terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

MÃE E FILHO DE ARARAQUARA ESTUDAM JUNTOS PARA VESTIBULAR E ELA É APROVADA TAMBÉM NA USP DE PIRACICABA


Aos 42 anos a dona de casa vai cursar ciência dos alimentos e o jovem engenharia ambos na Esalq: a mãe caloura é também um exemplo na luta cultural para avançar a realidade do país

 
Rafael Sartori ao lado da sua mãe também caloura na USP



Uma notícia que quebra tabus e que sinaliza também esperança a partir da vida cultural está vindo do interior de São Paulo, daqui do nordeste paulista, da  nossa macrorregião, da cidade de Rafael Sartori e de sua mãe, Carla Simone das Neves Sartori, que são de Araraquara (SP):  no vestibular agora da Universidade de São Paulo (USP) o filho de 20 anos e a mãe de 42, estão na lista dos aprovados e ambos devem começar a estudar na Esalq de Piracicaba , a tradicional Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, em cursos diferentes, ela fará faculdade de Ciência de Alimentos e ele, de Engenharia Agronômica. No dia a dia, Carla Simone estimulava  Rafael nos estudos e começou por conferir as apostilas dele, depois, resolveu estudar também, não fez curso preparatório, estudava sozinha nas apostilas do filho Rafael.  A divulgação oficial dos estudantes  aprovados no vestibular da USP trouxe esta surpresa, felicidade em dose dupla na casa de Carla  e de Rafael, que passaram nas provas, que estão entre as mais concorridas do país e já em março ambos começam a estudar na  conceituada Esalq, campus de Piracicaba, cada um no seu caminho, como fazem questão de dizer, ele curte muito engenharia e agronomia, ela prefere se aprofundar na tecnologia da alimentação. Os dois são araraquarenses e já formalizaram a matrícula  no campus de Piracicaba: "Vejo esta etapa como uma nova vida e estou ansiosa para o início deste ciclo em busca do meu futuro", comentou Carla Simone das Neves Sartori em reportagem do site G1 que está repercutindo até na web mundial. Carla fez a prova da Fuvest pela primeira vez: "Comecei a estudar há dois anos e aproveitava as apostilas dos meus filhos para estudar. Eu fui me atualizando sozinha em casa", afirma ela, que também é mãe de uma jovem de 18 anos. Agora, Carla Sartori já está de mudança para Piracicaba (SP) onde ficam as faculdades da USP e vai com toda a família, Rafael e a filha mais nova: "É necessário mudar de cidade agora para que possamos ficar próximos da universidade. Será uma experiência nova em diferentes sentidos". Ela sonha que todos possam estudar no mesmo campus, mas deixa claro que respeita a opção e a liberdade de escolha dos filhos.De toda forma, encara com felicidade poder ingressar na USP ao mesmo tempo que seu filho, mas deixa claro: "É uma sensação muito boa e estou feliz, mas disse para ele que me preocupo em deixá-lo seguir o seu próprio caminho. Rafael tem planos de fazer estágio, de ir para o exterior em algum programa de intercâmbio e quero que consiga conquistar tudo que almeja, quero que ele voe alto e com liberdade", comentou ainda Carla Sartori. Esta situação inédita a gente destaca aqui no blog do movimento ecológico, científico e de cidadania Folha Verde News para enfocar o potencial e a força de duas gerações para criar o nosso futuro, uma notícia muito positiva em meio à onda de violência e caos que "avança" em alguns setores do Brasil. Sinal de esperança no interior do país.

 

Esta situação destaca não só na nova geração indo à luta...

... mas a força da inteligência de todas as gerações do Brasil


Fontes: G1 - USP
             www.folhaverdenews.com

8 comentários:

  1. Depois mais tarde por aqui nesta seção comentários e mais detalhes sobre a luta cultural dos jovens e pessoas de todas as gerações para mudar e avançar a realidade do país.

    ResponderExcluir
  2. Confira depois aqui nossa nova edição de comentários ou mensagens: você pode colocar também aqui a sua mensagem ou informação. Se preferir, envie um e-mail para a redação do blog navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Você tem também a opção de contatar o nosso editor de conteúdo deste blog e enviar sua mensagem ou trocar informações e sugerir pautas, por exemplo, envie e-mail para padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. "Só espero que um fato tão positivo não seja estragado por alguma violência em algum trote de calouro em Piracicaba com esta cidadã exemplar, que vai atuar numa área vital para a ecologia": comentário de José Almeida Santos, de São Paulo (SP), hoje redator de publicidade,fez a USP na capital paulista.

    ResponderExcluir
  5. "Pela atitude de buscar mudanças e avanços na vida, considero tanto o filho como a sua mãe que entraram no vestibular da USP os dois jovens, a juventude é também essa posição transformadora na vida": comentário de Itamar Mendes, profissional de Psicologia e praticante de Yoga, de Santos (SP).

    ResponderExcluir
  6. "Muito legal esta notícia e curti também no video a jovem cantora e compositora, numa época de música extremamente comercial, de consumo, ela acho é uma exceção positiva, positiva também a luta cultural de pessoas de todas as idades": comentário de Rúbens Alves Campos, de São Paulo (SP), programador visual.

    ResponderExcluir
  7. "Os hippies nos anos 60, a luta da juventude, a contracultura, os movimentos culturais como a Bossa Nova, o Tropicalismo, a participação política, tudo me vem à cabeça quando descubro uma jovem com o seu violâo compondo e cantando MPB": comentário de Celeste Ribas, do Rio de Janeiro, de origem espanhola está no Brasil para fazer uma especialização na UFRJ e um estágio na área de engenharia ambiental.

    ResponderExcluir
  8. "Depois dessa estou pensando em fazer vestibular para Física Quântica, como 1º passo para mudar de país. de profissão e de planeta": comentário de Jader Carvalho Silva, de Brasília (DF), consultor de economia.

    ResponderExcluir

Translation

translation