segunda-feira, 14 de novembro de 2016

ONDA DE CHARGES CONTRA TRUMP QUE FARÁ MESMO MURO NA FRONTEIRA COM O MÉXICO: MURALHA DA INTOLERÂNCIA ENTRE ESTADOS UNIDOS E AMÉRICA DO SUL


Trump confirma que fará muro com 8 metros de altura para barrar imigrantes na fronteira ao sul dos States apesar do protesto de cidadania sendo feito por milhares de jovens americanos: no Arizona construiram um obstáculo destes mas ele não tem funcionado para brecar a entrada de latinoamericanos nos States

 

Imperador Trump: uma onda de críticas e charges nos States
Alguns fazendeiros do Arizona entrevistados pela rede CBS dizem que a Muralha de Trump não vai conter a imigração, na região de divisa com o México, falam que já existe um muro ao longo da fronteira mas os imigrantes latinoamericanos continuam descobrindo formas de entrar nos Estados Unidos legal ou ilegalmente. Porém, o recém eleito Presidente dos USA, Donald Trump falou nesse domingo com a imprensa, mantendo o projeto de construir um obstáculo na fronteira quando assumir de fato a Casa Branca. Foi uma das propostas polêmicas da sua campanha, que lhe rendeu o apoio duma grande massa que atualmente sofre com o desemprego, má condição de vida e tem (como indicaram as pesquisas sobre o perfil do eleitor de Trump) baixo nível de escolaridade e pouca qualificação de mão de obra. 
No Arizona já existe este muro na fronteira com o México (inútil)









Ele mandará imigrantes para fora dos States?










Mas o político republicano e bilionário admitiu que, em determinados trechos da fronteira, será feita "apenas uma cerca"... Ainda na disputa eleitoral, o magnata irritou ainda mais os mexicanos ao dizer que o país latino que que pagaria pelo muro. Foi também no mínimo chocante e mais do que polêmica a declaração de que o noco comandante americano fará imediatamente, a partir de janeiro de 2017, a deportação de imigrantes, entre 2 e 3 milhões de clandestinos, em especial, os que tenham algum antecedente criminal. "Ninguém vai continuar vivendo ilegalmente no país", discursava sempre Trump: "O que faremos é jogar fora do país ou prender as pessoas que são criminosas, têm antecedentes criminais, membros de gangues, traficantes de droga". Pacifistas, ativistas de direitos humanos ou pessoas com formação mais humanitária discordam.  Alguns jovens que têm participado das manifestações de cidadania contra estas propostas nada democráticas entrevistados afirmam que pretendem ir embora dos States, mudar pro Canadá, Austrália e Europa. O influente The Wall Street Journal já reconhece que partes do sistema de saúde criado pelo presidente Barack Obama, o Obamacare, podem ser mantidas, embora ele tivesse prometido enterrar o projeto assim que tomasse posse. Mudará também em relação à muralha entre os Estados Unidos e o México? Muro da Vergonha nº 2 é o que estampava uma faixa em protesto nestes dias em Los Angeles, na Califórnia. Seguem os protestos contra e eleição do magnata. Em Portland, que tem sido palco dos atos mais violentos, 19  em quase todas as regiões americanas. Já morreu uma pessoa e centenas já foram presas na noite de sábado após confrontos com a polícia. As manifestações vêm acontecendo desde quarta-feira em várias cidades do país de forma crescente e cada vez mais irada. E também aumenta a onda nas redes sociais e na mídia mais independente de charges e cartuns, criticando o novo velho presidente.


 
 
 
Esta charge foi feita por Aguinaldo Lazarini em especial pro nosso blog de cidadania, satirizando este homem como um irado Pato Donald Trump




Efeito Trump

Fontes: Agências Ansa e Brasil
             www.folhaverdenews.com

7 comentários:

  1. Coloque aqui nesta seção de comentários a sua mensagem, opinião ou informação, você pode também enviar por e-mail sua crítica ou elogio, sua charge ou sua foto pro webendereço da redação do nosso blog navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  2. Uma outra opção é você enviar sua mensagem direto pro e-mail do editor de conteúdo deste blog ligado ao movimento ecológico, científico e de cidadania padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. "A ONU, bem como a juventude mais rebelde ou mais ligada aos movimentos de cidadania, não só nos Estados Unidos, mas em outros países, até por aqui no Brasil, não vão aceitar este absurdo, há outras formas mais razoáveis de conter a imigração": comentário de Josué de Almeida, economista formado pela USP e consultor de empresas em São Paulo (SP).

    ResponderExcluir
  4. "Curti essas charges, uma forma de protesto bem legal": comentário de Júlia Maria Santana, que é de Campinas (SP) e hoje mora em Minas Gerais (em BH): "Vou tentar enviar uma charge também".

    ResponderExcluir
  5. "De quarta-feira até hoje manifestações em dezenas de cidades, 150 pessoas foram detidas e isso só Los Angeles em protestos contra o presidente eleito dos EUA, Donald Trump.
    Uma pessoa foi ferida a tiro durante um protesto anti-Trump em Portland Vários manifestantes foram presos depois de ignorarem a ordem policial para dispersar, de acordo com o jornal Los Angeles Times. A manifestação atraiu uma multidão de jovens, até parecia as que aconteceram em São Paulo e Rio": comentário de Tadeu Fernandes, de Campinas (SP), que nos envia charge que captou neste jornal dos States.

    ResponderExcluir
  6. "Superlegais as charges postadas aqui nesse blog e o videoclip faz um contraponto entre a baixaria e a elevação do ser humano": comentário de Alberto de Sousa Lauder, executivo de empresa em São Paulo.

    ResponderExcluir
  7. "Brexit na Europa, Trump nos States, Temer no Brasil e mais Venezuela, Síria, Coréia, refugiados, um apocalipse": comentário de Rosana Barros, de São José dos Campos, graduanda em Geografia pela Unesp.

    ResponderExcluir

Translation

translation