terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

É URGENTE FAZER A REGULAMENTAÇÃO NO BRASIL DA INTERNET DAS COISAS PARA EVITAR HACKERS E OUTROS POSSÍVEIS PROBLEMAS

Aqui um resumo sobre a questão de segurança dos dados dos usuários e outros detalhes desta boa inovação tecnológica que pode agilizar o dia a dia da nossa vida mas outra questão a ser tratada na regulamentação é o padrão tecnológico: para o seu celular se comunicar com a sua geladeira, precisa haver um padrão compatível de conexão entre eles e então, esse é um problema na Internet das Coisas, criar padrões que permitam a intercomunicação entre os objetos nas casas, nas empresas

 

8 comentários:

  1. "Há a preocupação, ainda, com mudanças no mercado de trabalho que a Internet das Coisas envolve.“A gente precisa, nas escolas, universidades e cursos técnicos, preparar, capacitando esses jovens para um novo mercado do século 21, da chamada quarta revolução industrial. Hoje, já há a expectativa de que várias profissões vão desaparecer do mercado em função da automação": comentário de Eduardo Magrani, pesquisador do centro de tecnologia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) no Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
  2. Mais tarde, aqui nesta seção de comentários, mais informações sobre a Internet das Coisas, bem hoje, nesse 7 de fevereiro que é marcado no calendário como o dia da segurança na web...Aguarde a nossa próxima edição e comentários e participe você também com a sua mensagem ou opinião.

    ResponderExcluir
  3. Você pode colocar direto aqui nesta seção a sua mensagem, opinião ou comentário mas se achar melhor, pode nos enviar um e-mail com este conteúdo para a redação do nosso blog de ecologia e de cidadania navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  4. Você tem outra alternativa ainda: pode entrar em contato com o editor do nosso blog, mandando mais informações, fotos, comentando a matéria ou até sugerindo pautas, nestes casos envie o seu e-mail para padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. "Escritórios de advocacia hoje estão demitindo advogados recém-formados e substituindo esse pessoal por softwares, por robôs, que fazem um trabalho parecido, enfim, o mercado de trabalho será fortemente impactado": comentário de Cléber de Almeida, de São Paulo (SP), TI.


    ResponderExcluir
  7. "A principal função de uma consulta pública pela Internet é que o cidadão ou cidadã possa colocar a sua opinião. No caso desta consulta pública sobre Internet das Coisas, houve muita participação de grupos específicos da sociedade civil, experts e de empresas e pouco de cidadão individual. Isso significa que Governo não fez um bom trabalho para capacitar as pessoas nesse assunto, as pessoas continuam não conhecendo os impactos da Internet das Coisas ou achando que não têm nada a contribuir, mas na verdade, têm sim a ver, se trata de coisas que qualquer pessoa usa ou vai usar diariamente”: comentário de Fernanda Ferreira, jornalista, que nos mandou desde Sorocaba (SP) um noticiário sobre a falta de debate na implantação da Internet das Coisas no Brasil: "Muita gente está confusa".

    ResponderExcluir
  8. "Muito oportuna esta matéria, ainda mais que hoje é o dia mundial da Internet segura": comentário de Alberto Ramos, de Vitória (ES), apelido de Beto Capixaba, executivo e jogador de bola na praia.

    ResponderExcluir

Translation

translation