terça-feira, 20 de setembro de 2016

POR CAUSA DE LA NIÑA A PRIMAVERA 2016 E O VERÃO 2017 PODEM SER MAIS SECOS POR AQUI

A Primavera deverá ser mais seca e com temperaturas abaixo do normal, é o que nos informa do sul do país a Fepagro, já por aqui no sudeste choveu tanto no Rio que cidade entrou em estado de atenção porém segundo a Climatempo o inverno termina com madrugadas mais frias mas sem chuva: em geral no país, o clima está indefinido ou irregular devido a fenômenos oceânicos e a desequilíbrios no ambiente, no Brasil cada vez mais urgente uma gestão ambiental sustentável e por aqui em todo  sudeste brasileiro a gente teme que ocorra agora uma Primavera seca


Um clima irregular agora mas não só por causa do fenômeno La Niña

Júlio Contini, amigo jornalista de Bagé (RS) nos envia informações sobre o mês de setembro que lá  iniciou com tempo bom e seco na região. O mês que marca a transição do inverno para a primavera, porém registrou ontem, um dia de queda nas temperaturas, com ocorrência permanente de períodos com garoa. As temperaturas ficaram entre 9 e 13 graus. As temperaturas mínimas variam entre 8 e 9 graus e as máximas podem chegar até 14 graus em alguns dias. A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) divulgou na Expointer, em Esteio, o prognóstico climático para os próximos três meses (setembro, outubro e novembro) no Rio Grande do Sul. Segundo a entidade, há uma tendência de ocorrer o fenômeno La Niña (diminuição da temperatura da superfície das águas do Oceano Pacífico Equatorial) mais forte no período. Com isso, há possibilidade de poucas precipitações. Primavera seca...Chuvas abaixo da média também para outubro e novembro. Ou seja, a primavera deverá ter menos chuvas do que no ano passado, com as temperaturas, no período, também mais baixas do que o normal. A Fepagro ainda está alertando que até meados de outubro, poderá ocorrer geadas tardias. O site nacional Terra mostra um outro lado no clima por aqui no sudeste do país, ainda nesta manhã de terça-feira, fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro na madrugada de hoje e deixaram várias ruas alagadas, há vários pontos de alagamento, principalmente na zonas norte e central da capital carioca.  


Rua da Lapa, no centro do Rio de Janeiro
Zona norte do Rio amanheceu hoje inundada pós chuva de primavera

De acordo com o Centro de Operações, por volta das 7h, havia acúmulo de água em vias como a avenida Brasil, na altura do Caju, na zona portuária; na avenida Francisco Bicalho, na altura da Leopoldina, na rua Bela e no Campo de São Cristóvão, no bairro imperial; na praça Paris, na Glória; na rua Teixeira de Freitas com a rua do Passeio, na Lapa; e na rua Pedro Américo com a rua do Catete. A cidade do Rio de Janeiro está em estado de atenção, o estágio mediano de uma escala de três (o pior é o estágio de crise e o normal é o de normalidade) e significa possibilidade de chuva moderada nas próximas horas. A previsão meteorológica é que o inverno vai terminar com madrugadas geladas e sem chuva. A Primavera e até o Verão podem ter estiagens anormais para a época, estas estações estão meio que imprevisíveis...


O que ansiamos agora em todo o sudetes é uma Primavera com chuvas


Fontes: Climatempo - Somar
             www.terra.com.br
             Folha do Sul, Bagé (RS)
             www.trajanosilva.com.br
             www.folhaverdenews.com 

7 comentários:

  1. Logo mais aqui nesta seção de comentários mais informações e dados ou mensagens e opiniões, aguarde a nossa próxima edição e confira.

    ResponderExcluir
  2. Você pode desde já postar aqui nesta seção o seu comentário. Se preferir, envie a sua mensagem por e-mail para navepad@netsite.com.br comunicando-se com a nossa redação.

    ResponderExcluir
  3. Outra opção para vc participar deste nossa pauta de hoje aqui no blog da ecologia e da cidadania é enviar um e-mail direto por nosso editor de conteúdo padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. O repórter Júlio Contini, que é de Santa Catarina e está de passagem por Bagé (RS) nos enviou algumas informações e nos estimulou a fazer este post aqui hoje: "Eu curto sempre o Folha Verde News e então estou mandando estes dados, OK?"...A gente agradece, Júlio, abraço e paz aí na luta da natureza.

    ResponderExcluir
  5. "Acredito pelas minhas contas e observações que o interior paulista e brasileiro também está com deficiência hídrica, nascentes secarasm, rios perderam volume, mesmo se chovesse muito, seria pouco, assim deve ser mesmo uma primavera seca": comentário de Lúcia Dahl Santos, de São Paulo (SP), ela é de Montes Claros (MG) e se diz "muito acostumada com poucas chuvas".

    ResponderExcluir
  6. "Nova frente fria chegando aqui no Rio de Janeiro entra no sudeste e a aproximação de uma nova frente fria começa a mudar o tempo no estado. O Grande Rio ainda terá bastante sol e calor, mas os ventos já aumentam de intensidade em forma de rajadas no decorrer do dia, e há previsão de pancadas de chuva no período da noite, esperamos que com boas chuvas mas sem temporais": quem comenta aqui é Fernanda Vieira, ligada à UFRJ, que nos enviou e-mail sobre as chuvas fortes desta manhã.

    ResponderExcluir
  7. "Pelo que ouvi nas rádios daqui a nova frente fria virá acompanhada de um grande ciclone extratropical que novamente deixará o mar agitado no litoral fluminense e poderá tumultuar o Rio, parece que o tempo está com mais cara de chuvas de verão do que de primavera": comentário de João José, do Botafogo, Rio, ele que viaja diariamente para a região dos Lagos conclui a sua mensagem dizendo "temo que caiam temporais fortes demais, sinto que o clima está desequilibrado tanto quanto o ambiente".

    ResponderExcluir

Translation

translation