sábado, 11 de junho de 2016

"UM DIA NO DIA DE ANA LUÍZA - UMA AVENTURA AMBIENTAL" É O LIVRO DE REINALDO CANTO

Aqui em 1ª mão para você do nosso movimento o livro dum ecologista escritor


- "Olá Padinha, tudo bem? Viu que irei lançar livro na semana que vem?"...
- Olá, Rei, como vai? Que bom, hein, cara!?...
- "Eu vou indo em busca do futuro". 



Este papo online rolou entre o nosso editor desde blog de ecologia e de cidadania, Folha Verde News, chegando nestes dias à quase 500 mil acessos principalmente por parte de adeptos do movimento ecológico, científico e de cidadania do Brasil. 500 mil internautas pela medição Google ao longo de uns 5 anos de web...Então, a conversa foi interditada não pela Polícia Federal, já que é estritamente um diálogo cultural, mas a conversa foi gravada. Também em nosso coração. A luta cult é uma das poucas coisas que não virou caso de polícia neste país da violência, país da violência mas que tem uns oásis. Como é oásis o 1º livro de Reinaldo Canto (tipo Charlie Chaplin), criando para crianças de todas as idades,que é o "Um Dia No Dia De Ana Luíza". Pode clarear o seu dia também...

Aqui os dois, o autor Reinaldo Canto e a personagem Ana Luíza


Quem estiver em São Paulo dia 14 agora, 3ª feira, está convocado para este momento de arte e de ecologia humana entre 18 e 21 horas na Casa das Rosas (ali na Avenida Paulista, perto da Estação Brigadeiro do Metrô e da Alameda Santos).  Uma celebração ou um happening, se agora fosse o tempo dos hippies. Olha só um outro trecho nada comprometedor da gravação da conversa online entre Rei e Padinha: - "Ficarei muito feliz com sua presença. Grande abraço. Recebeu email sobre o lançamento do meu livro na semana que vem? Pois é eu que vinha sendo colunista da Carta Capital, agora sou também sou escritor...Humildemente, de livro infantil. Enfim, você sabe que eu sou uma celebridade pra nenhum BBB botar defeito? Queria que você também viesse para a noite de autógrafos do livro, em especial, para você e todos os ecologistas, porque é uma aventura ambiental, algo que acredito contradiz e ao mesmo tempo completa o clima de Sampa". 



Jornalista há 36 anos formado pela Cásper Líbero, pós-graduado em Inteligência Empresarial e Gestão do Conhecimento. Reinaldo Canto nos últimos 14 anos têm atuado intensamente na área da sustentabilidade, cidadania e meio ambiente; foi diretor de comunicação do Greenpeace Brasil, sendo coordenador de comunicação do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente e assessor de imprensa do Instituto Ethos. Rei foi também correspondente em conferências internacionais como a COP-15 em Copenhague/2009, Conferência Rio+20, na cidade do Rio de Janeiro e COP-21, em Paris/2015, onde se definiram metas da maior importância para a recuperação da ecologia perdida no planeta, uma luta da ONU e de todos os que amam a vida. Atualmente,  esse cara é colunista da Carta Capital, revista e site diferentes da maioria da mídia brasileira, tendo ainda aquele tom sincero e independente de ir em busca da informação sem rabo preso. O autor de "Um Dia no Dia de Ana Luíza" é também parceiro em projetos e conteúdos da Envolverde; consultor e assessor de imprensa da ONG Iniciativa Verde; comentarista da Rede Vida na TV, consultor do Sebrae para a área de sustentabilidade; palestrante e consultor da área ambiental; roteirista e escritor de temas ambientais. É roteirista do curta de animação, “A Rebelião das Águas” (Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=XSm9-JQmqFw). É pai do livro de ficção e  da Ana Luiza de verdade, que tem 8 anos e já agita na era digital. Aaqui para vocês a sinopse do livro: "Aquele dia amanheceu como todos os outros na vida da pequena Ana Luiza, mas foi só ela despertar para perceber que algo muito diferente estava acontecendo. Tudo parecia ter vida. Coisas, materiais e elementos da natureza eles começaram a se manifestar e então demonstravam tristeza diante do desperdício ou alegria quando eram bem utilizados. Foi aí que a Aninha descobriu como é importante cuidar do nosso planeta Terra. E para isso, olha só, basta agir conscientemente em todos os nossos atos de consumo. Embarque nessa aventura com a Ana Luiza e faça também a sua parte para vivermos num mundo melhor". (Reinaldo Canto).
 

Só nos falta informar que o livro da Chiado Editora tem 62 páginas, ilustradas por um mestre nesta arte (Agê). Nas livrarias o livro vai custar agora neste lançamento R$ 36,00 e/ou € 12,00. Para solicitar mais informações sobre o conteúdo ou algum outro detalhe para quem queira fazer uma matéria por aí em sua cidade e região, um contato direto e sem erro é a Clarisse Fraqueiro, e-mail: comunicacao.chiadobrasil@gmail.com. 

O ilustrador do livro de aventura é Agê, que fez as artes do Plim Plim da Globo
...E vai clarear o dia da ecologia para todos nós que amamos a vida


Sinceramente, Rei, estou com apetite de ler este relato ficção/documentário sobre a aventura ambiental de Ana Luíza, mesmo porque acredito também que é esta novíssima geração que irá liderar nosso povo para a criação do futuro mais sustentável, algo que possa então equilibrar os interesses comuns e econômicos com os poéticos e ecológicos no dia a dia da gente, no jogo da nossa vida, encarando desafios hoje tipo destruição da natureza e violência entre os que deveriam ser humanos. (Antônio de Pádua Silva Padinha)


Fontes: www.umdiadaanaluiza.com.br
             www.cartacapital.com.br
             www.folhaverdenews.com 

8 comentários:

  1. "Eu já conhecia os artigos de Reinaldo Canto, na Carta Capital e tinha visto umas artes da hora do Agê, então, com essa temática do meio ambiente, é mais uma razão prá ir ao evento e bater um papo ao vivo com estes caras e pegar o meu livro": quem comenta é Pedro Alves Pereira, que é carioca mas mora em São Paulo (SP), produtor de arte de cultura alternativa.

    ResponderExcluir
  2. "Sinceramente, Rei, estou com apetite de ler este relato ficção/documentário sobre a aventura ambiental de Ana Luíza, mesmo porque acredito também que é esta novíssima geração que irá liderar nosso povo para a criação do futuro mais sustentável, algo que possa então equilibrar os interesses comuns e econômicos com os poéticos e ecológicos no dia a dia da gente, no jogo da nossa vida, encarando desafios hoje tipo destruição da natureza e violência entre os que deveriam ser humanos": é o comentário do nosso editor do blog, o Padinha, que considera um livro algo precioso na luta por uma realidade mais ecológica.

    ResponderExcluir
  3. Logo mais, postaremos aqui nesta seção de comentários mais informações, opiniões e mensagens, aguarde e confira a próxima edição. Coloque a sua mensagem diretamente aqui ou a envie para o e-mail da redação do blog navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  4. Outra opção ainda é você enviar o seu e-mail direto pro nosso editor de conteúdo aqui neste blog de ecologia, não violência e cidadania, inclusive, também para trocar informações ou para sugerir pautas para esta webpagina padinhafranca@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. "Acordei hoje com essa boa notícia que vi aqui no blog que consulto quase todo dia": a confissão de fidelidade ao nosso blog é de Arlindo Gonçalves, de Ribeirão Preto (SP), administrador de empresas.

    ResponderExcluir
  6. "Achei superlegal o enfoque desta matéria, colocando trechos da conversa online entre Reinaldo e Padinha como se fosse uma VAZAMENTO (como os que andam ocorrendo em determinadas operações da PF e do MP). Sei não, acho que cultura e ecologia são sim um crime neste país, pela maneira como nossas autoridades tratam esses setores da maior importância": comentário de Maria Helena Ambrósio, de BH, Minas, que estuda Jornalismo na PUC.

    ResponderExcluir
  7. "Pegando esse gancho, eu também acho que cultura e ecologia são um crime nesse país, tendo em vista que no Congresso Nacional só temos santos e santas, santificados pelos lobbies e corrupções. Bom saber desse livro": comentário de Inácio Mendes, que é engenheiro florestal, formado pela Unesp e atuando no interior do Espírito Santo, divisa com Minas, "perto do fatídico Rio Doce", como diz Inácio Mendes, um abraço.

    ResponderExcluir
  8. "Adoro ler e um oásis em meio a esta realidade de violência,tinha que ser um livro": comentário do estudante Carlos Rossi, de Guaratinguetá (SP), que pretende fazer Letras ou a ECA na USP.

    ResponderExcluir

Translation

translation