quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

REDE GLOBO TEM LUCROS BILIONÁRIOS MAS NÃO REAJUSTA SALÁRIOS DOS SEUS JORNALISTAS HÁ DOIS ANOS

Este fato não virou notícia na mídia mas os repórteres e Sindicato dos Jornalistas fizeram protesto em São Paulo contra esta situação


globo
Aqui a foto do protesto que aconteceu ontem em São Paulo e não virou notícia



Esta notícia com certeza não vai sair nos telejornais da maior rede e televisão do Brasil, jornalistas reclamam do descaso da Rede Globo para com alguns dos profissionais, há dificuldades também quanto às cláusulas da Convenção, o fato é que cerca de 50 jornalistas e representantes do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (SJSP), realizaram um protesto na tarde de ontem na frente da emissora, na zona sul da capital paulista, que praticamente não foi noticiado em veículo nenhum da mídia: por ser uma questão que envolve cidadania, não vamos omitir este protesto aqui em nosso blog. A manifestação teve o objetivo de expressar a indignação de repórteres com a ausência de reajuste de salários e para deixar claro para empresas que os profissionais querem respeito, pois há dois anos estão sem reajuste nos salários e benefícios, apesar dos lucros bilionários do setor, resolveram quebrar o silêncio. Um dos poucos veículos de informação que divulgaram este fato foi o site Rede Brasil Atual, que chegou a detalhar que as perdas decorrentes da inflação somam 19,17% no período. De acordo com o Sindicato, para a Campanha Salarial 2016- 2017, a reivindicação dos profissionais é de 7,39% de reposição da inflação (INPC) e mais 3% de aumento real, pois o tempo de jornalismo aumentou na programação das emissoras, mas as redações foram enxugadas pelas demissões e, assim, aumentou a produtividade dos jornalistas, isto é, a carga de trabalho. Na manifestação, jovens para mostrar solidariedade abriram uma faixa com os dizeres "Jornalista não é bobo, mas ganha mal na Globo". Como a Campanha Salarial 2015-2016 segue sem conclusão devido ao dissídio com a diretoria, o sindicato dos jornalistas paulistas também propôs um acordo às emissoras "para que respeitem os trabalhadores e trabalhadoras e paguem o reajuste de 10,94%, como definiu o Tribunal Regional do Trabalho, em audiência no último dia 5 de outubro".  "Não é esta notícia que vai mudar a realidade da Rede Globo nem a de todo o trabalho cultural no Brasil, mas dentro da nossa proposta de ir à luta pelo movimento de cidadania não vamos deixar passar em branco este protesto", comentou por aqui no blog da gente Folha Verde News nosso editor de conteúdo o repórter e ecologista Antônio de Pádua Silva Padinha: "Não temos o tal de rabo preso e nenhum interesse pessoal neste fato, que destacamos porque é um reflexo dos bastidores do país de verdade nesse momento que marketing nenhum pode disfarçar, é também uma questão de solidariedade a profissionais vítimas de injustiça".  Assim como os jornalistas, profissionais de todos os setores não podem e não devem se calar, é uma forma de se mudar esta realidade. 

O que acontece com a Rede Globo reflete realidade atual do país

A Rede Globo se manifestou dizendo que não se manifesta...Veja comentários

Fontes: www.redebrasilatual.com.br
            www.folhaverdenews.com

7 comentários:

  1. Depois, amanhã, outras informações e mensagens nesta seção de comentários sobre esta pauta fora do comum, o difícil é furar o silêncio...

    ResponderExcluir
  2. Vc pode postar aqui a sua opinião ou enviar o seu comentário para o e-mail da redação do nosso blog navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Outra alternativa é entrar em contato com o nosso editor de conteúdo do blog para enviar sua mensagem ou foto ou para sugerir alguma pauta de valor para a luta da ecologia ou da cidadania em todo setor da nossa vida padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. "Uma notícia surpreendente mas que mostra que a Globo ou nem a Globo está acima da realidade do país, lamentável ultimamente": comentário de Júlio César Matos, advogado em São Paulo (SP) que tem se dedicado a muitas causas trabalhistas, "um setor com muitas injustiças hoje em dia".

    ResponderExcluir
  5. "Ouço gente dizer Rede Lobo direto e agora depois dessa vou sair por aí dizendo Rede Roubo": quem comenta é Gerson Pereira Mendes, do Rio de Janeiro, técnico portuário.

    ResponderExcluir
  6. "A Globo não é diferente de outras emissoras ou de outras empresas do Brasil, em todos os setores é algo parecido com essa situação, com raras exceções não se respeita quem trabalha, quem produz": quem comenta é Mariana Queiroz Silva, de Araxá, Minas Gerais, professora da rede pública.

    ResponderExcluir
  7. A TV Globo se manifestou oficialmente em São Paulo através de nota que, em resumo, diz apenas "que não se manifesta em assuntos que envolvem sua relação com os seus funcionários". Mas deveria fazer isso, por uma questão mínima de ética.

    ResponderExcluir

Translation

translation