terça-feira, 25 de outubro de 2016

UMA SOLUÇÃO PARA ENERGIA EÓLICA QUE IMITA A ECOLOGIA DA NATUREZA E CRIA UM FUTURO SUSTENTÁVEL PARA AS CIDADES



A árvore que produz energia elétrica em Paris pode amanhã estar em sua cidade e até no jardim ou no quintal de sua casa: com a energia do vento cada árvore eólica pode abastecer uma residência com até quatro moradores, uma tecnologia ecológica, econômica, sustentável, uma revolução high-tech que invadirá nossas cidades com uma economia inspirada nas florestas

 


árvore que produz energia elétrica em Paris

Uma revolução de alta tecnologia inspirada na nossa natureza








Recebemos agora uma mensagem da Drª Albertina Lourenci, brasileira e gaúcha que mora hoje na Califórnia, nos Estados Unidos sobre a árvore eólica de que a gente ouviu falar num dos encontros Global Green: para passar a feliz informação a você do movimento ecológico, científico e de cidadania nos baseamos aqui num texto de Daia Florios no site Greenme, que tem como slogan Farei bem à Terra. A também chamada de Arbre à Vent, inventada por Jérôme Michaud-Larivière, é capaz de produzir energia,já está sendo plantada em vários lugares de Paris: ela imita a ecologia da natureza sendo uma árvore de energia limpa, acessível a todos e que, além do mais, pode também embelezar e alegrar o espaço urbano, trocando o cinza, o cimento, o metal pelo verde da energia pura da vida. Uma floresta de árvores de vento pode fazer uma revolução energética em qualquer cidade do mundo.



Há cerca de um ano testes já comprovaram a eficiência e a sustentabilidade da árvore eólica que é uma antecipação inovadora para o nosso futuro urbano




Arbre à Vent, a inovação criada por Jérôme Michaud-Larivière




Foi  na capital francesa o palco e o cenário de novos testes sobre este sistema especial que produz energia usando o vento (e até mesmo a brisa) durante a maior parte do ano. Nada de cabos de aço e turbinas a vista. A única coisa que aqueles que passarem pelo Place de la Concorde notaram, uma árvore hi-tech, bonita mas, acima de tudo, útil, capaz de produzir entre 3.500 kWh e 13.500 kWh, dependendo da intensidade do vento, durante 280 dias por ano, em vez de 110-120 dias nos sistemas atuais com torres eólicas. A Arbre à Vent possui 11 metros de altura e 8 metros de largura. Através por exemplo de suas 72 folhas artificiais básicas girando em posição vertical, a fim de aproveitar ao máximo do vento que sopra, consegue trabalhar em uma velocidade de 2 m/s, como mostra o video que você pode curtir já por aqui na nossa webpagina. Uma das empresas que produz a árvore, a New Wind, está planejando a instalação de várias árvores em Paris. Mas um obstáculo que ainda não foi resolvido para as futuras implantações nas cidades, ainda atualmente, é o seu custo, estimado em cerca de 30 mil euros em Paris. No entanto, tranquiliza o fabricante, o sistema será capaz de pagar a si próprio em poucos anos devido à poupança de energia elétrica que torna possível.A árvore foi projetada para uma vida longa (dura mais de 25 anos) e é resistente às tempestades. E talvez, com a sua produção e comercialização em escala mundial, o preço irá se reduzindo ao mesmo tempo em que esta solução linda e sustentável for sendo implantada na paisagem, antecipando o nosso futuro.







A tecnonatureza invade points de Paris, logo mais em todo lugar do mundo


 
Cada unidade de árvore eólica tem cabos e geradores colocados dentro de tubos de aço. Cada uma  pode ser coligada tanto à rede pública quanto a outras casas particulares para gerar eletricidade para edifícios ou condomínios ou bairros. Segundo Larivière, o destino ideal para estas turbinas é a cidade, com uma pequena floresta de árvores high-tech, capazes de operar sem emissões e barulho. Há quem pesquisa para que elas possam ser plantadas até mesmo em parques públicos. Certamente elas são menos invasivas (ainda que menos potentes) que as grande turbinas eólicas, mas ao mesmo tempo são mais seguras para pessoas e animais, como os pássaros. Uma solução urbana ecológica e ao mesmo tempo econômica e então, sustentável. 







O passado histórico com a natureza e a tecnologia criando o futuro


Um evento organizado com o apoio da Câmara Municipal de Paris foi uma experiência única de educação ambiental mas também de conscientização pública e propagação da energia renovável, no coração da cidade. Place de la Concorde foi o teatro das experiências elétricas de Archereau que criou uma das primeiras lâmpadas a arco fotovoltaico, e foi ali também que se instalou a primeira iluminação pública na cidade, em 1844: este é o point para a difusão agora desta inovação tecnológica, segundo o New Wind. Durante a COP 21 (encontro mundial da ONU para controlar ou evitar o caos do clima e do ambiente, no final do ano em Paris) as árvores eólicas foram um grande destaque mundial nesta cidade histórica e agora também inovadora e sustentável, Jérôme Michaud-Larivière, por conta deste invento do pesquisador e ecologista, que nasceu como uma nova forma de produzir energia, usando o que a natureza nos dá de graça a cada instante de nossa vida. A gente espera que outros interesses não boicotem esta atualização da estrutura energética por aqui e em todo o planeta, carente de desenvolvimento sustentável, criando assim o nosso futuro desde já, em tempo.

 


Albertina Lourenci: video da árvore eólica da Califórnia (USA), veja comentários




Fontes: wwww.greenme.com.br

             www.folhaverdenews.com 



8 comentários:

  1. Logo mais, aqui nesta seção de comentários, postaremos mais informações e também mensagens sobre esta inovação tecnológica e ecológica. Aguarde nossa edição, confira e participe.

    ResponderExcluir
  2. Desde já agradecemos o video enviado à gente aqui do blog da ecologia e da cidadania desde a Califórnia nos States pela nossa amiga gaúcha e brasileira Albertina Lourenci, que trabalhou como Researcher na empresa Laboratory of Integrated Systems - LSI, depois de estudar na USP em São Paulo, no Rio na UFRJ, entre outras coisas, ela que é de Caxias do Sul (RS) e uma líder de cidadania que vai à luta pela ecologia.

    ResponderExcluir
  3. Logo mais, mais informações e comentários, coloque aqui a sua opinião sobre a Árvore Eólica ou envie mensagem para o e-mail da redação deste nosso blog navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  4. Outra opção: envie sua mensagem ou sugestão de pauta diretamente pro nosso editor de conteúdo deste blog padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. "Uma invocação tecnológica e ecológica, econômica e ecológica, precisa mais? Vejo que vamos conseguir em todo planeta criar uma realidade melhor": quem comenta é Ubaldo Mendes, de São Paulo (SP), mkt especializado em TI.

    ResponderExcluir
  6. "Cada avanço como este instrumentaliza o nosso movimento ecológico, científico e de cidadania a encontrar soluções para os problemas brasileiros, ambientais e gerais da nossa vida": comentário de Étore Salles, que faz uma série de pesquisas sobre inovações e sistemas, ele que se formou pela UFMG.

    ResponderExcluir
  7. "Matéria importantíssima": comentário de Rubens Antôno Pereira Alves, do Rio de Janeiro (RJ) que atualmente mora no interior do Espírito Santo e se dedica ao plantio de café.

    ResponderExcluir
  8. "É realmente o paraíso na terra!": comentário da Drª Albertina Lourenci, que é quem nos alertou sobre a Árvore Eólica, ela que reside e atua hoje na Califórnia, Estados Unidos.

    ResponderExcluir

Translation

translation