda. Isso poderá mudar o cenário nacional?
F - O tempo e o custo de tudo isso será muito grande. E não acredito que mude o cenário. Será mais ao longo dos próximos anos, quem sabe, uma nova Constituinte, outras normas para aumentar a ética e a cidadania na vida política, algo assim, mas sempre, dependendo da vontade popular, da participação da maioria, algo nesse rumo.

-  E será, amigo, que o ser humano conseguirá superar os limites e erros dessa cultura da violência que vigora atualmente e criar o futuro da vida?
F - Sonho e acredito e trabalho para isso, é a única saída.


Sinal de esperança: 1º ecologista do mundo a ser eleito Presidente (na Áustria)


Fonte: www.folhaverdenews.com

9 comentários:

  1. Logo mais, em nova edição desta seção de comentários, mais informações e opiniões sobre este diálogo entre dois ecologistas, que como você conferiu não tem nada a ver com aqueles papos gravados na operação Lava Jato...Um papo ecológico, online.

    ResponderExcluir
  2. Você pode inserir aqui nesta seção o seu comentário ou, se preferi, enviar por e-mail, a sua mensagem para a redação do blog navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Você também pode, outra opção, enviar um e-mail diretamente pro nosso editor aqui em nosso blog de ecologia e de cidadania padinhafranca@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. "Um papo bom esse, foge da rotina aqui na web": o 1º comentário que chegou hoje foi este, enviado de Santos (SP) pelo técnico em Oceanografia, Mauro Ramos Pereira.

    ResponderExcluir
  5. Numa 2ª parte do seu e-mail, Mauro Ramos comenta ainda que hoje, Dia do Ambiente, ele pesquisa no Google matérias relativas a esta data e foi assim que encontrou o nosso blog: "Não conhecia antes o Folha Verde, vou sempre dar uma olhada agora".

    ResponderExcluir
  6. "De repente, é uma boa ideia, prá toda cidade e o nosso país, ecologistas e cientistas serem eles os candidatos": comentário de Lúcia helena Santos, de São paulo (SP), economista que faz pós-graduação na FIAM.

    ResponderExcluir
  7. "Está na hora dos não políticos assumirem a liderança deste país que precisa mais de cidadania do que da políticagem com tantos lobbies e etc": a mensagem é de Isadora Santos Silva, de Riveirão Preto (SP), analista de sistema.

    ResponderExcluir
  8. "Considero o pessoal da alimentação orgânica e vegetariana a vanguarda da ecologia e da cidadania no país, nessa matéria, vejo que em Franca isso também acontece": comentário de José Eduardo, de Ribeirão Preto (SP), empresário.

    ResponderExcluir
  9. "Uma das melhores matérias aqui neste blog que acompanho há mais de 3 anos, este movimento está avançando e precisa levar junto a população": quem comenta é Ismael Alves Bertoni, de Itu (SP), hoje atuando em Vitória (ES), administrando empresa.

    ResponderExcluir

Translation

translation