domingo, 2 de outubro de 2016

MOVIMENTO ECOLÓGICO E DE CIDADANIA SUGERE À JUSTIÇA ELEITORAL VOTAÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES

Votação paralela e simultânea da garotada de 3 até 15 anos poderia ser por exemplo no seu bicho ou no seu livro preferido ou ainda na cor que mais gosta: seria um canal de educação cívica e participação no evento dos adultos, a garotada poderá até influenciar mudanças e avanços na realidade do Brasil



A votação de crianças poderia ser via digital
Votação também de crianças indígenas para influir na realidade


A garotinha Maria Rita, na fila de votação em Franca (SP) com seu pai e sua mãe, disse que gostaria de votar nos passarinhos. De repente, foi um insight. Realmente nosso blog Folha Verde News, em nome dos nossos ideais, ligado às lutas do movimento ecológico, científico e de cidadania está sugerindo à Justiça Eleitoral que nas eleições de 2018 organize uma votação paralela e simultânea das crianças, que assim poderiam participar do evento, algo que poderá estimular uma educação a respeito da realidade do país, servir como um canal de expressão da garotada e preparar o futuro da nossa Nação, que ainda precisa ser criado. Somos um país, mas falta ainda avanços que nos levam a ser uma Nação. Os eleitores do futuro poderiam por exemplo escolher o seu bicho preferido.  Ou a melhor cor entre todas. Votar no livro que prefere. Ou até só para exemplificar o alcance desta iniciativa escolher entre o carro ou a natureza...Ou a favor ou contra o trabalho infantil...

A iniciativa nasceu com uma criança pedindo prá votar nos passarinhos


Nas escolas públicas e particulares já rolam eleições infantis...


Dados mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que existem hoje cerca de 29 milhões de crianças com até nove anos e aproximadamente 45 milhões de brasileiros e brasileiras com idades entre 10 a 19 anos. Ou seja: a população entre 0 e 15 anos em 2018 poderá estar próxima de 50 milhões de pessoas que caso a Justiça Eleitoral aprove ou seja feita uma emenda constitucional no Brasil neste sentido, a garotada poderá antecipar uma etapa em suas vidas, vivenciando de fato uma eleição dentro do universo da realidade brasileira das crianças, algo que nosso movimento de criação do futuro considera um avanço. (Antônio de Pádua Silva Padinha)


O trabalho infantil poderia entrar na votação da garotada

Muita criança gostaria de votar no seu bicho preferido...

Votar pode ser um brinquedo ou uma vivência de cidadania


Fontes: IBGE
             www.folhaverdenews.com


8 comentários:

  1. É brincadeira o que muitos adultos fazem nas eleições, tanto entre os que se candidatam como entre os que votam, há absurdos. Pensando em mudar e avançar i9sso também, de repente a votação infantil, paralela e simultânea, de fins não políticos mas culturais, poderá ser de valor.

    ResponderExcluir
  2. Logo mais, mais informações, argumentos, fotos, comentários, dados, opiniões: aguarde nossa próxima edição ainda hoje, 2 de outubro, domingão de eleições. Participe desta nossa pauta em busca de mudar a atual realidade eleitoral...

    ResponderExcluir
  3. Você pode colocar aqui nesta seção de comentários a sua mensagem ou então, se preferir, enviar por e-mail para a redação do nosso blog de ecologia e de cidadania através do navepad@netsite.com.br e/ou mande sua msm direto pro nosso editor de conteúdo do blog padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. !Considero criativa e importante esta iniciativa de lutar junto à Justiça Eleitoral por um direito das crianças e adolescentes dentro do seu universoi de vida votarem também, algo muito positivo, deveria ser adotado no Brasil": comentário de Rubens dos Santos Ferreira, advogado, de Guarujá (SP).

    ResponderExcluir
  5. "Uma votação de crianças e de adolescentes vai ajudar muito a cidadania no país": comentário de Eleni Dias, que prepara um livro de literatura infantil, em São Paulo (SP).

    ResponderExcluir
  6. "Está na hora de incluir na realidade brasileira as crianças e os adolescentes, todos vão ganhar com isso": comentário de Mariana Almeida, de Santos (SP), professora da rede pública de educação.

    ResponderExcluir
  7. "Nossos políticos deveriam pensar em propostas boas como essa": comentário de Juliano Peres, de Porto Alegre (RGS) que informa ainda: "Vou votar à tarde e não sei ainda em quem, penso até em votar nulo diante do que é a política atualmente".

    ResponderExcluir
  8. "O que ressalta, no caso de São Paulo, é a maior quantidade de votos nulos, brancos e abstenção das últimas 6 eleições! Alerta para mudanças porque a política (politicagem na verdade) chegou à situação limite. E esta iniciativa do movimento ecológico e de cidadania vai nesse sentido": comentário em mensagem do nosso editor para o jornalista Jamil Chade, Estadão e ESPN.

    ResponderExcluir

Translation

translation